Sidebar

24
setembro domingo

O Tribunal do Júri condenou, na sexta-feira (15/9), Hélio Ferreira da Silva Júnior a 7 anos e 6 meses de reclusão pela morte de Jéssica Correia de Queiroz, atropelada por ele, que se encontrava embriagado, no dia 16 de abril do ano passado. A acusação foi feita pelo promotor de Justiça José Eduardo Veiga Braga Filho, em sessão presidida pelo juiz Eduardo Pio Mascarenhas de Silva.

Os jurados acolheram argumentação do MP, reconhecendo a materialidade das lesões sofridas pela vítima, atribuindo a autoria do delito ao réu. Os jurados entenderam que Hélio Ferreira da Silva Júnior assumiu o risco de produzir o resultado da morte. O promotor de Justiça havia requerido a condenação do réu pelo crime de homicídio, enquanto a defesa pediu a desclassificação do crime para homicídio culposo.

Homicídio 
De acordo com a denúncia do MP, no dia 16 de abril de 2016, por volta das 21 horas, Hélio conduzia seu veículo na Avenida 85, nas proximidades da sede do Goiás Esporte Clube. Na mesma avenida, a vítima pilotava uma moto, no sentido Serrinha-Centro. Ao se aproximar do cruzamento com a Rua T-60, onde há sinalização por semáforo, ela, que estava na faixa da esquerda, diminuiu a velocidade, uma vez que o sinal estava vermelho e já havia carros parados à frente. Hélio, que dirigia embriagado, no mesmo sentido e faixa, não freou o carro e, com essa conduta, assumiu o risco de matar qualquer pessoa que ali se encontrasse.

Assim, Hélio bateu violentamente a frente do seu carro com a parte traseira da moto de Jéssica que, com o impacto foi arremessada por muitos metros à frente, caindo já no meio do cruzamento entre as duas vias.
Em seguida a esse impacto inicial, Hélio ainda bateu seu carro na traseira direita de um outro veículo, que estava parado na faixa central aguardando a abertura do semáforo, tendo, depois, subido a calçada e batido na mureta da sede do clube e em uma árvore, parando, finalmente, atravessado na pista.

Segundo a denúncia, o Corpo de Bombeiros constatou a morte da vítima ainda no local, enquanto Hélio foi encaminhado ao Hospital Jardim América, sendo evidenciado, por teste de alcoolemia, o valor de 1,40 mg/L, razão pela qual foi preso em flagrante. A denúncia foi oferecida pelo promotor de Justiça Rodrigo Félix Bueno, no dia 29 de abril do ano passado.

(Texto: Assessoria de Comunicação Social do MP-GO )

No dia 24 de setembro, o Parque Flamboyant se transforma em palco para que a Orquestra Filarmônica de Goiás apresente clássicos de musicais e do pop. Também integram o repertório obras com características folclóricas e ainda clássicos da música orquestral. 

Sob a batuta do Regente Titular Neil Thomson, serão apresentadas as composições Protofonia, de Carlos Gomes; Farandole, de Bizet; Danças populares romenas, de Bartók; Cavalaria ligeira, de Suppé; Finlândia, de Sibelius; Seleções do filme Chicago compostas por Ebb e Kander; Um medley de James Bond, de Jonh Barry e para fechar com chave de ouro e com as energias lá no alto, Dancing Queen, do Abba.

A Filarmônica convida todos a reunirem a família e os amigos para realizarem um piquenique enquanto assistem ao concerto. Nada melhor do que compartilhar momentos e consolidar memórias em meio a natureza ouvindo boa música.

A apresentação tem início às 17h. A participação é gratuita! Basta levar uma toalha, lanche reforçado, boa companhia, que o resto é por conta da Orquestra.
 
Filarmônica no Parque Flamboyant
Data: 24/09 ( domingo)
Local: Parque Flamboyant – Jardim Goiás
Horário: 17h
Participação gratuita

Programa:
A. Carlos Gomes: Il Guarany: Protofonia
G. Bizet: L’Arlesienne: Farandole
B. Bartók: Danças populares romenas
F. Suppé: Cavalaria ligeira
J. Sibelius: Finlândia
F. Ebb e J. Kander: Seleções do filme “Chicago”
J. Barry (arr. P. Cambel): James Bond Medley
Abba (arr. P. Campbell): Dancing Queen

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado, foi recepcionado no último sábado (16/09) pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), em mais uma edição do Mutirão nos Bairros, realizado nesta sétima edição na Vila Rizzo, região Oeste de Goiânia. Para o peemedebista, o parlamentar é um grande companheiro de caminhada.

"Ronaldo Caiado é meu companheiro há muito tempo. Fizemos juntos a campanha em 2014 e juntos vamos caminhar por este mundo afora", garantiu o prefeito.

A fala foi durante coletiva, quando a imprensa questionou os dois sobre a unidade para 2018. O senador lembrou que a luta pela união é prioridade.

