Sidebar

24
setembro domingo

 Complexo irá abrigar centro administrativo, de pesquisa e de assistência técnica da Emater

 
Na próxima segunda-feira (18), às 8 horas, o Governo de Goiás vai lançar a pedra fundamental do Novo Centro de Inovação Rural de Goiás. O Centro será administrado pela Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater). A cerimônia será realizada no Centro de Treinamento da Emater (Centrer), em Goiânia (GO), e contará com a presença do governador Marconi Perillo, entre outras autoridades.

 O Centro de Inovação Rural irá reunir, num único complexo, a estrutura central administrativa, de assistência técnica e de pesquisa agropecuária da Emater. Além de seis unidades laboratoriais,  o Centro contará ainda com um novo prédio para abrigar a sede da Agência, atualmente situada no Setor Leste Universitário, em Goiânia.

 As obras também preveem a reforma do Centrer. Localizada no Campus II da Universidade Federal de Goiás (UFG), a unidade já conta com espaços didáticos, auditório e hospedaria, que passarão por revitalização e ampliação.

 As obras serão realizadas em etapas. Na última semana de agosto, teve início a construção das unidades laboratoriais. Os processos para edificação da nova sede e para reforma do Centrer estão em estágio licitatório. As obras devem ser iniciadas nos próximo trimestre.

 Laboratórios - As unidades laboratoriais deverão proporcionar o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de fitopatologia e sementes, cultura de tecidos e biotecnologia, entomologia e controle biológico, solos e resíduos e biofábrica. O objetivo é que as unidades impulsionem a realização de pesquisas aplicadas, com foco na resolução de problemas enfrentados por produtores rurais goianos.

 Pacto de Gestão - Os recursos para construção do Centro de Inovação Rural serão disponibilizados pelo Governo de Goiás por meio do Pacto de Gestão Pública. Ao todo, estima-se um investimento de R$ 27,1 milhões para a realização das obras.

O Pacto é tutelado pela Secretaria Estadual e Gestão e Planejamento (Segplan) e tem como objetivo aprimorar a eficiência técnica e operacional das unidades do poder público.

Outros lançamentos - Durante o evento, também será realizado o lançamento do Selo de Inovação Rural, uma certificação desenvolvida pela Emater que reconhece produtos desenvolvidos no campo por meio de processos inovadores. Produtores de conserva de pimenta, conserva de guariroba e mel receberão o Selo durante o evento.

 A Agência lançará também o seu Boletim Técnico e a revista Inova Rural, materiais de caráter técnico e informativo, respectivamente. As publicações têm como objetivo promover o acesso à informação e ao conhecimento entre produtores, técnicos e sociedade sobre assuntos relacionados à agropecuária.

 Reestruturação física - Além do novo Centro de Inovação Rural, a Emater tem investido na reestruturação física de suas unidades no interior do Estado, com a reforma de Unidades Locais e Regionais.

 A Estação Experimental Santa Vitória, localizada em Araçu (GO), é uma das unidades de pesquisa que também passaram por reforma. Na Estação, onde já funcionou a Escola Fazenda de Araçu, também está sendo construída uma Usina de Beneficiamento de Sementes. Ela realizará serviços de seleção, limpeza e embalagem de grãos disponibilizado a agricultores familiares. Atualmente, tais processos são realizados por empresa terceirizada.

 

SERVIÇO: Lançamento das obras do Centro de Inovação Rural de Goiás

Data: 18 de setembro de 2017 (segunda-feira)

Hora: 8:00 h.

Local: Centro de Treinamentos da Emater (Centrer)

Endereço: Rua AR2, Qd. E, LT AR3 – Campus II da UFG – Goiânia/GO 

Durante a Sessão na última quinta-feira (14) a tribuna livre da Câmara Municipal de Goiânia foi usada pela presidente da Associação dos Lojistas da 44, Priscila Gonçalves, para pedir ajuda aos vereadores e clamar por ações que atendam às demandas da região. O convite foi feito pelos vereadores Romário Policarpo (PTC), Priscilla Tejota (PSD) e Sargento Novandir (PTN).

