Prefeitura de Aparecida prorroga prazo para Ministério Público construir nova sede em área doada pelo município

13 de julho de 2017

 Em reunião realizada nesta quinta-feira, 13, em seu gabinete, o prefeito Gustavo Mendanha atendeu ao pedido do subprocurador-geral para Assuntos Administrativos do Ministério Público, Carlos Alberto Fonseca, e encaminhou para a Câmara a solicitação de prorrogação do prazo para início das obras do novo prédio do Ministério Público no município. Isso porque há um prazo de três anos para que as entidades que recebem áreas do município iniciem as obras.

“Entendemos os pontos apresentados pelo subprocurador-geral e assinamos o pedido solicitando maior prazo para início da construção, pois sabemos dos trâmites e que esta nova sede será importante para dar melhores condições de trabalho para os promotores que atuam no município e consequentemente melhor atender a população”, destacou Gustavo, que aproveitou a presença do presidente da Câmara, Vilmar Mariano, para já entregar o ofício da solicitação de extensão do prazo.

Com a ampliação do prazo para início das obras, o projeto da nova edificação que terá 2,9 mil metros quadrados e será implantado no Residencial Maria Luiza, região Central, entra agora na fase de licitação. A previsão é de que a construção seja finalizada e entregue em 24 meses após o processo licitatório. O espaço contará com seis pavimentos, sendo dois subsolos, térreo e três andares onde serão instalados 34 gabinetes de promotoria, auditório para 150 lugarese quatro salas de reunião.

O subprocurador-geral agradeceu a gentileza do prefeito Gustavo Mendanha em atender ao pedido de prorrogação do limite para início das obras da nova sede do MP e disse que a expectativa é de iniciar as obras em 2018. “O novo prazo é necessário para melhor atender as demandas dos promotores e também finalizar o processo de licitação. Nosso objetivo é iniciar a construção nos primeiros meses do próximo ano”, declarou Carlos Alberto.

Presenças – Também participaram da reunião a coordenadora das Promotorias de Aparecida de Goiânia, Valéria Cristina de Paula Magalhães; o Procurador Geral do Município Fábio Camargo; o vice-prefeito e secretário de Governo, Veter Martins; o secretário de Transparência, Einstein Paniago e o Chefe da Casa Civil, Afonso Boaventura.

Fonte: Ascom