Sidebar

24
julho segunda

Com o debate, ANTT espera receber contribuições para aprimorar os estudos técnicos e as minutas do edital e do contrato

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizou na última quinta-feira (20), em Goiânia, a Audiência Pública nº 007/2017, destinada a receber contribuições para aprimorar os estudos técnicos e as minutas do edital e do contrato da subconcessão da Ferrovia Norte-Sul (FNS), trecho do Porto Nacional (TO) a Estrela D’Oeste (SP), projeto integrante do Programa de Parcerias de Investimentos do governo federal. A Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), que sempre esteve à frente de diversas discussões relacionadas à infraestrutura, estará presente e mobiliza empresários e parlamentares para participar da audiência. “Uma das principais bandeiras foi colocar em operação a Ferrovia Norte-Sul, que muita agregará ao setor produtivo do Estado”, afirma Célio Eustáquio de Moura, presidente do Conselho Temático de Infraestrutura da Fieg (Coinfra/Fieg)
A FNS é concedida à empresa pública Valec Engenharia, Construções e Ferrovias. Para essa subconcessão, o trecho ferroviário de 1.537 quilômetros de extensão divide-se em dois subtrechos: Tramo Central, compreendido entre Porto Nacional (TO) e Anápolis (GO), que possui 100% da infraestrutura construída, e a Extensão Sul, compreendida entre Ouro Verde de Goiás (GO) e Estrela D’Oeste (SP), com mais de 90% de construção concluída.
Segundo os estudos realizados pela agência reguladora, o investimento estimado é de cerca de R$ 2,8 bilhões. Por tratar-se de trecho ferroviário em fase final de implantação, a maior parte dos investimentos a serem realizados pela subconcessionária está associada à aquisição de material rodante, correspondendo a cerca de 85,2% do que está previsto.
Partindo do município de Porto Nacional, a ferrovia atravessará o Tocantins e passará por todo o Estado de Goiás, até chegar a Estrela D´Oeste, em São Paulo. Em Porto Nacional, esse trecho ferroviário conecta-se ao Tramo Norte da FNS, possibilitando o acesso ao Porto do Itaqui, no Maranhão, em bitola larga; e em Estrela D’Oeste estará interligada à Malha Paulista, concedida atualmente à América Latina Logística Malha Paulista (ALLMP), permitindo a conexão da FNS ao Porto de Santos e ao polo econômico e industrial de São Paulo, também em bitola larga.
O processo de subconcessão será realizado por meio de licitação, na modalidade de leilão com participação internacional, sendo que a análise da proposta econômica deverá ser o de maior valor de outorga. O edital deverá ser publicado até o fim de 2017 e a realização do leilão está prevista para o início de 2018.
Ferrovia – A Ferrovia Norte-Sul foi projetada para promover integração nacional e minimizar custos de transporte, por meio das suas conexões a ferrovias novas e existentes. É considerada a espinha dorsal do sistema ferroviário brasileiro e um dos principais projetos para escoamento da produção agrícola do País.
Em relação ao transporte de cargas, inicialmente está prevista demanda de 1,2 milhão de toneladas e, em 2020, um alcance de aproximadamente 8 milhões. Ao final do período da subconcessão, o trecho ferroviário pode captar demanda equivalente a aproximadamente 23 milhões de toneladas, com predominância das cargas gerais e dos granéis sólidos agrícolas.
NORTE-SUL PERDE TRANSPORTE
Desde a inauguração, em 2014, somente dois transportes de carga foram realizados a partir de Anápolis na Ferrovia Norte-Sul. Além desses eventos, considerados testes, havia expectativa de que, finalmente, o trecho goiano seria utilizado este ano. Porém, a Brado, empresa especializada em logística de contêineres, que seria responsável por transporte de mercadorias até o Norte do País, frustrou a operação que faria.
A Brado deve transferir 20 plataformas que foram enviadas a Goiás para as regiões de atuação da Rumo, concessionária que tem participação na empresa. Assim, as unidades podem ir para São Paulo, Mato Grosso do Sul e para o Sul do País. Cada plataforma tem capacidade para dois contêineres e cada viagem da composição representaria 40 caminhões.
"É um retrocesso para a operação. Já havia o investimento para deixar a condição favorável. Por isso, será muito importante a audiência pública que vai ocorrer na quinta-feira (20) sobre a subconcessão do trecho de Porto Nacional (TO) a Estrela D’Oeste (SP), porque vai permitir a operacionalização", pontua Célio Eustáquio de Moura, sobre o evento que ocorrerá em Goiânia. O leilão desse trecho da ferrovia está previsto pelo governo federal para o primeiro trimestre de 2018 e o investimento estimado é de cerca de R$ 2,8 bilhões. A expectativa é de que com regras mais claras a insegurança de investir no trecho acabe e mais em presas possam se beneficiar do modal.
 
