Em Aparecida, Mutirão do Cadastro Único atende milhares de beneficiários

Os atendimentos seguem até a próxima sexta-feira, 13, e entre as ações estão cadastramento de idosos e deficientes no CadÚnico para garantir a eles o Benefício da Prestação Continuada (BPC)

10 de abril de 2018
por
Foto: Ascom

Teve início nesta segunda-feira, 09, a primeira edição do Mutirão do Cadastro Único. A ação é realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) e se estenderá até a sexta-feira, 13. Os atendimentos são realizados das 8h às 17h, sem intervalo de almoço, no salão 2 do Centro de Cultura e Lazer José Barroso, situado na Rua Gervásio Pinheiro, Residencial Village Garavelo.  A ação visa dar orientações, realizar a inclusão no cadastro social do governo federal e atualizar os dados de inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) que estão com informações desatualizadas.

“Nosso principal objetivo é cadastrar idosos e deficientes no CadÚnico para garantir a eles o Benefício da Prestação Continuada (BPC). Temos dificuldade em alcançar esse público em específico pois alguns mudam de endereço, telefone e acabamos perdendo o contato e com o mutirão nossa expectativa é conseguir alcançar a todos. Além disso, concentramos os atendimentos em um único local ajuda àqueles que têm dificuldade de se deslocar até um órgão público”, destacou a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Mayara Mendanha.

O prefeito Gustavo Mendanha participou da abertura dos atendimentos e garantiu total apoio às ações em prol da população. “Parabéns à todos os servidores que são agentes de tranformação social e tem o papel de trabalhar para mudar a situação das famílias aparecidenses que tanto sofrem. Infelizmente por causa da crise no país muitos estão cada vez mais em condições de vulnerabilidade social, perdem seus empregos e precisam de um auxílio do poder público para viver com um pouco mais de dignidade, contem comigo e toda minha equipe para mudar essa realidade”, disse o prefeito.

De acordo com a Diretora do Cadastro Único, Roseli Maria de Oliveira Silveira, Aparecida possui atualmente 34.380 famílias registradas no Cadastro Único e existem sete mil pessoas que precisam serem incluídas, sendo 4.432 deficientes e 3.232 idosos, pois a partir de agora, o Ministério do Desenvolvimento Social pede que todos os beneficiários estejam inseridos no CadÚnico, assim não perderão os benefícios, como o pagamento de um salário mínimo mensal.

“O Ministério de Desenvolvimento Social exige a inclusão dessas pessoas no CadÚnico urgentemente, pois correm riscos de perderem seu benefício. Antes não era obrigatório estar no cadastro para receber o BPC, que é um benefício assistencial de um salário mínimo ao idoso e à pessoa com deficiência, mas a partir de agora se o usuário não estiver incluído neste cadastro o benefício poderá ser suspenso pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)”, explicou.

Carlúcia Evangelista Ferreira, de 58 anos, é aposentada por invalidez e esteve no primeiro dia de mutirão para obter orientações sobre seu benefício que foi suspenso. “Até pouco tempo parei de receber meu BPC e não sabia o motivo. Sofri um acidente onde perdi tecido na minha perna e tive que colocar ferro no lugar da Tíbia. Então por conta das dores não consigo trabalhar, então preciso do benefício para comprar medicações e para me sustentar. Hoje cheguei aqui e descobri que precisava atualizar meu cadastro para recuperar minha renda, agora que atualizei espero que dê certo”, salientou a beneficiária.

Cadastro Único – É por meio do CadÚnico que as pessoas podem participar de benefícios e programas do  Governo Federal como Bolsa Família, Programa de Habitação Minha Casa Minha Vida, ID Jovem, Carteira do Idoso, e também adquirir descontos em energia, telefone e isenção na taxa de concurso público e ENEM. Para a inscrição no Cadastro Único, os interessados devem comparecer ao Centro de Cultura entre os dia 09 e 13 de abril, com documentos pessoais e familiares que residem na mesma casa.

Entre os documentos necessários estão a certidão de nascimento ou casamento; RG e CPF; carteira de trabalho, último comprovante de renda (contra-cheque se tiver de carteira assinada ou se for servidor público); título de eleitor; declaração escolar do ano atual dos estudantes da residência; comprovante de endereço.

Presenças – Também participaram da abertura do Mutirão do Cadastro Único, o vice-prefeito Veter Martins, os secretários Gerfferson Aragão (Esportes, Lazer e Juventude), Adriano Montovani (Trabalho, Emprego e Renda), Alessandro Magalhães (Saúde), Luziano da Costa Vale (Mobilidade e Defesa Social), Tarcísio Francisco (AparecidaPrev), o presidente da Câmara, vereador Vilmar Mariano (MDB) e os vereadores Mazim (SD), Lelis Pereira (DEM) e Rosildo (PP).