Os corruptos não irão vencer

8 de julho de 2018
Marcus Vinicius
por

É carioca e publicitário. @mvsmotta

Lula

Sejamos sucintos: no Brasil, bandido veste toga. Ponto. Nossa justiça não é diferente do resto do país, coalhado por corruptos, mafiosos e gente que sente desprezo não só pela lei, mas pelos cumpridores da lei. Dito isto, poucos lugares no mundo seriam tão propícios para as ações de esculacho e deboche contra a justiça dos puxa-sacos e rábulas do PT quanto o Patropi.

Soube que um desembargador petista – prestou serviços ao partido, como filiado, por 20 anos – se aproveitou de um final de semana para mandar soltar o corrupto condenado Lula. Não se iludam: nem o mais vagabundo ou estúpido apoiador do PT acredita que tal decisão seja mantida.

 A aposta é outra. Além de um verdadeiro carnaval que seria o solta-prende do marginal que se finge de candidato presidencial, o que se pretende é, na esteira das decisões sub-reptícias proferidas pelo trio Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli, soltando toda a sorte de bandido de terno e atravancando a limpeza do país contra a corrupção, adicionar mais um pouco de entulho à pistolagem judicial que vem se assanhando nos últimos meses.

Esses arreganhos nada mais são do que o velho sistema, podre, corrupto, decadente, agindo como um cartório e se defendendo do detergente que a lava-jato vem usando para remover estas cracas da vida do país. Nunca achei que seria fácil e não será.

Essa gente vai se debater, sabotar, espernear, censurar, perseguir, mentir, caluniar, forçar suas urnas eletrônicas, suas chicanas, mas no final será vencida. O cidadão de bem farejou o esgoto imundo que jorra das entranhas deste velho sistema e não vai se contentar com nada menos do que uma despoluição total.

“Os corruptos serão vencidos. Nem que seja na marra”