“Somos um grande arrecadador do município de Goiânia e não temos o respeito da prefeitura. Geramos mais de 15 mil empregos diretos e indiretos, mas nos últimos quatro meses 15 mil pessoas perderam seus empregos devido ação dos ambulantes”, revelou.

Em seu discurso, a presidente da associação falou da dificuldade de diálogo entre eles e a poder executivo e  falou dos problemas enfrentados por conta da presença dos vendedores irregulares. “A prefeitura não nos recebe, apenas promessas. Na atual situação não é possível trafegar a pé na região, os ambulantes tomaram conta das calçadas. Não estamos pedindo muito, apenas que a prefeitura de Goiânia cumpra o seu papel que é fiscalizar. Afinal, não é o ambulante que paga o imposto”, declarou.

“As nossas manifestações já começaram há quase um mês atrás e nosso objetivo é continuar protestando e cobrando do poder público uma decisão que realmente seja feita e cumprida”, completou.

A vereadora Prisicilla Tejota (PSD) reconheceu a falha da prefeitura municipal e disse que essa situação é um problema grave da cidade. “Em momentos de crise nós não podemos perder economicamente uma região tradicional como essa. É a guarda municipal que faz a retirada dos ambulantes das calçadas e nelas estão sendo fabricadas comidas a céu aberto, com uso de botijão de gás. Isso é ação da vigilância sanitária municipal”, afirmou.

A vereadora disse ainda que os comerciantes da região cobrando apenas ações de básicas que não geram gastos aos cofres públicos. “A região precisa de ações de fiscalização e de regulamentar a situação. Tudo está entregue à baderna. Nós, vereadores, podemos ajudar cobrando e tentando manter o diálogo entre eles e a prefeitura para sejam executadas essas ações”, declarou.

BOIS COMENDO MENOS E GANHANDO MAIS PESO: É o que vai mostrar a GOIÁS GENÉTICA 2017, que começará na próxima segunda-feira, 18, em Goiânia.

Eficiência reprodutiva, pecuária sustentável, gastar menos para produzir mais e melhor. Estes serão alguns dos temas a serem abordados durante a Sétima Edição do “Goiás Genética 2017”. Ela acontecerá em Goiânia de 18 a 23 de setembro, no Parque de Exposições Dr. Pedro Ludovico, na Nova Vila.
É o BRASIL PECUÁRIO, um congresso onde passará tecnologia, experiências e aptidões para produzir animais com eficiência. Um evento da Associação Goiana dos Criadores de Zebu (AGCZ) e Associação Nacional dos Confinadores (Assocon).
A abertura oficial deste grandioso encontro de mestres da pecuária nacional e internacional, está marcada para a quarta-feira, 20, às 9h00, sendo que às 10h30 acontece palestra com os jornalistas Clayton Conservani e Carol Barcelos do programa Planeta Extremo da rede Globo.

GOIÁS GENÉTICA 2017

A Associação Goiana dos Criadores de Zebu (AGCZ) é a organizadora e o evento promete levar aos produtores e pecuaristas de todo País novas ferramentas para um criatório moderno e confiável, com animais testados para pecuária de corte. Estão programadas palestras técnicas e científicas, debates, painéis, leilões, exposição de animais e disponibilização de novas biotecnologias para o melhoramento genético, aumentando a produção e a qualidade da carne produzida.
São esperados durante os 8 dias de congresso em torno de 5 mil participantes, entre pecuaristas, técnicos, acadêmicos e visitantes.
A Sétima Edição do congresso contará com a presença de especialistas conceituados do Brasil e Exterior, abordando vários temas e mostrando os animais selecionados pelos principais Programas de Melhoramento Genético do País (ANCP, PMGZ, Delta Gen, Paint, Geneplus e Qualitas).
Um dos destaques da programação científica é a conferência com o tema: “A Eficiência Alimentar como Ferramenta de Lucro”, proferida pelo Dr. Roberto Daniel Sainz da University Of Califórnia – Davis EUA.
Outro tema de relevância é “A Venda de Touros Eficientes, com Eduardo Cavallin, da Cria Fértil – Alta Genetics.

