SEMESG continua cobrando pagamentos em atraso do Bolsa Universitária

10 de abril de 2019
por

O Sindicato das Entidades Mantenedoras do Ensino Superior do Estado de
Goiás (SEMESG) continua articulando junto ao Governo Estadual para que
sejam atualizados os pagamentos em atraso referentes ao programa Bolsa
Universitária. Tal situação, pendente da administração anterior, vem
trazendo graves transtornos as entidades para o cumprimento de suas
obrigações financeiras. O sindicato mantém um diálogo sincero, aberto
e de confiança junto ao Governo desde o inicio da atual gestão no
sentido de que o problema seja sanado o mais breve possível e quando
em audiência com a diretoria da entidade o governador Ronaldo Caiado
assumiu o compromisso de  efetuar os pagamentos desse ano em dia e
parcelar a dívida anterior em cronograma a ser definido.

O presidente do SEMESG, professor Jorge de Jesus Bernardo, mantem
constantes contatos com diretores da Organização das Voluntárias de
Goiás (OVG), entidade que administra o programa, bem como com outros
assessores do governo. O sindicato aguarda o agendamento de uma
audiência com a presidente de honra da OVG e primeira dama do Estado,
Gracinha Caiado, para tratar do assunto.

O SEMESG reconhece e elogia a atitude do Governo em manter atualizados
os repasses referentes a esse ano na atual administração, cumprindo o
seu compromisso. O sindicato reconhece as dificuldades financeiras
enfrentadas pelo Estado. Entretanto, ressalta que a situação das
entidades mantenedoras do Bolsa Universitária é considerada
insustentável uma vez que as mesmas estão se sacrificando para manter
seus compromissos com trabalhadores, prestadores de serviços e
fornecedores. Muitos estabelecimentos correm o risco de fecharem suas
portas se o problema não for solucionado o mais rápido possível.