Cultura será valorizada, garante Caiado, que vai recriar Secretaria

1 de outubro de 2018
O retorno da Secretaria de Cultura e a valorização do patrimônio e dos artistas goianos estão entre os principais destaques nas propostas de Ronaldo Caiado (DEM) como candidato a governador. O senador entende que uma pasta exclusiva para a Cultura estabelece um maior ganho em qualidade e eficiência de gestão e permite a definição de políticas públicas mais coerentes com os anseios dos artistas, produtores, técnicos e promotores de cultura, que, juntos, compõem uma larga cadeia de profissionais habilitados para exercer o melhor pensamento para o melhoramento do Estado. “A gestão exercida por profissionais da cultura vinculados a uma Secretaria própria nos coloca em sintonia com as prerrogativas e metas do Plano Nacional de Cultura e confere a Goiás a possibilidade de cumprir devidamente o seu papel. Tenho uma preocupação com a perda de valores e tradições culturais. A cultura, lamentavelmente, é vista como atividade complementar, de menor importância, sem nenhuma prioridade dentro da atual gestão”, reforçou Caiado.
Sobre a Lei Goyazes, o senador Ronaldo Caiado tem reforçado sua importância para a formalização de parcerias e captação de recursos para a cultura na iniciativa privada. Ele, portanto, enfatiza que em seu governo pretende valorizar o uso dessa norma e junto com os artistas e a sociedade civil explorar todo o potencial de captação que a lei tem a oferecer. “A Lei Goyazes é um instrumento importante e no nosso Governo ela funcionará com um diferencial que será nossa marca na gestão pública: participação do cidadão e transparência”, comentou o parlamentar.
O candidato tem enfatizado que vai manter os festivais existentes com pleno atendimento ao sentido que representam, que é cultural, e que, consequentemente, movimentam o turismo e geram desenvolvimento para as cidades anfitriãs em seus calendários como atividade tradicional. “O nosso projeto tem como foco permitir que todos os cidadãos tenham acesso às atividades relacionadas a essência de cada evento, não podendo nos esquecer da gastronomia, que tem um importante papel na construção da nossa identidade. A ideia é chamar a população para participar dos fóruns e elaboração de projetos culturais regionalizados”, disse.
Em suas movimentações pelo Estado, Caiado tem afirmado que não medirá esforços para que a cultura seja valorizada. De acordo com o senador, os resultados repercutem no avanço da economia e na eficiência das demais ações do Estado. “É uma forma de trabalharmos outras áreas importantes da administração, como esporte, lazer, educação e combate à criminalidade. Cultura não é gasto excessivo e sim investimento em eficiência e saúde para o povo goiano”, completou o candidato.