LEILÃO COM INOVAÇÃO

Um dos pontos altos da feira, além de conferências e debates, será o 23° Leilão de Elite TDTJ EMBRAPA/AGCZ que acontecerá na quarta-feira (20), a partir das 20h00. Nele, estarão reunidos os melhores touros, com eficiência reprodutiva.
Serão ofertados 60 touros das raças Nelore e Tabapuã, selecionados pela EMBRAPA/AGCZ, testados e aprovados a pasto, com avaliação genética e idade média de 24 meses.
O leilão será realizado por meio de parceria entre a AGCZ E EMBRAPA. “Será uma inovação que Goiás está trazendo em primeira mão. Um leilão de animais que foram testados e avaliados por técnica de eficiência alimentar e que busca identificar os animais que possuem maior ganho de peso, consumindo menos alimentos”, explica Wagner Miranda, presidente da Associação Goiana de Criadores de Zebu.
Antes do leilão, a organização do Goiás Genética 2017, disponibilizará aos participantes uma degustação de carnes preparada pelos alunos de Gastronomia da Faculdade Cambury.
A Goiás Genética 2017 tem como parceiros a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG), Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), Fundo para o Desenvolvimento da Agropecuária do Estado (Fundepec) e Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon).



Serviço
Data: 18 a 23 de setembro
Local: Parque de Exposições Dr. Pedro Ludovico Teixeira - Nova

O professor e historiador, Leandro Karnal, vai participar, no dia 22 de setembro, do 2ºFórum de Direito Eleitoral. O evento vai começar a partir das 9 horas e será realizado no auditório da Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás (ESMEG) e Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (ASMEGO). A promoção é da Escola Judiciária Eleitoral de Goiás (EJE/GO), com apoio do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal no Estado de Goiás (SINJUFEGO).

O evento tem por objetivo promover o debate sobre o atual processo eleitoral brasileiro, levando em consideração questões que abordam temas que vão do financiamento de campanhas até o comportamento dos eleitores nas redes sociais. Na oportunidade, o professor Leandro Karnal vai discutir sobre ética e cidadania. O Fórum também contará com a presença de Ministros do TSE e representantes da Corte Maior do TRE/GO.

O 2º Fórum de Direito Eleitoral é aberto ao público externo e os interessados poderão efetuar as inscrições através do site do Tribunal Eleitoral do Estado de Goiás (TRE-GO): www.tre-go.jus.br Para mais informações: 62-35212292 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(Texto: Ascom TJ-GO)

Vereadora Núbia Ferreira solicitou ao Governador por meio do  deputado estadual Francisco Oliveira  a instalação do Restaurante Cidadão. Segundo a vereadora, foi feito uma pesquisa se a cidade necessitaria desse programa social e todos os requisitos foram preenchidos.  Esse beneficio para a cidadão terá a marca do governo do estado em parceria com a prefeitura por meio da OVG. Serão servidas 1.000 refeições dia  ao custo de apenas R$2,00                       
Após ter solicitado e conseguido a instalação do Colégio Militar em Morrinhos, Núbia já esta solicitando ao Governador a instalação do segundo Colégio Militar para as cidades. Segundo a vereadora, a militarização das escolas públicas é um avanço na formação do caráter e disciplina dos alunos.

