Levantamento fitossanitário da doença fúngica Mancha Marrom

9 de Janeiro de 2018
Foto: Agrodefesa

A Agrodefesa realizou no período de novembro de 2016 a outubro de 2017, o levantamento fitossanitário da doença fúngica Mancha Marrom da Alternaria em pomares comerciais de tangerinas, com o objetivo de monitorar a sua disseminação no estado de Goiás.
De acordo com o diagnóstico laboratorial, das 48 (quarenta e oito) amostras suspeitas coletadas, 22 (vinte e duas) amostras apresentaram resultado positivo em pomares localizados nos seguintes municípios: Trindade, Goiânia, Nova Veneza, Caturaí, Goianápolis, Terezópolis, Hidrolândia, Anápolis, Inhumas, Jataí e Itaberaí.
A Coordenação do Programa de Citros, ressalta a importância da adoção de medidas de prevenção e controle da Mancha Marrom da Alternaria nos pomares de tangerina, visto que esse fungo ocasiona severas lesões nos frutos acarretando a depreciação do valor comercial e aumento do custo de produção, em função da aplicação de agrotóxicos, no intuito de conter os danos econômicos acarretados por essa doença de fácil disseminação pelo vento.

Fonte: Agrodefesa