“Resultado do Ideb não veio de graça. Foi com muito esforço de alunos, professores e do governo”, diz Marconi

“Fui o único governador do Brasil que conseguiu tirar a educação da lanterna e trazer para o primeiro lugar”, diz

No Senado, Marconi garante avanço na Educação

13 de setembro de 2018

Candidato ao Senado, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) falou da força tarefa feita em seus governos para garantir que a Educação em Goiás sempre estivesse entre as melhores do país. “A educação é o maior legado que estou deixando. Quando cheguei no governo, a Educação de Goiás estava em 24.º lugar no país. Estamos deixando a Educação em 1.º lugar. Não foi de graça. Foi com muito esforço de alunos, professores, coordenadores, mas também graças aos investimentos e ao apoio que demos”, afirmou Marconi durante sabatina no jornal O Popular  ontem (12/9).

Segundo Marconi, os investimentos com Educação sempre foram prioridade em seus governos. “Fui o único governador do Brasil que conseguiu tirar a educação da lanterna e trazer para o primeiro lugar”, disse. Marconi sempre defendeu que Educação é o meio mais democrático para garantir oportunidades entre pobres e ricos e para isso sempre investiu na qualificação dos goianos.

Marconi citou programas como Bolsa Universitária, criação da UEG e qualificação dos professores como justificava dos bons índices da Educação goiana. Segundo ele, são cerca de 200 mil bolsas universitárias em seus governos e mais de 100 mil alunos formados pela UEG. “A Educação não chegou a esse ponto de graça. Em 1999, só tínhamos 26% de professores com diploma de curso superior. Usamos a UEG para fazer a parcelada e formamos todo mundo. Consequência disso foi a melhoria no ensino. Não há nada que posso transformar e garantir mais oportunidades do que a Educação”, afirmou.

Para Marconi, a Educação em Goiás é a número um no Brasil porque o governo, alinhando com os professores e todos os profissionais da área, sempre investiu no setor. “Tivemos que contar com a enorme participação, competência e talento dos nossos professores, coordenadores e de toda equipe da Seduce. Todo mundo contribuiu para que a gente chegasse a esse ponto. A Educação goiana é a número um do Brasil. Pode e deve melhorar e vamos continuar perseguindo isso”, garantiu.

O Ministério da Educação divulgou na última semana que a rede pública goiana é líder nacional do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no Ensino Médio e no Ensino Fundamental II. No Ensino Fundamental I, ficou na 2ª colocação. Goiás cumpriu todas as metas de crescimento estabelecidas, tendo sido o único Estado a cumprir a meta no Ensino Médio.