"O processo será consolidado. Estamos fazendo algo diferente dos anos anteriores, com vários encontros regionais. Não chegaremos em 2018 de improviso, mas com uma chapa bem montada", disse.

Aprovação

Esta é a terceira edição que conta com a participação do senador. Nos últimos dois meses o democrata acompanhou as atividades junto ao prefeito nas regiões Leste e Sul de Goiânia. Para o parlamentar, a adesão da população é um claro sinal de que ela aprova a administração do prefeito Iris Rezende.

"É sempre uma surpresa positiva ver a participação dos goianienses nos mutirões da Prefeitura. Hoje estive na 7ª edição e vi como os cidadãos participam ativamente quando são recepcionados de maneira séria e competente pela administração pública. O prefeito Iris Rezende sempre mostrou ao Brasil que é preciso ir às ruas conversar com as pessoas. Política não se faz em gabinete", afirmou.

No evento de hoje, moradores da região fizeram questão de tirar fotos com o senador e manifestar apoio ao trabalho no Senado. O mutirão também foi uma oportunidade de encontros com a ex-deputada Íris Araújo (PMDB); o presidente da Câmara de Goiânia, Andrey Azeredo; o deputado estadual Wagner Siqueira (PMDB); vereadores da capital e o advogado Djalma Rezende.

Após retorno da missão comercial que liderou ao Cone Sul, governador avalia resultado da intensa agenda de trabalho no Uruguai, na Argentina e no Paraguai

O governador Marconi Perillo afirmou neste domingo, ao avaliar os resultados da Missão Comercial do Governo de Goiás para o Cone Sul, que a agenda permanente de apresentação das potencialidades e oportunidades econômicas do Estado ao redor do mundo fortalece o mercado local e antecipa possibilidades de novos negócios. "As missões fortalecem a economia de Goiás, na medida em que internacionalizam nosso mercado e ampliam as possibilidades de fazermos novos negócios", disse o governador, que liderou delegação de empresários goianos em agenda comercial no Uruguai, na Argentina e no Paraguai entre os dias 7 e 13 deste mês.

Marconi disse que o momento atual da economia, marcado pelos sinais de superação da crise nacional, é ainda mais estratégico para a prospecção de novos negócios e oportunidades. "O Brasil está começando a efetivamente virar a página da crise econômica e este é o momento para falarmos do futuro, da retomada do crescimento. Quem aproveitou esta fase vai sair na frente. Quem não é visto, não é lembrado", disse. "Não tenha dúvida. Goiás não cresce e gera empregos acima da média nacional à toa, por geração espontânea. Isso é resultado dos investimentos públicos, dos incentivos fiscais, da parceria com o setor produtivo e das missões", afirmou.

O governador afirma que os resultados das missões aparecem em diversos recortes dos números da economia do Estado, do anúncio de novos investimentos privados nos últimos meses, mesmo em meio à crise econômica nacional, passando pelo saldo da balança comercial, e na geração de empregos. "Os números mostram a efetividade das missões. O total de países para os quais Goiás exporta seus produtos cresceu duas vezes e meia; de cerca de 50, em 1998, para 152 nações em 2017. China, Holanda, Índia, Rússia, Coreia do Sul, Irã, Estados Unidos, Hong Kong, Vietnã e Itália são os principais destinos das mercadorias de Goiás; exatamente os países priorizados pelas principais missões comerciais empreendidas", disse.

"O saldo da balança comercial é positivo para Goiás, com os valores exportados superando o total de importações, evidenciando a força da economia do Estado e o resultado do estímulo do Governo de Goiás à promoção do comércio exterior. Entre os maiores investimentos estrangeiros anunciados para o Estado nos últimos meses estão Heineken, Caracal, Gerresheimer, Orinoco Gold, Anglo e Heinz", exemplificou o governador. "Todos resultados das missões comerciais realizadas pelo Governo de Goiás. É o caso também de Hyundai, Suzuki e da ampliação da Mitsubishi, para lembrar alguns casos", disse.

Marconi afirma que o crescimento econômico é resultado de estímulos em diversas direções, com destaque para os investimentos públicos em obras de infraestrutura social e econômica, para os incentivos fiscais no caso dos Estados em desenvolvimento, e para a divulgação das oportunidades de negócios em outras unidades da federação e no exterior. "Sempre impulsionamos o crescimento em diversas frentes, e agora estamos atacando a crise por todos os lados. Em 18 anos, o PIB cresceu dez vezes, de R$ 17,4 bilhões, em 1998, para uma projeção de R$ 200 bilhões, em 2017. O saldo da balança comercial cresceu de US$ 1,093 bilhão para US$ 2,515 bilhões, nesse período", disse. "As crises representam excelentes oportunidades, quando bem aproveitadas", afirmou.