 A Sessão Especial “Não Podemos Esquecer: Césio 137, 30 anos depois”, realizada na noite de ontem no Plenário da Câmara Municipal por iniciativa do vereador Andrey Azeredo (PMDB), presidente da Casa, teve o objetivo de relembrar o acidente radioativo ocorrido em 13 de setembro de 1987 na Capital e de homenagear  vítimas e profissionais envolvidos nos fatos. Na solenidade, Andrey Azeredo anunciou que em outubro será realizada uma reunião entre as instituições de radioacidentados e o procurador-geral  do Estado, Alexandre Tocantins, para tratar de demandas específicas. 

      A notícia foi dada por Andrey no encerramento da Sessão ao informar que Alexandre Tocantins e o diretor geral do Centro de Assistência aos Radioacidentados (C.A.R.A), André Luiz de Souza, convidavam todos os presidentes das associações de vítimas para se reunirem "na Procuradoria Geral do Estado, no próximo mês de outubro, para discutirem as questões relativas aos medicamentos dos radioacidentados". O anúncio foi muito aplaudido e comemorado entre os presentes. 

       "Os relatos, a luta das vítimas, tudo o que houve foi muito forte e marcou profundamente a nós, goianienses. Muitas pessoas disseram que a Sessão foi também uma aula sobre a história do acidente. Diferentes pontos de vista foram apresentados livremente, com algo em comum: a dor e a coragem humanas. Foi uma Sessão tocante e necessária e fico muito grato pela sensibilidade do procurador-geral do Estado em apoiar a causa das vítimas", afirmou Andrey. 

A Defensoria Pública é considerada a instituição mais importante para os brasileiros. Pesquisa realizada pela GMR Inteligência & Pesquisa revela que 92,4% dos entrevistados a avaliam como “muito importante” ou “importante”, o que a coloca na primeira colocação entre todos os órgãos citados. O Ministério Público foi o segundo mais mencionado (91,6%), seguido pela Polícia (90,4%). Encomendada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o resultado desse levantamento foi divulgado nesta semana.

Na pesquisa realizada em 2014, a Defensoria ocupava o segundo lugar no ranking entre as instituições consideradas mais importantes para os entrevistados. Em 2017, além da conquista da primeira colocação, ela também foi apontada como a mais relevante na proteção de crianças e adolescentes (38,2%), seguida do Ministério Público (23,6%), Ordem dos Advogados do Brasil (23,4%) e Poder Judiciário (18,6%). Não souberam responder esse item do questionário 21,1% dos entrevistados.

A Defensoria também desfruta do maior percentual de confiança entre os órgãos do sistema de justiça (74,1%), estando em segundo lugar em relação a todas as instituições citadas. Ela tem destaque entre os locais procurados para a denúncia de irregularidade, sendo a mais lembrada entre os integrantes do sistema de justiça. Nesse quesito os órgãos mais citados foram Polícia (32,8%), Prefeitura (26,1%), Procon (23,3%) e Defensoria (20%).

Em relação ao conhecimento da população sobre as instituições enumeradas, a pesquisa revelou que cada vez mais pessoas conhecem a Defensoria Pública – subindo da sétima colocação em 2014 para quinta em 2017. Entre os operadores do sistema judicial, ela é a mais conhecida, estando à frente do MP, OAB e Tribunais de Justiça. Os dados apontam que 68,2% a “conhecem muito, conhecem ou conhecem pouco”, enquanto 66,9% avaliaram do mesmo modo o Ministério Público e 66,2% a OAB.

Com a missão de garantir assistência jurídica integral e gratuita à população vulnerável, a Defensoria Pública está entre as três instituições que tiveram seu trabalho mais bem avaliado pelos entrevistados. O primeiro lugar foi ocupado pelas Forças Armadas (63,7%), o segundo pela Ordem dos Advogados do Brasil (57,8%) e em terceiro a Defensoria, com 55,4%.

