Priscila Tejota é contra aumento de IPTU

A (CCJ) foi presidida pela vereadora Sabrina Garcez teve a participação dos vereadores Welington Peixoto (PMDB), Tiãozinho Porto (Pros) e Jorge Kajuru (PRP). 

20 de novembro de 2017

Durante reunião extraordinária da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJ) na tarde desta segunda-feira (20), na Câmara Municipal, a vereadora Priscilla Tejota (PSD) manifestou-se contra o Projeto de Lei nº 440/17, de autoria da Prefeitura de Goiânia,  que estabelece aumento contínuo de Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial (IPTU) a imóveis com valor venal acima de 500 mil reais.

A Comissão aderiu ao parecer de Priscilla, relatora do projeto, e votou contra a propositura. “Entendo que, ainda que seja um momento delicado dessa administração, não seja oportuno onerar ainda mais a população, causando um impacto negativo com aumento de impostos e taxas.”, justificou a vereadora.

Ainda de acordo com o relatório da parlamentar, o projeto “não cumpre com o que foi dialogado com os vereadores, com a população e vai de encontro às promessas feitas pelo prefeito Iris Rezende durante a campanha, quando ele, abertamente, se posicionou contra a atualização de valores de IPTU”, fundamentou.

A (CCJ) foi presidida pela vereadora Sabrina Garcez teve a participação dos vereadores Welington Peixoto (PMDB), Tiãozinho Porto (Pros) e Jorge Kajuru (PRP).