Leia, abaixo, a íntegra da avaliação do governador Marconi Perillo sobre os resultados das missões comerciais:

"As missões comerciais geram empregos"
As missões fortalecem a economia de Goiás, na medida em que internacionalizam nosso mercado e ampliam as possibilidades de fazermos novos negócios. Aumentar o comércio bilateral entre Goiás e os três países, e estreitar laços na educação, na cultura e na inovação tecnológica. Na economia, temos muito espaço para crescer. Ainda não há nenhum país sul-americano na relação das 10 nações com as quais Goiás tem maior intercâmbio comercial. Nos acompanham empresários interessados em ampliar seus negócios com os países visitados, principalmente. No caso desta missão, o foco maior é o agronegócio e agroindústria. Importante lembrar que os empresários são convidados e viajam com recursos próprios. Fizemos reuniões muito produtivas com empresários e autoridades locais, na apresentação das potencialidades e oportunidades de Goiás. Diversos empresários que compõem a delegação já fecharam ou deixaram negócios bem encaminhados nos três países, nos diferentes setores representados na delegação.

"As crises representam excelentes oportunidades, quando bem aproveitadas"
Imprescindível. O Brasil está começando a efetivamente virar a página da crise econômica e este é o momento para falarmos do futuro, da retomada do crescimento. Quem aproveitou esta fase vai sair na frente. Quem não é visto, não é lembrado. Não tenha dúvida. Goiás não cresce e gera empregos acima da média nacional à toa, por geração espontânea. Isso é resultado dos investimentos públicos, dos incentivos fiscais, da parceria com o setor produtivo e das missões. Sempre impulsionamos o crescimento em diversas frentes, e agora estamos atacando a crise por todos os lados. Em 18 anos, o PIB cresceu dez vezes, de R$ 17,4 bilhões, em 1998, para uma projeção de R$ 200 bilhões, em 2017. O saldo da balança comercial cresceu de US$ 1,093 bilhão para US$ 2,515 bilhões, nesse período. As crises representam excelentes oportunidades, quando bem aproveitadas.

"Aumentamos nosso comércio justamente com os países que foram pauta das missões"
Os números mostram a efetividade das missões. O total de países para os quais Goiás exporta seus produtos cresceu duas vezes e meia; de cerca de 50, em 1998, para 152 nações em 2017. China, Holanda, Índia, Rússia, Coreia do Sul, Irã, Estados Unidos, Hong Kong, Vietnã e Itália são os principais destinos das mercadorias de Goiás; exatamente os países priorizados pelas principais missões comerciais empreendidas. O saldo da balança comercial é positivo para Goiás, com os valores exportados superando o total de importações, evidenciando a força da economia do Estado e o resultado do estímulo do Governo de Goiás à promoção do comércio exterior. Entre os maiores investimentos estrangeiros anunciados para o Estado nos últimos meses estão Heineken, Caracal, Gerresheimer, Orinoco Gold, Anglo e Heinz. Todos resultados das missões comerciais realizadas pelo Governo de Goiás. É o caso também de Hyundai, Suzuki e da ampliação da Mitsubishi, para lembrar alguns casos.

"Estamos mostrando ao mundo nossa força econômica e social"
O aumento da pauta exportadora, com mais empresas goianas vendendo para fora do Estado e do País, balança comercial mais robusta em decorrência disso, e integração entre Goiás e esses países, com reflexos no turismo, no comércio e nos serviços; além da atração de investimentos industriais e produtivos. A missão ao Cone Sul é um grande sucesso, quer pela qualidade e conteúdo das agendas bilaterais, ou pela representatividade da delegação empresarial que me acompanhou. Estas missões são a grande e única oportunidade para apresentarmos o Estado de Goiás ao mundo, revelando suas potencialidades, sua força econômica, consumidora, além de intercambiar nas áreas do agronegócio, educacional e cultural, dentre outras. 

"Goiás ganhou relevância no cenário político e econômico interno e externo após as missões"
A principal evidência acerca da importância da liderança política e econômica de nosso Estado se mostra na excelência da agenda que desenvolvemos: encontro com o presidente do Paraguai, reuniões com os ministros de Relações Exteriores dos três países visitados, reunião com o presidente do Senado da Argentina, encontros de trabalho com ministros e empresários, seminários e rodadas de negócios no Uruguai, Argentina e Paraguai; e a outorga do diploma de hóspede de honra de Buenos Aires, concedida pela unanimidade dos deputados portenhos. As agendas foram rigorosamente definidas pelos competentes embaixadores do Brasil acreditados naqueles países, contando com o apoio dos embaixadores que representam os três países em Brasília.  Não há dúvida de que é uma excelente iniciativa que promove a internacionalização de Goiás.
 

Em mais uma operação articulada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), dentro do Programa Goiás Contra a Carne Clandestina, foram apreendidas mais de 2 toneladas de produtos de origem animal impróprios para o consumo no interior do Estado. A operação ocorreu nos dias 12, 13 e 14 em Mineiros, no Sudoeste goiano.

