Iniciadas matrículas para a Educação Infantil de Aparecida

Ao todo serão ofertadas 4 mil vagas para crianças de seis meses a cinco anos de idade

14 de janeiro de 2019
por
Foto: Ênio Medeiros

Com o objetivo de ampliar o número de crianças atendidas na rede municipal de educação, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia, por meio da Secretaria de Educação e Cultura, iniciou nesta segunda-feira, 14, as matrículas para os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), que atendem crianças de seis meses a cinco anos de idade. Ao todo serão ofertadas 4 mil vagas. Deste quantitativo, o município destina 70% das vagas aos beneficiários do programa Bolsa Família, conforme determina a Lei Municipal 3.235, de 15 de dezembro de 2014. Os pequenos poderão ser matriculados até a próxima sexta-feira, 18.

O período de matrículas para os alunos da rede municipal de ensino este ano foi dividido em dois momentos para que os pais ou responsáveis tivessem mais tranquilidade na hora de garantir a educação de seus filhos. Ao todo 14 mil vagas foram disponibilizadas, sendo 10 mil para o Ensino Fundamental e 4 mil para a Educação Infantil. Na semana passada, de 07 a 11 de janeiro, foram matriculados os alunos do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) e pouco mais de 7 mil vagas foram preenchidas.

Em 2019 os pais têm à sua disposição três canais de atendimento, sendo eles o telefone 0800 607 0040 , on line pelo site da Prefeitura (http://www.aparecida.go.gov.br) e pelo aplicativo Matrícula Aparecida, disponível gratuitamente para os sistemas Android e IOS. A segunda etapa da matrícula é a confirmação levando a documentação solicitada até a Secretaria de Educação, situada na Rua 04, Setor Araguaia, na região Central. O prazo de confirmação é até o dia 18 de Janeiro para as duas modalidades de ensino.

De acordo com a secretária de Educação e Cultura, Valéria Pettersen, devido ao acesso simultâneo de muitos pais no momento da abertura do processo, que aconteceu às 8 horas da manhã, as vagas para os agrupamentos 1, 2 e 3 foram preenchidas em tempo recorde. Ainda há vagas para o agrupamento 4 e 5, e os demais serão encaminhados para o cadastro de reserva até sexta-feira, 18. “É importante que todos interessados e com direito à vaga na rede municipal de educação faça seu cadastro, pois, a partir do número do déficit atualizado do nosso município poderemos delimitar quantidade, em qual região demanda mais vagas, apresentar junto ao Governo Federal a real situação e buscar recursos para avançarmos e atender o maior número de crianças possível”, explicou.

A secretária explica ainda que a Prefeitura tem trabalhado para aumentar o número de vagas na educação infantil, para isso, em agosto de 2018, foram abertas 125 novas turmas, que atendem mais de duas mil crianças de 4 e 5 anos. A pasta aguarda agora a reorganização do Governo Federal, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para buscar a liberação dos recursos para a construção de 11 novos CMEIs em Aparecida de Goiânia. “Estamos tentando solucionar junto ao Ministério da Educação a autorização desses onze CMEIs que estão com projetos prontos para começar a serem construídos”, destacou.

“O presidente avaliou de forma positiva e se comprometeu com o nosso pedido para população de Aparecida. Com isso, o prefeito Gustavo Mendanha vai poder assinar a ordem de serviço e iniciar as obras o mais rápido possível. Aparecida recebe por ano um média de 18 mil novos habitantes, e a demanda para atender as crianças na rede municipal é crescente. Então a maior preocupação do nosso prefeito é no atendimento responsável, seja fazendo convênios com mais escolas ou ampliando mais vagas com construção de novos CMEIs”, reiterou a secretária.

A dona de casa Dayane Cícera Teixeira Santos, acordou cedo para garantir a educação de seu filho Henrique, de 3 anos. “Estou muito feliz que deu certo, é muito importante pra mim, pois finalmente vou poder voltar a trabalhar em um emprego fixo”, disse. Para a agente de telefonia, Isabela Lima de Souza, a educação de seu filho é prioridade e colocando ele na rede municipal de ensino ele se desenvolverá ainda melhor. “Meu salário é pouco, então não consigo pagar uma pessoa para cuidar dele o dia todo. Além disso, eu fico mais tranquila com ele na escola do que com alguma babá. Lá ele terá acesso a profissionais capacitados, fará novos amigos e aprenderá muito mais coisas”, comemorou.

Balanço – Atualmente a rede municipal de ensino da cidade conta com 55 escolas municipais de ensino fundamental, 4 Escolas Municipais de Tempo Integral (EMEIs), 32 CMEIs e 19 instituições filantrópicas conveniadas que, juntos, atendem mais de 41 mil alunos. “Ainda assim, há uma demanda grande para a educação infantil no município. Tivemos um acréscimo de mais de seis mil vagas na rede nesses dois anos da gestão e estamos trabalhando para ampliar ainda mais esse número”, garante a secretária de Educação, Valéria Pettersen.