Até quando Brasil?

5 de setembro de 2018
Gisele M. Machado
por

Coach de Relacionamento e Palestrante Motivacional

Até quando veremos nos noticiários reportagens sobre corrupção? Até quando assistiremos esses assassinos de caneta destruírem o nosso país? Até quando veremos alguns membros da Justiça beneficiarem, soltarem esses canalhas que destroem esse país? Chega né Brasil.

Desde a invasão nesse rico país tropical, a corrupção vem, numa crescente escala, solapando esta terra tão rica e maravilhosa, e porquê? Porque somos um povo passivo, que assistimos a tudo isso sem esboçarmos se quer uma reação. Aceitamos tudo como se fosse “normal”. É muito triste ver uma meia dúzia de seres abomináveis levando vantagem em tudo. E o que é pior, uma justiça complacente DEMAIS, cheia de recursos que acaba por beneficiar alguns elementos que se apropriam do dinheiro público, e encorajando a perpetuação dessa corrupção sistêmica. Afinal, quem rouba tem dinheiro para pagar os melhores advogados e comprar resultados. Agora a pergunta que não quer calar: Para que roubar tanto, ter esse montão de dinheiro, quem precisa de tudo isso? Porque não olhar para o lado e ver o outro tão sofrido, tão carente de tudo porque está sendo roubada a dignidade e a vida.

Na constituição está escrito que todos temos direito à saúde. As pessoas estão morrendo por falta de cuidado. Pagamos impostos, mas não temos retorno. Temos direito à educação, sem comentários. Com certeza não veríamos crianças sendo usadas como aviõezinhos pelos traficantes de droga, se as mesmas estivessem em escolas de tempo integral, com acesso a uma boa educação, esporte, cultura, enfim, com a estrutura básica e digna a que temos direito. Contudo, isso é negado pelos assassinos de caneta. Essa tem sido a arma mais letal da humanidade, porque esses ladrões, acho, não percebem a extensão dos seus atos. Algumas pessoas dizem: “Meu Deus, mas a corrupção passa de pai pra filho”, sim, exemplo é tudo. Um discurso bonito fica vazio se as ações provam ao contrário.

A pergunta é: O Brasil tem jeito? TEM. Acabar com as drogas começa pela prevenção. Só existe o traficante porque tem o usuário. Precisamos provar para as nossas crianças que a consequência da droga é o fim, porém, somente fazendo um bom trabalho de prevenção. Precisamos ensinar que comprar produto “barato” é produto roubado, se o ladrão não tiver o receptador, sua profissão morre. Temos que mudar toda a estrutura política do nosso país. Temos que ter gestores com espírito empreendedor à frente dos principais cargos. Temos que ter os Três Poderes realmente independentes entre si. O Judiciário NÃO PODE ESTAR VINCULADO À POLÍTICA. Indicação política nesses cargos significa, desculpem a expressão, rabo preso, baixar a cabeça para os desmandos desses corruptos, sem alma, sem coração. Enfim, se queremos um país melhor, devemos investir pesado na educação e cultura.

Podemos começar essa mudança agora. Nessas eleições, não vamos reeleger ninguém. Vamos renovar todo o quadro da nossa política, começar do zero. Precisamos urgente mudar essa estrutura corrompida e carcomida, como bem diz nosso mais brilhante historiador Marco Antônio Villa. Vamos, a partir dessas eleições, dar um basta em toda essa bandalheira. Vamos votar conscientes. Não anulemos o voto, isso não é nada inteligente. Vamos votar em pessoas novas na política e cobrar para que quem for eleito, não seja corrompido pelo bichinho do: “eu me dando bem, que mal tem”. Pensem nisso. Acorda Brasil.