Ao todo, foram apreendidos 2.805 quilos (kg) de produtos de origem animal em 68 estabelecimentos visitados no município, incluindo pescados, segundo dados da Agrodefesa e da Vigilância Municipal. Já o Procon Goiás lavrou 19 autos de infração/termos de notificação e 18 autos de apreensão, sendo apreendidos 1.433 itens, correspondentes a 253 litros de produtos líquidos e 255 kg de produtos sólidos, todos impróprios ao uso e consumo.

Os produtos apreendidos foram inutilizados e descartados no próprio local. Os estabelecimentos comerciais que foram fiscalizados (confira aqui ) poderão apresentar defesa e terão oportunidade para se adequar, continuando a ser monitorados pela fiscalização local. 
A ação foi articulada pelo Centro de Apoio Operacional do Consumidor e Terceiro Setor do MP-GO, coordenado pelo promotor Rômulo Corrêa de Paula, e pela 2ª Promotoria de Mineiros. A iniciativa teve como objetivo combater o abate e a comercialização de produtos de origem animal clandestinos (sem inspeção, sem rotulagem, com prazo de validade vencido, fora dos padrões de higiene, entre outras irregularidades).

Participaram, em conjunto com o MP-GO, órgãos parceiros como Procon Goiás, Agrodefesa, Vigilância Sanitária Municipal e Polícia Civil.

(Texto:Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

 O presidente da Câmara Municipal, vereador Andrey Azeredo (PMDB), participou, na manhã deste sábado, da abertura do sétimo Mutirão da Prefeitura, realizado na região Oeste da cidade, e acompanhou a comitiva do prefeito Iris Rezende vistoriando obras nos bairros. Os vereadores Anselmo Pereira (PSDB), Juarez Lopes (PRTB), Léia Klebia (PSC), Tiãozinho Porto (PROS), Paulo Daher (DEM), Felisberto Tavares (PR), Paulo Magalhães (PSD), Tatiana Lemos (PC do B), Emilson Pereira (PTN), Vinícius Cirqueira (PROS), Paulinho Graus (PDT) e Welligton Peixoto (PMDB) também acompanharam a comitiva, composta pela primeira-dama Iris de Aráujo, pelo senador Ronaldo Caiado (DEM) e pelos secretários municipais.

      "Além das melhorias e atendimentos que a prefeitura faz nos Mutirões, considero igualmente importante a oportunidade que nós, vereadores, o prefeito e os secretários municipais temos de conversar com as pessoas, ver onde e como elas moram e ouvir o que precisam. Somos muito cobrados e até criticados, mas sobretudo recebemos sugestões valiosas, conhecemos a cidade e ganhamos calor humano da população. As pessoas recebem carinhosamente o Mutirão e essa energia nos enche de mais responsabilidade e disposição para trabalhar", afirmou Andrey Azeredo.  

      A primeira atividade do dia foi o hasteamento das bandeiras com o prefeito ao som do Hino Nacional. Em seguida, Andrey visitou todos os estandes com a comitiva durante mais de duas horas e depois foram visitar as obras de construção das praças dos setores Eli Forte e Eli Forte Extensão, nas ruas EF-5 com EF-6 e EF-25 com EF-30, respectivamente. As duas novas praças terão projeto paisagístico com pista de caminhada, parque infantil e estação de ginástica.  

       De lá, foram para o CMEI do Residencial Alphaville, localizado na rua Alfa-24 com Alfa-19. A última parada da manhã foi na recém-reformada escola municipal Honestino Monteiro Guimarães, na rua Professor José Ferreira da Cunha no Jardim Aritana. As duas unidades educacionais foram reformadas através do projeto Escola Viva e receberam pintura, manutenção de equipamentos, troca de vidros, identificação, poda de árvores, reparos nos telhados e nas redes elétrica e hidráulica. 

      A frente de serviços será realizada até amanhã, domingo, ao meio-dia, com trabalhos de infraestrutura e urbanização e a expectativa de realização de mais de 50 mil atendimentos nas áreas da saúde, educação, meio ambiente, direitos humanos, jurídica, beleza, habitação, assistência social, parcelamentos e consultas de impostos, atividades culturais, adoção de animais, brincadeiras para as crianças, emissão de documentos e orientações diversas. 

      Os estandes com toda a estrutura da administração municipal estão montados sob tendas na Rua Timbaúba, Qd. 4, Villa Rizzo, na saída para Guapó, em frente ao posto Tabocão (BR 060). Os atendimentos e serviços do evento englobam, nesta sétima edição, os bairros Residencial Santa Fé, Forte Ville, Fidélis, Odécio Zaco, Rio Verde, Kátia, Solar Bougainville, Gardênia, Loteamento Alphaville, Jardim Alphaville, Residencial Alphaville, Vila São Paulo, Jardim Botânico, Vila Rizzo, Residencial Della Penna, Condomínio Mansões Eldorado, Parque Santa Rita, Jardim Eli Forte, Residencial Village Santa Rita I, II, II e IV, Condomínio Jardim Aritana, Condomínio Rio Branco, Jardim Marques de Abreu, Residencial Ponta Negra, Condomínio Anhanguera, Chácara Salinas, Loteamento Solar Santa Rita, Village Santa Rita.

