Criminosos disfarçados de policiais federais assaltam prédio na Zona Sul do Rio

Bandidos simularam um mandado de busca e apreensão e recolheram bens materiais.

24 de fevereiro de 2018

RIO — A Polícia Civil do Rio investiga uma quadrilha de assaltantes que se vestem como policiais federais e praticam crimes na Zona Sul da cidade. O caso foi divulgado na coluna do jornalista Ancelmo Góis, na noite desta sexta-feira. Segundo o delegado Maurício Mendonça, a tática utilizada pelo grupo é anunciar na portaria dos prédios que eles integram a equipe da Lava Jato e, assim, ter acesso ao interior dos edifícios. No último roubo, praticado em um prédio da Rua Cupertino Durão, no Leblon, nesta quinta, os ladrões levaram cerca de R$100 mil, um computador e um celular. O delegado vê semelhanças entre esse caso e o assalto praticado em uma casa na Barra da Tijuca.

— A atitude desempenhada pelos marginais no assalto do Leblon foi o mesmo utilizado no assalto da Barra da Tijuca. Isso nos leva a crer que há um compartilhamento de informações, além de nos levar a acreditar que alguns bandidos participaram das duas ações criminosas — afirmou Mendonça, em entrevista ao RJ2, da TV Globo/RJ.

De acordo com o portal G1, os policiais falsos informaram que buscavam o computador da família e bens, simulando uma busca autorizada pela Justiça. Na revista, eles encontraram algo em torno de R$ 100 mil em dinheiro em notas de dólares e euros, além de um tablet, o computador e óculos de sol. Na saída, eles amarraram o casal.

— Pela lei, os agentes devem entregar uma cópia com o teor do mandado — alerta o delegado.

ASSALTO NA BARRA DA TIJUCA

Na última segunda-feira, outra tentativa de assalto terminou em perseguição e tiroteio na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Dois criminosos entraram numa casa, no Condomínio Novo Leblon, vestidos com uniformes de uma empresa de telecomunicações. Armados com um revólver e uma pistola, eles amarraram a família e funcionários e levaram vários bens da residência. Segundo o delegado Maurício Mendonça, dois criminosos envolvidos nesse assalto da Barra da TIjuca já foram identificados pela Polícia Civil.

Fonte: Jornal O Globo