“Goiás na Frente está a todo vapor, com obras em toda parte”, diz Marconi

13 de novembro de 2017
 Em entrevista para rádios do Sudoeste do Estado, governador presta contas de andamento de obras e afirma que fará uma ampla agenda de entregas no interior de janeiro a março do ano que vem
 
O governador Marconi Perillo afirmou nesta segunda-feira (13/1), durante a entrevista para emissoras de rádio da Região Sudoeste de Goiás que o cronograma de obras do Programa Goiás na Frente está em dia e que boa parte delas será entregue no primeiro trimestre do ano que vem. “Estou muito focado na administração. Estamos com o programa Goiás na Frente a pleno vapor, realizando obras por toda parte. Eu até desisti de fazer inaugurações neste ano porque eu quero fazer tudo concentrado a partir de janeiro”, disse.
 
“Quero fazer um cronograma e divulgar, todos os dias, na capital, indo ao interior para entregar obras. Teremos algumas centenas de obras para inaugurar e eu quero fazer isso de forma planejada, organizada e com um cronograma que será divulgado para todos”, afirmou o governador. 
 
Marconi também falou sobre o Goiás na Frente Social. “O Goiás na Frente tem como objetivo ajudar a todas as instituições que trabalham com políticas de caridade, com políticas sociais, entidades filantrópicas, entidades que trabalham com a ajuda ao próximo”, disse. “Colocamos R$ 60 milhões para atender essas entidades, atender deficientes e pessoas economicamente hiposuficientes, também com cheques para casas”, afirmou.
 
O governador destacou entre as obras as duplicações das saídas e Goiânia para o interior e disse que a administração está trabalhando e buscando alternativas para a plena conservação das estradas construídas e reconstruídas desde 2011. “Estamos entregando essas rodovias novinhas em folha, todas as que estão sendo duplicadas, mas no futuro talvez sejam necessários recursos privados para manter essas rodovias em permanente conversação”, disse. 
 
 
“Goiás na Frente está a todo vapor, com obras em toda parte”
Estou muito focado na administração. Estamos com o programa Goiás na Frente a pleno vapor, realizando obras por toda parte. Eu até desisti de fazer inaugurações neste ano porque eu quero fazer tudo concentrado a partir de janeiro. Quero fazer um cronograma e divulgar, todos os dias, na capital, indo ao interior para entregar obras. Teremos algumas centenas de obras para inaugurar e eu quero fazer isso de forma planejada, organizada e com um cronograma que será divulgado para todos. O Goiás na Frente tem como objetivo ajudar a todas as instituições que trabalham com políticas de caridade, com políticas sociais, entidades filantrópicas, entidades que trabalham com a ajuda ao próximo. Colocamos R$ 60 milhões para atender essas entidades, atender deficientes e pessoas economicamente hipossuficientes, também com cheques para casas.
 
“Estamos entregando as saídas de Goiânia novinhas em folha”
Conseguimos reconstruir a segunda etapa da GO-070, nesta fase ligando Firminópolis, São Luis de Montes Belos, Israelândia até Iporá. Nós já tínhamos feito de Firminópolis para Goiânia a Trindade, e agora estamos fazendo essa última etapa. É uma estrada que requeria esse tipo de intervenção, nós fizemos e ficou bom. Para se duplicar uma rodovia como essa, que é tão importante, uma alternativa pode ser a concessão, porque a empresa privada faria a obra de duplicação. A alternativa é se fazer a duplicação com recursos do Tesouro. Como nós fizemos as saídas todas de Goiânia, inclusive reconstruímos até Trindade, o próximo governo pode, com certeza, priorizar o início dessa duplicação. É uma obra muito importante, mas não podemos pedagear para construir a duplicação. A concessão é uma alternativa muito importante que é garantir a conservação permanente das rodovias no futuro. Estamos entregando essas rodovias novinhas em folha, todas as que estão sendo duplicadas, mas no futuro talvez sejam necessários recursos privados para manter essas rodovias em permanente conversação.