Quando pensou em criar uma lei instituindo o Festival da Cachaça de Orizona, em consonância com o governador Marconi Perillo, a deputada estadual Eliane Pinheiro projetava que isso alavancaria um produto que qualifica o município, com o intuito de fazê-lo reconhecido no Brasil e no mundo. Marconi não só apoiou como incentivou a criação, como fez com outros produtos e festivais desde que assumiu o governo pela primeira vez, em 1999.

Eliane Pinheiro acompanhou hoje o governador Marconi Perillo durante as festividades pelo aniversário de 167 anos de emancipação de Orizona e último dia do 1º Festival da Cachaça, da Gastronomia e Cultura da cidade, que tem como parceira a prefeitura municipal, com o apoio e a parceria do prefeito Joaquim Marçal, do Sebrae Goiás e da Goiás Turismo.

“Nossa cachaça é hoje uma das melhores do País e nós ainda não somos reconhecidos por isso. A cachaça de Minas Gerais hoje é tida como a melhor – e não é verdade. Quando pensei em criar um festival, falei com o governador, que sugeriu irmos mais além e criarmos o circuito. O objetivo é incentivar, profissionalizar e tirar os produtores de cachaça da informalidade”, explicou Eliane Pinheiro. “O Sebrae Goiás também foi parceiro importantíssimo, assim como a Goiás Turismo”, apontou.

 Para Marconi Perillo, que parabenizou a população pelo aniversário, com a profissionalização de Orizona na exposição dos principais produtores de cachaça, o município será conhecido nacional e internacionalmente. A cachaça de Goiás já conseguiu um bom mercado externo e a tendência é expandir, disse o governador. “A cidade será conhecida no mundo”, projetou ele, que citou ações realizadas em outras cidades, que se tornaram marcas registradas dos municípios.

“Posso dizer que sou pé quente. Fiz o primeiro festival de cinema na Cidade de Goiás, e já está na vigésima edição. Fizemos o primeiro festival de música em Pirenópolis e já está na 19ª edição. Fizemos o primeiro de gastronomia e já está no 16º”, afirmou o governador, ao fazer referência ao Fica, Canto da Primavera e ao Festival Gastronômico de Pirenópolis, respectivamente.

 

Projeto de Lei de Eliane Pinheiro  institui o Circuito da Cachaça

 

Está em fase de segunda votação na Assembleia Legislativa o projeto n° 2977/17, de autoria da deputada Eliane Pinheiro, que institui o Circuito Turístico Cultural da Cachaça no Estado de Goiás. Segundo o texto da matéria, o principal objetivo desse circuito é valorizar e divulgar as várias marcas de cachaça, produzidas nas diversas regiões do Estado, com a finalidade de melhorar a qualidade de tais produtos e dos respectivos serviços associados e estimular os produtores e o turismo.

 Conforme a proposição, durante todo o período do circuito, os produtores de cachaça oferecerão ao público preços diferenciados, apresentando uma cachaça específica para o evento, divulgando suas características e as tradições de cada região.

Em missão oficial a Israel, Gustavo Mendanha busca empresas  que desenvolvem soluções modernas e inovadoras para impulsionar o crescimento e desenvolvimento da cidade que ele administra

O principal objetivo da agenda do prefeito Gustavo Mendanha, que está em missão oficial em Israel desde o início desta semana, tem sido a busca por grandes projetos e ferramentas tecnológicas que possam ser implementados em Aparecida e por soluções - as mais inovadoras possíveis - para demandas inerentes a uma cidade do porte que ele administra.

“Esta experiência em Israel tem sido muito importante. A possibilidade de levar novas empresas e investidores para Aparecida me deixa muito entusiasmado. Nós precisamos colocar Aparecida em um novo patamar, e acelerar, ainda mais, seu desenvolvimento econômico e tecnológico”, diz o prefeito. “Quero que Aparecida continue brilhando como uma cidade de suma importância para o nosso Estado e para o nosso País, que continue a crescer da forma como tem crescido. Que seja uma cidade conectada ao mundo. E por isso estou aqui, atrás de boas experiências”, acrescenta.

Nesta sexta-feira (15), com o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Cleomar Rocha, Gustavo esteve na empresa israelense Jugano Brigther, que desenvolve diversos produtos utilizados em iluminação pública e no combate à criminalidade. A Jugano tem fábricas em seis países de três diferentes continentes, com foco na produção de luminárias do tipo “LED Inteligente”. 

