Marconi e CEO da Caracal assinam protocolo de intenções para implantação de unidade da indústria em Goiás

28 de Fevereiro de 2017

Marconi e CEO da Caracal assinam protocolo de intenções para implantação de unidade da indústria em GoiásCom aval do governo do emirado árabe de Abu Dhabi, governador e Hamad Salem Al Ameri formalizam construção de planta da Caracal no Estado, com investimento total de R$ 500 milhões, dos quais R$ 100 milhões para implantação e início de operação, e geração de 600 empregos diretos

Abu Dhabi, 28 de fevereiro de 2017 – No terceiro dia da Missão Comercial do Governo de Goiás no Oriente Médio, o governador Marconi Perillo e o CEO da Caracal Internacional, Hamad Salem Al Ameri, assinaram, em Abu Dhabi, o protocolo de intenções para a implantação de uma planta da companhia em Goiás. A indústria, que fabrica armas de pequeno calibre, fará um investimento inicial de R$ 100 milhões na construção e início das operações da unidade no Estado, com geração de 600 empregos diretos.

"A assinatura deste protocolo de intenções com a Caracal Internacional é decisivo para a continuidade da diversificação da economia de Goiás e para a geração de empregos. Serão mais 600 empregos diretos na primeira fase de instalação da unidade", afirmou Marconi. Com a consolidação das operações de produção, a Caracal Internacional fará investimento de R$ 500 milhões na unidade de Goiás, que será a maior do mundo e a primeira instalada no Brasil.

Além de Abu Dhabi, a Caracal tem fábricas na Alemanha e nos Estados Unidos. Com sede em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, a Caracal International é líder na região e é detentora de linha completa de produção, do design à montagem de armas. O protocolo assinado entre os governos de Goiás e de Abu Dhabi prevê a transferência de tecnologia.

Marconi e Hamad Salem Al Ameri assinaram o protocolo de intenções durante o Seminário de Negócios Como Investir em Goiás, realizado neste domingo pelo governador em Abu Dhabi. Em seguida, o governador e a delegação goiana visitaram a fábrica da Caracal em Abu Dhabi. As tratativas para a implantação da indústria em Goiás começaram no ano passado, quando o vice-governador e então secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton, esteve em Abu Dhabi para conhecer a proposta de investimentos da Caracal em Goiás.

Participaram da assinatura do protocolo de intenções entre o Governo de Goiás e a Caracal Internacional, o secretário de Assuntos Internacionais do Governo de Goiás, Isanulfo de Abreu Cordeiro, e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, José Vitti, além de empresários goianos que compõem a delegação goiana. 

A Caracal é dedicada à produção de armamentos e munições exclusivas para as forças de segurança pública do Brasil e com atenção voltada para o mercado da América Latina. Ela está planejada para entrar em funcionamento em aproximadamente 12 meses a partir da celebração do acordo em Abu Dhabi.

Força da economia foi decisiva para definição de investimento da Caracal em Goiás
A Caracal escolheu Goiás em função da força da economia goiana e do programa de incentivos industriais do governo Marconi Perillo, além da localização estratégia do Estado, próximo de grandes centros consumidores do País. Foram decisivos ainda para a definição do investimento a construção do Aeroporto de Cargas e a Plataforma Logística de Anápolis e a infraestrutura de rodovias do Estado.

Em novembro do ano passado, Marconi e o CEO da Caracal oficializaram a decisão do Governo de Goiás e do governo de Abu Dhabi de dar prosseguimento às trativas para a vida da indústria. A Caracal representa quebra de paradigmas por ser a primeira indústria bélica a ser instalada no Estado.

“Vocês são muito bem-vindos. Os Emirados são hoje um exemplo de eficiência, competência e qualidade para o mundo. No que depender do meu apoio e da abertura do governo, tudo faremos para que esse projeto tenha o mínimo de tropeço e de burocracia", afirmou Marconi na ocasião. "Os senhores podem contar com todo o profissionalismo da nossa equipe, desburocratização e facilitação. Não é tradição goiana perder bons parceiros e bons negócios”, disse o governador.

Durante a apresentação, realizada no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o CEO Hamad Salem Al Almeri agradeceu ao Governo de Goiás pela abertura da parceria comercial. “É uma honra estarmos aqui hoje. Estamos animados em estarmos no Estado de Goiás. Agradecemos ao senhor governador pelo seu tempo. Vamos trazer para o Brasil todo o nosso conhecimento e tecnologia em armamentos”, disse.

A empresa Delfire Indústria e Comércio de Extintores, com sede no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), já havia firmado acordo com a Caracal International LLC para a instalação de uma planta industrial da empresa em Goiás e aguardava a autorização oficial do governador Marconi Perillo, que foi dada nesta quinta. A iniciativa tem o apoio do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED) e da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP).