Andrey Azeredo destaca trabalho da Câmara durante evento de licitação da Avenida Leste-Oeste 

2 de outubro de 2018
O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Andrey Azeredo (MDB), participou, na manhã desta segunda-feira, 1º de outubro, no sexto andar do Paço Municipal, do lançamento, assinado pelo prefeito Iris Rezende (MDB),  do edital de licitação para contratar a empresa responsável pelas obras do lado leste da Avenida Leste-Oeste. O trecho terá cerca de 8,1 km de extensão e ligará a Capital a Senador Canedo, na Região Metropolitana, partindo da rua 74, no Centro, até a GO 403.
     A cerimônia reuniu, além do secretariado municipal, o superintendente executivo de infraestrutura da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), Antônio de Cássia Neto, que representou o governador José Eliton (PSDB), o presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia (Codese), Carlos Alberto Moura, e os vereadores Tiãozinho Porto (PROS), Anselmo Pereira (PSDB), Gustavo Cruvinel (PV), Izídio Alves (PR), Romário Policarpo (PTC), Carlin Café (PPS), Alfredo Bambu (PRP) e Omar Conselheiro (MDB).
      Fim do déficit previdenciário municipal
      Em seu discurso, Andrey ressaltou a importância da aprovação, pela Câmara, no último 25 de setembro, do projeto de reestruturação do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSM), o que, para ele, permitiu que “o prefeito Iris lançasse esse edital de licitação. Porque nós, vereadores, com determinação, seriedade e visão de futuro, pusemos fim ao déficit da Previdência Municipal. Fomos cobrados, incompreendidos, alguns foram xingados, mas nenhum se esquivou da determinação de trabalhar para a construção de uma Goiânia moderna e que gere oportunidades, alavanque o desenvolvimento, gere empregos e que, acima de tudo, tenha qualidade de vida e que seja uma capital diferenciada no nosso País.”
      Asfalto e data-base dos servidores 
      O presidente ainda argumentou, dirigindo-se a Iris, que, desde que o Legislativo Municipal aprovou o projeto do IPSM, “temos assistido só notícias boas, prefeito. Tivemos a oportunidade de participar do lançamento do asfalto nos Jardins do Cerrado I, II, III e IV, e, logo após a aprovação e já com a sanção da Lei, o lançamento de asfalto no bairro João Paulo. Além disso, na última sexta-feira o senhor entregou em nossas mãos o Projeto de Lei que começa a tramitar a partir de amanhã na Câmara que trata da data-base dos servidores municipais, conferindo, assim, um benefício direto a mais de sessenta mil trabalhadores que efetivamente constroem a cidade de Goiânia prestando um serviço público de qualidade e diferenciado.”
      Andrey também garantiu que a Câmara tem representado com coragem e responsabilidade a população e que os vereadores apoiarão as ações da Prefeitura fazendo “o que é certo e importante, não sensíveis a críticas momentâneas ou interesses eleitoreiros, mas tendo como norte o interesse maior de gerar uma Goiânia cada vez melhor com oportunidades e qualidade de vida para todos.”
      O valor total do trecho está orçado em R$ 70 milhões, sendo que R$ 35 milhões serão repassados pelo governo estadual e a outra metade pela Prefeitura, conforme convênio selado em 25 de junho deste ano entre Iris e o governador. Segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan Matos, a Sessão Publica de abertura das propostas deverá ocorrer no início de novembro e a ordem de serviço para início das obras com a empresa que ganhar a licitação deve ser assinada no próximo mês de dezembro. A partir disso, os trabalhos deverão se estender por dois anos.
      Sonho realizado
      Iris Rezende disse que a execução da obra é um sonho antigo dele desde quando assumiu seu primeiro mandato como prefeito de Goiânia, em 1965: “Realizo aqui um desejo de levar a essa parte da cidade o desenvolvimento que a Capital como um todo está a merecer.” Ele também destacou as parcerias firmadas, afirmando que a iniciativa “exige muitos recursos e a participação das três esferas de governo, além da iniciativa privada, como foi o caso do Codese, que doou o projeto dessa obra. Caso for preciso, buscarei também recursos federais.”
      A Leste-Oeste, no total, terá 46,1 km e ligará Senador Canedo a Trindade, atravessando Goiânia. Metade da avenida já está finalizada e o projeto compreende, também, a revitalização da Praça do Trabalhador e a recuperação da Estação Ferroviária, esta já em andamento. “Essas obras são fundamentais para a mobilidade, a qualidade de vida e a segurança dos goianienses e também levarão mais desenvolvimento e comodidade para nossos vizinhos de Senador Canedo”, afirmou o presidente Andrey.