A tecnologia empregada pela Jugano faz com que as luminárias funcionem como um computador, capaz de receber vários aplicativos como, por exemplo, câmeras de segurança, wi-fi, detector de sons, entre muitos outros. Gustavo já vislumbra, inclusive, a possibilidade de adoção de Parcerias Público Privadas (PPP) – quando se unem os projetos do poder público com o financiamento da iniciativa privada – para viabilizar futuros projetos direcionados à modernização da iluminação pública em Aparecida.

Já no dia anterior, quinta-feira (14), o prefeito e o secretário foram recebidos por diretores da empresa Elbit System, uma das maiores empresas de tecnologia e segurança do mundo. A Elbit System, explica Cleomar Rocha, é referência quando se discute soluções e propostas para “Cidades Inteligentes” – projeto que deve sair do papel e se tornar realidade em Aparecida já na gestão de Gustavo Mendanha – e que tem como principal exemplo a cidade de Maldonado, no Uruguai.

“Para o nosso caso, a empresa pretende apresentar uma proposta mais específica, atendendo às perspectivas do projeto de ‘Cidade Segura’, um dos programas que Aparecida desenvolve para conquistar o reconhecimento de ‘Cidade Inteligente’”, explica o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação. A primeira-dama e secretária de Assistência Social, Mayara Mendanha, também acompanha o prefeito nesta missão de negócios em Israel.

O governador Marconi Perillo determinou hoje que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED) tome todas as medidas necessárias para preservar a continuidade das atividades desenvolvidas pelo Instituto Tecnológico do Estado de Goiás em Artes Basileu França (Itego Basileu França).

O Governo de Goiás trabalha para evitar prejuízos aos 30 mil alunos, ao corpo docente e técnico, ao setor produtivo, aos pequenos empresários, convênios federais e municipais e à política de desenvolvimento e inovação tecnológica, não só do Basileu França, mas de todas as unidades da Rede Itego.

A Justiça discute o contrato das Organizações Sociais (OSs) que compartilham há mais de quatro meses com o Governo de Goiás a gestão das unidades de qualificação profissional e tecnológica.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (pasta responsável pela execução do programa de qualificação profissional e tecnológica) reafirma a legalidade do Chamamento Público para qualificação das Organizações Sociais (OSs), feito estritamente segundo as regras vigentes e com a máxima transparência. Goiás tem hoje a segunda maior rede de qualificação profissional do Brasil e o compartilhamento da gestão é a forma mais eficiente de atender ao crescimento da demanda por vagas e garantir a qualidade do ensino-aprendizagem e das ações de desenvolvimento tecnológico em todas as unidades.

 A Rede Itego tem atualmente 30 mil alunos matriculados e a suspensão dos contratos não se restringe ao Basileu França. O impasse jurídico afeta todos os matriculados na rede, implica na demissão de professores e funcionários técnico-administrativos contratados pelas Organizações Sociais e interrompe as obras de ampliação e construção de novas unidades executadas com recursos do Programa Goiás na Frente. Atinge ainda a governança e as atividades de desenvolvimento econômico dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) e a aplicação dos cursos do Pronatec, com a consequente imposição da devolução de R$ 20 milhões repassados pela União para a execução do programa federal.

 O Governo de Goiás garante aos pais, alunos, funcionários e empresas da Rede Itego que acredita na solução rápida para o impasse jurídico. Nesse ínterim, continua envidando todos os esforços para que as aulas e as atividades do sistema prossigam normalmente.

A Superintendência da Juventude da Secretaria de Governo do Estado de Goiás informa aos  beneficiários do Passe Livre Estudantil que a Secretaria da Fazenda  autorizou nesta sexta-feira (15) a transferência dos recursos necessários ao carregamento dos cartões. Foram investidos mais de 5 milhões e 900 mil reais neste mês de Setembro no programa. Por questões meramente técnicas, as viagens estarão disponíveis a partir das 14h da próxima segunda-feira (18). O Governo de Goiás, por meio da Segov, reforça o seu compromisso com a educação dos jovens do Estado garantindo mensalmente a manutenção do programa do Passe Livre Estudantil, por entendê-lo um beneficio de alta relevância para a formação social e intelectual das novas gerações.

Mais Informações: (62) 3201-5612 / 5632 / 5639 

 Complexo irá abrigar centro administrativo, de pesquisa e de assistência técnica da Emater

 
Na próxima segunda-feira (18), às 8 horas, o Governo de Goiás vai lançar a pedra fundamental do Novo Centro de Inovação Rural de Goiás. O Centro será administrado pela Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater). A cerimônia será realizada no Centro de Treinamento da Emater (Centrer), em Goiânia (GO), e contará com a presença do governador Marconi Perillo, entre outras autoridades.

 O Centro de Inovação Rural irá reunir, num único complexo, a estrutura central administrativa, de assistência técnica e de pesquisa agropecuária da Emater. Além de seis unidades laboratoriais,  o Centro contará ainda com um novo prédio para abrigar a sede da Agência, atualmente situada no Setor Leste Universitário, em Goiânia.