A pesquisa foi realizada pela GMR Inteligência e Pesquisa e acompanhada pela Assessoria de Comunicação Social e da Secretaria de Gestão Estratégica do CNMP. Foram entrevistadas 5.035 pessoas acima de 16 anos, em todo o Brasil, no período de 9 de março a 29 de maio deste ano. O levantamento tem 1,38% de margem de erro e 95% de nível de confiança. Os entrevistados foram estimulados a emitirem opinião sobre as Forças Armadas, Defensoria Pública, Ministério Público (MP), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Poder Judiciário (Tribunal de Justiça, STF, etc.), Polícia, Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Prefeitura, Assembleia Legislativa, Congresso Nacional e Partidos Políticos.

ISG abre processo seletivo para cadastro de reserva do HDT/HAA

 
O Instituto Sócrates Guanaes (ISG) - Organização Social (OS) gestora do Hospital de Doenças Tropicais dr. Anuar Auad (HDT/HAA) - abriuo Edital 005/2017 para processo seletivo simplificado que se destina à formação de cadastro de reserva para atuar no HDT/HAA. Serão selecionados profissionais para cargos administrativos, técnicos e da área médica, com salário que varia de R$ 1.146,52 a R$ 8.334,93. Os candidatos serão escolhidos por meio de análise curricular e posterior entrevista por competência.
 
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas entre 18 e 22 de setembro de 2017 (segunda a sexta-feira), de forma presencial. O candidato deve ir até a Escola de Saúde Pública Cândido Santiago – ESAP-GO, SEST/SUS, localizado na Rua 26, número 521, Bairro Santo Antônio, em Goiânia, no período de 8h às 13h, com o ficha de inscrição preenchida e documentos pessoais. O edital, com mais informações, está disponível no site www.isgsaude.org

Evento “Sabores da Estação – Edição Bolos e Doces”, que será realizado no próximo sábado (16/9), reunirá mais de 20 expositores. À venda, estarão tortas, bolos de pote, brigadeiro, palha italiana e várias outras opções de doces. A entrada é gratuita.



No próximo dia 16 de setembro (sábado), o Estação Goiânia promove o festival “Sabores da Estação – Edição Bolos e Doces”. O evento ocorre das 9h às 17h, na praça de eventos do centro de compras. Os 20 expositores convidados para participar do festival venderão desde doces mais conhecidos pelo público, como pudins, brigadeiro e grande variedade de bolos e tortas, até alguns que começaram a cair no gosto geral, como donuts, cookies e palha italiana. A entrada é gratuita.

Prazo é até o próximo dia 18 de setembro

Os consumidores lesados pela operadora de turismo London Tour que pagaram produtos oferecidos pela empresa com cartão de crédito da Caixa Econômica Federal deverão entrar em contato com o Ministério Pública Federal (MPF) em Goiás, até o próximo dia 18 de setembro, pelo telefone (62) 3243-5416 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., para se habilitar à suspensão das respectivas cobranças. Os prejudicados, aqueles consumidores cujos pacotes de turismo não foram usufruídos, devem fornecer o nome completo e o CPF ao MPF.

Entenda – o MPF obteve, no último dia 24 de agosto, decisão judicial deferindo antecipação de tutela para determinar à Caixa Econômica Federal que suspenda imediatamente o lançamento, em faturas de cartão de crédito, de cobranças aos clientes referentes à aquisição de qualquer tipo de produto ou serviço comercializado pelas empresas Rodrigo Rodrigues – London Tour-ME e Algo Mais Representações de Turismo EIRELI-ME. A decisão, proferida pela 6ª Vara da Justiça Federal em Goiás, cujo titular é o juiz federal Carlos Augusto Tôrres Nobre, é fruto de Ação Civil Pública (ACP) proposta no início do mês pelo MPF.

No entanto, em despacho da última terça-feira (12), o mesmo juiz federal intimou o MPF para que forneça, no prazo de cinco dias, a relação das pessoas prejudicadas com o respectivo nº do CPF. A Justiça entendeu que a Caixa é mera emissora de cartões de créditos aos seus clientes, não tendo relação contratual com os estabelecimentos credenciados/habilitados a receber pagamentos com os cartões. Assim, está materialmente impossibilitada de cumprir a decisão proferida no dia 24 de agosto, caso não lhe sejam informados quais são os clientes (pelo menos nome e CPF) que devem ter suspensos os lançamentos das cobranças nas suas faturas de cartão de crédito.

