Vereadora ressalta união para incentivar participação da mulher na sociedade

19 de março de 2019
por

A vereadora Priscilla Tejota (PSD) participou nesta terça- feira (19) de uma mesa redonda no Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiá (TCM-GO). O evento foi em comemoração ao Mês da Mulher e teve como homenageadas também a primeira-dama e presidente de honra da OVG, Gracinha Caiado; a procuradora geral do Estado de Goiás, Juliana Diniz; e a conselheira do TCM, Maria Teresa Garrido Santos.

Por meio do talk show “As mulheres mudam o mundo”, comandado pelo jornalista Luiz Carlos Lopes, as homenageadas tiveram a oportunidade de relatar um pouco de suas trajetórias. Na ocasião, a vereadora Priscilla Tejota foi surpreendida com a música “Fico assim sem você”, da cantora Adriana Calcanhoto, que a fez relembrar de sua história com o esposo, o vice-governador de Goiás, Lincoln Tejota. “Somos amigos e parceiros desde o colégio”, contou.

Priscilla destacou o apoio da família para incentivá-la na vida pública. “Minha maior realização é a minha família e meus filhos são essa força para mim. Eles amam a política e também participam dela”, contou.

Na ocasião, Priscilla Tejota revelou ainda que um de seus sonhos como vereadora é incentivar as mulheres a serem protagonistas de suas histórias. “Mesmo diante dos desafios, precisamos essa ter essa parceria entre as mulheres. Tudo que alcancei só foi possível por causa do apoio de mulheres que acreditaram em mim”, relatou.

A primeira-dama Gracinha Caiado falou da união para mudar a vida das mulheres goianas. “Quero trabalhar para, ao final desses quatro anos, ver esse estado de Goiás mais forte, mais bonito e melhorar a vida das pessoas”, afirmou.

Presenças

O evento teve a participação do presidente do Tribunal de Goiás dos Municípios de Goiás, Joaquim de Castro; do vice-presidente Daniel Goulart, dos conselheiros Valcenôr Braz e Sérgio Cardoso, Vasco Jambo e Maurício Azevedo; do Ouvidor Conselheiro Nilo Rezende, do Secretário de Desenvolvimento Social, Marcos Cabral, além de servidores do Tribunal.