 As obras também preveem a reforma do Centrer. Localizada no Campus II da Universidade Federal de Goiás (UFG), a unidade já conta com espaços didáticos, auditório e hospedaria, que passarão por revitalização e ampliação.

 As obras serão realizadas em etapas. Na última semana de agosto, teve início a construção das unidades laboratoriais. Os processos para edificação da nova sede e para reforma do Centrer estão em estágio licitatório. As obras devem ser iniciadas nos próximo trimestre.

 Laboratórios - As unidades laboratoriais deverão proporcionar o desenvolvimento de pesquisas nas áreas de fitopatologia e sementes, cultura de tecidos e biotecnologia, entomologia e controle biológico, solos e resíduos e biofábrica. O objetivo é que as unidades impulsionem a realização de pesquisas aplicadas, com foco na resolução de problemas enfrentados por produtores rurais goianos.

 Pacto de Gestão - Os recursos para construção do Centro de Inovação Rural serão disponibilizados pelo Governo de Goiás por meio do Pacto de Gestão Pública. Ao todo, estima-se um investimento de R$ 27,1 milhões para a realização das obras.

O Pacto é tutelado pela Secretaria Estadual e Gestão e Planejamento (Segplan) e tem como objetivo aprimorar a eficiência técnica e operacional das unidades do poder público.

Outros lançamentos - Durante o evento, também será realizado o lançamento do Selo de Inovação Rural, uma certificação desenvolvida pela Emater que reconhece produtos desenvolvidos no campo por meio de processos inovadores. Produtores de conserva de pimenta, conserva de guariroba e mel receberão o Selo durante o evento.

 A Agência lançará também o seu Boletim Técnico e a revista Inova Rural, materiais de caráter técnico e informativo, respectivamente. As publicações têm como objetivo promover o acesso à informação e ao conhecimento entre produtores, técnicos e sociedade sobre assuntos relacionados à agropecuária.

 Reestruturação física - Além do novo Centro de Inovação Rural, a Emater tem investido na reestruturação física de suas unidades no interior do Estado, com a reforma de Unidades Locais e Regionais.

 A Estação Experimental Santa Vitória, localizada em Araçu (GO), é uma das unidades de pesquisa que também passaram por reforma. Na Estação, onde já funcionou a Escola Fazenda de Araçu, também está sendo construída uma Usina de Beneficiamento de Sementes. Ela realizará serviços de seleção, limpeza e embalagem de grãos disponibilizado a agricultores familiares. Atualmente, tais processos são realizados por empresa terceirizada.

 

SERVIÇO: Lançamento das obras do Centro de Inovação Rural de Goiás

Data: 18 de setembro de 2017 (segunda-feira)

Hora: 8:00 h.

Local: Centro de Treinamentos da Emater (Centrer)

Endereço: Rua AR2, Qd. E, LT AR3 – Campus II da UFG – Goiânia/GO 

Durante a Sessão na última quinta-feira (14) a tribuna livre da Câmara Municipal de Goiânia foi usada pela presidente da Associação dos Lojistas da 44, Priscila Gonçalves, para pedir ajuda aos vereadores e clamar por ações que atendam às demandas da região. O convite foi feito pelos vereadores Romário Policarpo (PTC), Priscilla Tejota (PSD) e Sargento Novandir (PTN).

“Somos um grande arrecadador do município de Goiânia e não temos o respeito da prefeitura. Geramos mais de 15 mil empregos diretos e indiretos, mas nos últimos quatro meses 15 mil pessoas perderam seus empregos devido ação dos ambulantes”, revelou.

Em seu discurso, a presidente da associação falou da dificuldade de diálogo entre eles e a poder executivo e  falou dos problemas enfrentados por conta da presença dos vendedores irregulares. “A prefeitura não nos recebe, apenas promessas. Na atual situação não é possível trafegar a pé na região, os ambulantes tomaram conta das calçadas. Não estamos pedindo muito, apenas que a prefeitura de Goiânia cumpra o seu papel que é fiscalizar. Afinal, não é o ambulante que paga o imposto”, declarou.

“As nossas manifestações já começaram há quase um mês atrás e nosso objetivo é continuar protestando e cobrando do poder público uma decisão que realmente seja feita e cumprida”, completou.

A vereadora Prisicilla Tejota (PSD) reconheceu a falha da prefeitura municipal e disse que essa situação é um problema grave da cidade. “Em momentos de crise nós não podemos perder economicamente uma região tradicional como essa. É a guarda municipal que faz a retirada dos ambulantes das calçadas e nelas estão sendo fabricadas comidas a céu aberto, com uso de botijão de gás. Isso é ação da vigilância sanitária municipal”, afirmou.

A vereadora disse ainda que os comerciantes da região cobrando apenas ações de básicas que não geram gastos aos cofres públicos. “A região precisa de ações de fiscalização e de regulamentar a situação. Tudo está entregue à baderna. Nós, vereadores, podemos ajudar cobrando e tentando manter o diálogo entre eles e a prefeitura para sejam executadas essas ações”, declarou.