Histórico – a operadora de turismo London Tour, conforme amplamente divulgado pela imprensa recentemente, é suspeita de aplicar golpes em centenas de clientes e gerar prejuízo de mais de R$ 1 milhão. Na prática, muitos consumidores lesados procuraram o Procon Goiás e a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor, narrando terem adquirido pacotes de viagens para países como Israel, Jordânia, Emirados Árabes Unidos, países escandinavos, Rússia etc., e que, mesmo após terem realizado os pagamentos, via cheque ou cartão de crédito, foram informados pelos responsáveis pela London Tour que as viagens e excursões não seriam realizadas. A empresa alega estar em dificuldades financeiras e que há uma ação de recuperação judicial em curso na 18ª Vara Cível e Ambiental de Goiânia.

No entanto, de acordo com a ACP citada, há indícios que demonstram que a ação de recuperação judicial só foi proposta após a denunciação dos consumidores e que ainda foram vendidos pacotes turísticos, ingressos e passagens aéreas até a data imediatamente anterior ao completo fechamento da agência. Para a procuradora da República Mariane Guimarães, autora da ACP, tal fato evidencia a má-fé dos representantes das empresas.

Caixa – embora o Ministério Público do Estado de Goiás (MP/GO) já venha atuando no caso, os autos chegaram ao MPF/GO por se verificar que a Caixa, empresa pública federal, continua efetuando as cobranças aos consumidores que contrataram os serviços da London Tour por meio de cartões de crédito emitidos pelo banco, mesmo que os serviços de turismo contratados jamais tenham sido ou serão prestados.

Clique aqui e leia a íntegra da decisão (Processo nº 1002487-38.2017.4.01.3500 – 6ª Vara da Justiça Federal em Goiás).

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), defendeu projeto (PLC 44/2016) que dá atribuição a justiça militar da União de julgar militares das forças armadas que cometam homicídios dolosos em atividades de garantia da lei e da ordem. O texto aprovado na Comissão de Relações Exteriores nesta quinta-feira (14/9) será apreciado pelo plenário do Senado. Para o senador, a medida é justa para que militares no exercício da garantia da segurança pública tenham direito a um julgamento célere. 

“O que está se restabelecendo hoje é exatamente uma prerrogativa que sempre existiu, que é da justiça militar. Essa justiça militar da União tem a prerrogativa de julgar e julga com mais competência. A justiça comum demora de oito a 10 anos para julgar um caso, em que um jovem fica sem saber o que será da vida dele diante de um enfrentamento com o bandido. Se ele utilizar sua arma, vai ficar durante oito ou 10 anos sem ter perspectiva alguma. Está fazendo a segurança da nação, do Estado e plantando o que o Estado deve fazer”, explicou Caiado. 

O parlamentar reforçou a importância da atuação das forças armadas no combate à violência diante de uma situação de guerra urbana. Ele deu como exemplo a situação alarmante de cidades do Entorno do DF.  ” Só quem não quer realmente ver, imagina que nós não estamos vivendo uma guerra urbana. É uma realidade. Onde é que está a presença do Estado nas favelas do Rio de Janeiro? Onde é que está a presença do Estado em algumas cidades do Entorno de Brasília? Para qualquer cidadão ter acesso ao bairro ou levar uma mercadoria ou construir uma obra tem que pedir autorização ao traficante da região. Esses jovens do Exército, Marinha, Aeronáutica estão preparados para guerra. Não podem cerceá-los de fazer esse enfrentamento da violência. No Entorno de Brasília, temos a 20ª cidade mais violenta do país, Novo Gama. Só uma estatística rápida: em 2016, nós tivemos 170 assassinatos por dia. No Brasil, em quatro anos, foram assassinadas 279 mil pessoas, mais do que a guerra da Síria”, exemplificou.

