Parceria com iniciativa privada é importante para o sucesso do País, diz Temer

10 de Abril de 2018
por
Foto: Planalto

O presidente da República, Michel Temer, participou neste sábado (7) da abertura do III Simpósio Nacional de Varejo e Shopping, em Foz do Iguaçu (PR). Durante o discurso, reforçou que a parceria do Governo do Brasil com a iniciativa privada é importante para o sucesso de qualquer país. “É preciso trazer cada vez mais a iniciativa privada como colaboradora do governo. O setor produtivo nacional é fundamental para que se governe bem.”

“Quando o governo tem sucesso, traz para seu interior a iniciativa privada”, disse Temer a uma plateia de 250 empresários. Segundo o presidente, o programa Agora, é Avançar condensa essas parcerias do poder público e iniciativa privada para dar continuidade a obras em benefício dos cidadãos. “Quando trazemos a iniciativa privada, estamos fazendo uma interação do governo com a sociedade, e todas as medidas que determinamos visam naturalmente ao crescimento do varejo.”

No evento, Temer lembrou ainda as medidas econômicas e reformas estruturais empreendidas pelo Governo do Brasil e que beneficiaram tanto comerciantes quanto consumidores.

Modernização trabalhista

Entre as ações responsáveis pelos bons indicadores econômicos está a aprovação da Reforma Trabalhista, que modernizou as relações de trabalho e passou a valer em novembro. “Tiramos a legislação trabalhista de 1943 e a trouxemos para o século 21.”

FGTS

Outra medida importante para a economia brasileira foi a liberação, em maio do ano passado, dos saques em contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Ao todo, mais de R$ 44 bilhões retornaram aos contribuintes. “Essa gente foi fazer compras no varejo, foi o momento em que o índice do varejo aumentou. Ou seja, foi uma medida governamental ajustada”, comemorou o presidente.

PIS/Pasep

A assinatura de uma medida provisória em dezembro do ano passado antecipou a idade mínima para acessar os benefícios para 60 anos. “Vai redundar num aporte à economia de R$ 7 bilhões a R$ 8 bilhões, e isso, certamente, vai para o varejo”, destacou Temer.

Outras reformas

No discurso, Temer também afirmou que pretende, até o final do seu governo, concluir ou deixar encaminhada a reforma tributária. “Nós vamos levar adiante, e eu espero, quem sabe, espero que eu possa concluir o governo com isso, senão aprovado, mas muito bem encaminhado”, declarou.

Fonte: Planalto