BOIS COMENDO MENOS E GANHANDO MAIS PESO: É o que vai mostrar a GOIÁS GENÉTICA 2017, que começará na próxima segunda-feira, 18, em Goiânia.

Eficiência reprodutiva, pecuária sustentável, gastar menos para produzir mais e melhor. Estes serão alguns dos temas a serem abordados durante a Sétima Edição do “Goiás Genética 2017”. Ela acontecerá em Goiânia de 18 a 23 de setembro, no Parque de Exposições Dr. Pedro Ludovico, na Nova Vila.
É o BRASIL PECUÁRIO, um congresso onde passará tecnologia, experiências e aptidões para produzir animais com eficiência. Um evento da Associação Goiana dos Criadores de Zebu (AGCZ) e Associação Nacional dos Confinadores (Assocon).
A abertura oficial deste grandioso encontro de mestres da pecuária nacional e internacional, está marcada para a quarta-feira, 20, às 9h00, sendo que às 10h30 acontece palestra com os jornalistas Clayton Conservani e Carol Barcelos do programa Planeta Extremo da rede Globo.

GOIÁS GENÉTICA 2017

A Associação Goiana dos Criadores de Zebu (AGCZ) é a organizadora e o evento promete levar aos produtores e pecuaristas de todo País novas ferramentas para um criatório moderno e confiável, com animais testados para pecuária de corte. Estão programadas palestras técnicas e científicas, debates, painéis, leilões, exposição de animais e disponibilização de novas biotecnologias para o melhoramento genético, aumentando a produção e a qualidade da carne produzida.
São esperados durante os 8 dias de congresso em torno de 5 mil participantes, entre pecuaristas, técnicos, acadêmicos e visitantes.
A Sétima Edição do congresso contará com a presença de especialistas conceituados do Brasil e Exterior, abordando vários temas e mostrando os animais selecionados pelos principais Programas de Melhoramento Genético do País (ANCP, PMGZ, Delta Gen, Paint, Geneplus e Qualitas).
Um dos destaques da programação científica é a conferência com o tema: “A Eficiência Alimentar como Ferramenta de Lucro”, proferida pelo Dr. Roberto Daniel Sainz da University Of Califórnia – Davis EUA.
Outro tema de relevância é “A Venda de Touros Eficientes, com Eduardo Cavallin, da Cria Fértil – Alta Genetics.

LEILÃO COM INOVAÇÃO

Um dos pontos altos da feira, além de conferências e debates, será o 23° Leilão de Elite TDTJ EMBRAPA/AGCZ que acontecerá na quarta-feira (20), a partir das 20h00. Nele, estarão reunidos os melhores touros, com eficiência reprodutiva.
Serão ofertados 60 touros das raças Nelore e Tabapuã, selecionados pela EMBRAPA/AGCZ, testados e aprovados a pasto, com avaliação genética e idade média de 24 meses.
O leilão será realizado por meio de parceria entre a AGCZ E EMBRAPA. “Será uma inovação que Goiás está trazendo em primeira mão. Um leilão de animais que foram testados e avaliados por técnica de eficiência alimentar e que busca identificar os animais que possuem maior ganho de peso, consumindo menos alimentos”, explica Wagner Miranda, presidente da Associação Goiana de Criadores de Zebu.
Antes do leilão, a organização do Goiás Genética 2017, disponibilizará aos participantes uma degustação de carnes preparada pelos alunos de Gastronomia da Faculdade Cambury.
A Goiás Genética 2017 tem como parceiros a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG), Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura (SGPA), Fundo para o Desenvolvimento da Agropecuária do Estado (Fundepec) e Associação Nacional da Pecuária Intensiva (Assocon).



Serviço
Data: 18 a 23 de setembro
Local: Parque de Exposições Dr. Pedro Ludovico Teixeira - Nova

O professor e historiador, Leandro Karnal, vai participar, no dia 22 de setembro, do 2ºFórum de Direito Eleitoral. O evento vai começar a partir das 9 horas e será realizado no auditório da Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás (ESMEG) e Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (ASMEGO). A promoção é da Escola Judiciária Eleitoral de Goiás (EJE/GO), com apoio do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal no Estado de Goiás (SINJUFEGO).

O evento tem por objetivo promover o debate sobre o atual processo eleitoral brasileiro, levando em consideração questões que abordam temas que vão do financiamento de campanhas até o comportamento dos eleitores nas redes sociais. Na oportunidade, o professor Leandro Karnal vai discutir sobre ética e cidadania. O Fórum também contará com a presença de Ministros do TSE e representantes da Corte Maior do TRE/GO.

O 2º Fórum de Direito Eleitoral é aberto ao público externo e os interessados poderão efetuar as inscrições através do site do Tribunal Eleitoral do Estado de Goiás (TRE-GO): www.tre-go.jus.br Para mais informações: 62-35212292 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

(Texto: Ascom TJ-GO)