Corredores amadores e profissionais poderão participar do evento, que terá percursos de 5 e 10 km

 
Atletas, pessoas da comunidade e cooperados ainda podem realizar a inscrição para a “3ª Corrida Sicoob Engecred-GO”, que será realizada no dia 24 de setembro, em Goiânia (GO). A iniciativa, de caráter esportivo-social, tem o objetivo de valorizar a qualidade de vida a partir da promoção do bem-estar social e prática de atividades físicas saudáveis e integra o calendário de comemorações dos 16 anos de atividade do Sicoob Engecred-GO. Ao todo, serão distribuídos mais de R$ 22 mil em prêmios, e todos os corredores receberão medalhas personalizadas pela participação.

Para se inscrever na “3ª Corrida Sicoob Engecred-GO”, interessados devem acessar o site oficial do evento (www.hanker.com.br/sicoobengecred) e realizar o seu cadastro. A inscrição, que poderá ser feita até o dia 19 de setembro, possui o investimento de R$ 80,00, mais a doação de dois quilos de alimentos por atleta. Todos os produtos arrecadados serão doados à instituições de auxílio a jovens, crianças e idosos.

Atletas filiados à Federação Goiana de Atletismo (FGAt) possuem 10% de desconto, já os corredores que possuam mais de 60 anos irão pagar apenas 50% do valor da inscrição, e pessoas que possuam necessidades especiais são isentas da taxa de inscrição desde que apresentem laudo médico no momento da retirada do kit do evento. Para mais informações, consulte o regulamento disponível no site oficial da corrida.

Como programação especial da competição, todos os presentes poderão participar de uma aula de zumba, exercício físico aeróbico baseado em movimentos de danças latinas, que será ministrado, ao ar livre, pelo professor Dennys Viana.

Para cooperados

Os associados do Sicoob poderão se inscrever com desconto especial. Nesses casos o cadastro deve ser realizado exclusivamente na agência do Sicoob Engecred-GO localizada na Av. República do Líbano, acima da Praça Tamandaré. Até o dia 19 de setembro, a efetivação da inscrição pode ser feita pelo valor de R$ 40,00 e dois quilos de alimentos não perecíveis.

Kit Atleta

Cada corredor inscrito deverá retirar, nos dias 22 e 23 de setembro, das 14h às 20h, na Decathlon em frente ao Shopping Flamboyant, um kit contendo camiseta, boné e mochila personalizada, além de um número de peito com um chip para identificação individual. O conjunto será disponibilizado aos participantes mediante a entrega dos alimentos.

Organização e percurso

A “3ª Corrida Sicoob Engecred-GO” tem expectativa de receber 1.500 participantes, divididos em dois percursos distintos: 5 Km e 10 km. A prova terá largada na Av. República do Líbano, no Setor Oeste. A idade mínima exigida para a participação é de 18 anos para o trajeto de 10 km e 16 anos para o de 5 km. E, por ter uma natureza inclusiva, a competição também possui categorias desenvolvidas especialmente para pessoas que possuem algum tipo de deficiência: cadeirante, deficiente visual e deficiente físico andante.

A organização da competição fica a cargo da Hanker Live MKT, empresa de eventos e promoções com grande experiência em corridas. O evento tem o patrocínio do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás (OCB-GO), da FGR Urbanismo, do Privé Diversão e da Unimed Goiânia. A corrida também recebe o apoio da ABL Service Manager, da rede Jin Jin Wok e da SOMOS - Desenvolvimento Imobiliário.

Na sessão desta quinta-feira (14) os vereadores aprovaram em primeira votação o projeto de Lei Projeto de Lei n° 208/2017, de autoria da vereadora Priscilla Tejota (PSD), que institui o Programa Dinheiro Direto na Escola PRO-MERENDA que descentraliza os recursos financeiros para a alimentação na rede de ensino municipal de Goiânia.

