Secima contrata elaboração dos Planos de Bacias Hidrográficas

6 de setembro de 2018

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), contratou a Fundação de Apoio à Pesquisa (Funape) da Universidade Federal de Goiás (UFG) para elaborar os Planos das Bacias Hidrográficas de Goiás. O extato do contrato foi publicado na edição desta quarta-feira (05/09) do Diário Oficial do Estado.

De acordo com o titular da Secima, Hwaskar Fagundes, os Planos são instrumentos de políticas públicas que irão traçar o diagnóstico, os cenários futuros e indicar as ações, diretrizes e metas para os próximos 20 anos. “O planejamento deverá garantir a qualidade e a quantidade de água para as futuras gerações”, afirmou.

Impactos

Serão elaborados quatro planos que abrangem as regiões Sul e Sudeste de Goiás, sendo um da Bacia do Baixo Paranaíba; um do Rio dos Bois; um do Rio Meia Ponte e um dos rios Corumbá, Veríssimo e São Marcos. Essas quatro unidades correspondem a aproximadamente 50% da área do Estado, onde estão localizados os grandes usos de água e os maiores impactos causados, inclusive, pelo Distrito Federal. “Mais de 70% do PIB goiano está concentrado nessas regiões do Estado”, disse Hwaskar Fagundes.

A elaboração dos Planos das Bacias Hidrográficas vai propiciar a atualização dos dados sobre a disponibilidade hídrica em Goiás, que deverá ser usada para o planejamento do usos em todos os setores produtivos do Estado, inclusive o turismo.

A Secima está investindo R$ 3,375 milhões, oriundos de recursos do Pró-Gestão fase 1, de convênio entre a Secima e a Agência Nacional de Águas (ANA). Os planos deverão ser construídos com a participação dos Comitês deBacias, através da mobilização e participação dos representantes dos diversos setores, em todas as atividades e etapas do estudo.