No mês da mulher Hemocentro estimula a doação de sangue entre o público feminino

Com o slogan ‘Empoderamento da Mulher também se constrói com solidariedade’, campanha incentiva mulheres a doar sangue. Elas representam a minoria que doam

7 de março de 2019

Desde 2010 a população feminina brasileira é maior do que a masculina. Estima-se que atualmente elas sejam cerca de quatro milhões a mais em relação aos homens no país. Apesar de ser a maioria, em 2018, no Estado de Goiás, as mulheres realizaram cerca de cinco mil doações de sangue a menos que os homens. Eles são responsáveis por 60% do volume de sangue captado, enquanto elas, menos de 40%, percentual que acompanha a média nacional.

Pensando nessa disparidade, o Hemocentro Coordenador do Estado de Goiás, em celebração ao Mês da Mulher, lança a Campanha com o slogan ‘Empoderamento da Mulher também se constrói com solidariedade’, incentivando a população feminina a doar sangue.

Seguindo a programação de ações itinerantes com o objetivo de fidelizar novos doadores e de facilitar a captação do doador frequente, mas que está afastado do Hemocentro, por falta de tempo ou esquecimento, a unidade móvel estará na sexta-feira, 8 de março, Dia Internacional da Mulher, no Estacionamento do Mega Moda Park recebendo doadores das 8h às 16h. Segundo a gerente de marketing de relacionamento Aline Lobo, circulam pelo local, às sextas-feiras, aproximadamente 5.500 pessoas, dentre essas 70% são mulheres. “Acreditamos ser muito importante essa parceria Mega Moda – Hemocentro, lembrando que nosso grande público é composto por mulheres e assim aumentarmos o número de mulheres doadoras”.

Já na segunda-feira, 11 de março, a unidade estará no Tribunal de Justiça de Goiás, em um evento conjunto com a instituição, que estará oferecendo diversos serviços, como aferição de pressão arterial e testes rápidos de glicemia.

Percentual

De acordo com o censo do IBGE, em 2010, o percentual de mulheres era 51%, enquanto o de homens era de 49% do total da população brasileira. Essa desproporção quantitativa entre os gêneros se dá principalmente devido à maior expectativa de vida feminina e da maior mortalidade de jovens do sexo masculino.

As mulheres vivem, em média, sete anos a mais do que os homens no país. Além disso, enquanto a expectativa de vida das mulheres é de 78,6 anos, a expectativa de vida da população masculina é de 71,3 anos. Isso ocorre porque as mulheres, na maioria das vezes, possuem hábitos mais saudáveis do que os homens, além de procurarem com mais frequência acompanhamento médico, o que permite a identificação e o tratamento de possíveis doenças.

Critérios

A frequência entre as doações é de três anuais para a mulher e de quatro doações anuais para o homem, sendo o intervalo mínimo de dois meses para eles e de três meses para as elas. No Brasil, pessoas entre 16 e 69 anos podem doar sangue. Para os menores de 18 anos é necessário o consentimento dos responsáveis e, entre 60 e 69 anos, a pessoa só poderá doar se já o tiver feito antes dos 60 anos. Além disso, é preciso pesar, no mínimo, 50 quilos e estar em bom estado de saúde. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação e não estar de jejum. 

 

Serviço:

Unidade Móvel do Hemocentro estará:

Data: 08 de março (sexta-feira)

Horário: das 8h às 16h

Local: Estacionamento do Mega Moda Park

EndereçoAv. Independência, nº 3302, St. Central.

Data: 11 de março (segunda-feira)

Horário: das 8h às 16h

Local: Entrada principal do Tribunal de Justiça de Goiás

Endereço: Av. Assis Chateaubriand, nº195 – Setor Oeste