Segundo a autora, o projeto vai beneficiar os alunos, que terão uma melhor qualidade alimentar, e não vai onerar o município. “A escola municipal hoje possui toda condição de receber o dinheiro direto na escola. Ouço em meu gabinete diversas denúncias de professores dizendo que, muitas vezes, em escolas de cem alunos chegam apenas dois abacaxis para o lanche. Nosso objetivo é a mudança no estilo da compra da merenda escolar e não da forma do recurso, pois o modelo atual tem se mostrado corrupto e ineficaz”, argumentou Priscilla.

Com a descentralização da merenda escolar os recursos financeiros vão direto para as instituições de ensino para que estas possam gerenciar a compra e a preparação dos alimentos.   O PRO-MERENDA prevê que a transferência dos recursos financeiros seja efetivada pela Secretaria Municipal da Educação e Esporte, sem a necessidade de convênio, ajuste, acordo ou contrato, atendidas as normas legais aplicáveis.

O projeto segue para apreciação da Comissão de Educação e Cultura, Ciência e Tecnologia. 

Diretores receberam grupo de Aparecida que está em missão oficial naquele país e se dispuseram a ajudar na implantação de projetos tecnológicos que venham a ser implantados na cidade

Depois dos primeiros compromissos em TelAviv, o segundo dia da missão do prefeito Gustavo Mendanha em Israel foi na cidade de Berseba, localizada a 105 quilômetros de Jerusalém. Ele e o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Cleomar Rocha, fizeram visitas técnicas ao Parque Tecnológico da cidade e ao Parque Científico Carasso. Toda a agenda do prefeito em Israel tem sido articulada e acompanhada diretamente pelo embaixador daquele país no Brasil, Yossi Shelley.

No Parque Tecnológico- reconhecido mundialmente pelo seu potencial na criação de ferramentas inovadoras na área da segurança –, Gustavo e Cleomar foram recebidos pelo diretor, Roy Zwebner, que apresentou as diretrizes do local e deu detalhes sobre as empresas que integram aquele espaço. “Podemos dizer que este parque é a base, o alicerce de um grande projeto que este país tem, desde 2011, de transformar Berseba em uma ‘cibercidade’, ou em outras palavras, a cidade responsável por toda a segurança cibernética de Israel. Poderíamos falar até em ‘capital tecnológica’ de Israel”, comentou o prefeito.

Cleomar  Rocha lembrou que o Parque Tecnológico em Bersebatem quatro grandes pilares, ou quatro parceiros: duas empresas privadas, o governo israelense e a Universidade Ben Gurion, que tem mais de 25 mil alunos e que atrai estudantes de todo o país. “A nossa perspectiva é aplicar as soluções exitosas já experimentadas aqui em Israel e reduzir a margem de erro na implementação de nosso parque tecnológico em Aparecida”, ressaltou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Já no Parque Científico Carasso, o grupo deparou-se com inúmeras atividades interativas para o ensino de Ciências para crianças e que abrangem todas as áreas do conhecimento. “Este local é referência mundial quando falamos em ‘preparação’ do público infantil para compreender ciência. E a aposta do país é construir conhecimento. Por isso a importância que eles dão aos ‘primeiros passos’”, explicou Cleomar. O prefeito, por exemplo, teve a oportunidade de conhecer um pequeno automóvel impresso por uma impressora 3D em um dos laboratórios do parque.

“Nas visitas técnicas realizadas nesta quarta-feira, estivemos com os diretores dos dois parques. Ambos se mostraram solícitos em nos auxiliar, de diferentes formas, com alguns projetos que implementaremos em Aparecida”, comemorou o prefeito Gustavo Mendanha. A primeira-dama e secretária de Assistência Social, Mayara Mendanha, também integra a comitiva que está em missão oficial a Israel.