Presidente da Câmara debate a Região Metropolitana da Capital

22 de agosto de 2017
por

O presidente da Câmara Municipal, vereador Andrey Azeredo (PMDB), esteve, na tarde de ontem, em reunião no gabinete do titular da Secretaria das Cidades, Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura e Assuntos Metropolitanos (SECIMA), Vilmar Rocha, discutindo aspectos da Lei que dispõe sobre a Região Metropolitana de Goiânia (RMG) e o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana (Codemetro). 
Estiveram no encontro, além de Vilmar Rocha e Andrey, o titular da secretaria municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh), Agenor Mariano, a procuradora-geral do município, Ana Vitória Caiado, o superintendente de Planejamento Urbano e Gestão Sustentável da Seplanh, Henrique Alves, o superintendente executivo de Assuntos Metropolitanos da SECIMA e coordenador do Codemetro, Marcelo Sáfadi, o deputado estadual Wagner Siqueira (PMDB), que representou a Assembléia Legislativa, além de técnicos do governo estadual. 
     
      Saneamento e mobilidade 

     Andrey destacou a necessidade de melhoramentos em duas áreas essenciais: saneamento e mobilidade. "É preciso focar nas prioridades, estabelecer as competências, cobrar ações, fiscalizar e dar o devido peso à Goiânia nas decisões acerca da Região Metropolitana. A Câmara não aceitará que as competências de Goiânia sejam reduzidas. A Capital não pode ser prejudicada." O secretário Agenor Mariano concordou com Andrey e frisou que o tamanho territorial e populacional de Goiânia tem que ser considerado, elevando o potencial decisório da Capital, que é a maior e mais importante cidade do Estado. "Somos favoráveis à Região Metropolitana, queremos que dê certo, mas a Capital tem que ter o maior peso e o Estado deve ajudar nessa divisão justa", afirmou Ana Vitória. 

     Outros temas relevantes foram debatidos, tais como o cronograma de debates e oficinas sobre o Codemetro, questões ambientais e jurídicas, uso do solo e da água,segurança, saúde, vazios urbanos, infra-estrutura e demais assuntos relativos aos municípios da Região Metropolitana. Nos próximos dias 30 e 31 de agosto haverá uma nova discussão sobre o Codemetro na Câmara Municipal, no período vespertino.