SERVIÇO
Audiência pública sobre subconcessão de trecho da Ferrovia Norte-Sul
Data: 20/07/2017
Horário: das 14 às 18h
Endereço: Hotel Plaza Inn Augustus - Sala Império Romano – Av. Araguaia, nº 702 – Centro – Goiânia-GO

Fonte: Ascom Fieg

Foi registrado um acréscimo real de 3% em relação a junho do ano passado

A arrecadação total das Receitas Federais atingiu, em junho de 2017, o valor de R$104.100 milhões , registrando um acréscimo real (IPCA) de 3,00% em relação a junho de 2016. No período acumulado de janeiro a maio de 2017, a arrecadação registrou o valor de R$ 650.206 milhões, com acréscimo pelo IPCA de 0,77%.

Quanto às Receitas Administradas pela RFB, o valor arrecadado foi de R$ 102.322 milhões, que corresponde a um acréscimo real (IPCA) de 3,17% em relação a junho de 2016, enquanto que, no período acumulado de janeiro a junho de 2017, tal valor chegou a R$ 630.807 milhões, representando um decréscimo real (IPCA) de 0,20%.

De acordo com o Chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros, auditor-fiscal Claudemir Malaquias, "O resultado da arrecadação federal no primeiro semestre de 2017 deve ser avaliado como positivo. Seguindo os indicadores macroeconômicos da produção industrial, vendas no varejo e o crescimento da massa salarial foram refletidos no aumento real da arrecadação no mês de junho."

Fonte: Ascom Receita Federal

 
 "Mambaí virou um verdadeiro canteiro de obras durante os quatro mandatos do governador Marconi", diz prefeito

 Terceiro destino da Caravana do Goiás na Frente nesta quarta-feira, o município de Mambaí foi beneficiado com liberação de R$ 2,5 milhões em recursos do Governo de Goiás. O governador Marconi Perillo assinou convênio com o prefeito Joaquim Barbosa Filho (PP), autorizou suplementação de R$ 300 mil no crédito do Banco do Povo e entregou R$ 280 mil em Cheques Mais Moradia.

Ao receber o governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton na manhã desta quarta-feira (19) para assinatura de convênio do programa Goiás na Frente, o prefeito de Mambaí, Joaquim Barbosa Filho (PP) reconhecer que “nossa cidade virou um verdadeiro canteiro de obras durante os quase quatro mandatos do governador Marconi Perillo”. 

O prefeito recordou várias obras realizadas pelo governo do Estado beneficiando o município, destacando a pavimentação dos oito quilômetros que ligam Mambaí à divisa com o Estado da Bahia. A pavimentação foi compromissada pelo governador Marconi durante sua segunda eleição ao governo, em 2010. Em 2011 ela já tinha sido inaugurada. “Isso sim é compromisso de gente séria, trabalhadora, que tem palavra”, resumiu o prefeito.

Prefeitura vai usar recursos em pavimentação

Pelo convênio assinado hoje, Mambaí terá R$ 2 milhões para investir na pavimentação e recuperação asfáltica, promover melhorias na creche e em uma escola municipal. O governador também assinou Ordem de Serviço autorizando mais R$ 300 mil para os cofres do Banco do Povo que está iniciando as suas atividades na cidade. Na área habitacional, o governador autorizou a distribuição de 99 Cheques Moradia - Modalidade Reforma no valor total de R$ 280 mil. 

Ao discursar na solenidade que reuniu cerca de mil pessoas, o governador informou que o estado irá retomar as obras de construção do aeroporto da cidade. “Nós iniciamos essa obra que, infelizmente parou porque a empresa responsável pelos serviços abandonou o projeto. Estamos vencendo as etapas burocráticas para reiniciarmos os trabalhos o mais rápido possível”, anunciou.

Ao finalizar seu pronunciamento, o governador comemorou o que chamou de “saldos positivos” de seu governo. “Estamos vendo as coisas acontecerem. Por todas as cidades estamos fazendo escolas, obras de saneamento, estradas e investindo em ações sociais. Esse é o verdadeiro sentido para quem governa. Estamos felizes, satisfeitos e energizados para continuar a fazer cada vez mais”.

Fonte: Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás.

Foco desta edição será fazer uma avaliação da pós regulamentação dos Drones para usos comerciais no Brasil, conhecer como está sendo feita a fiscalização e a necessária flexibilização da legislação para aerolevantamentos

 No dia 26 de outubro acontece em São Paulo (SP) o IV Fórum Empresarial de Drones. Confirmaram presença representantes do Ministério da Defesa, Polícia Militar, Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), além da Associação Brasileira de Multirrotores (ABM) e da Associação Nacional de Empresas de Aerolevantamentos (ANEA). Na ocasião, serão discutidas, além da regulamentação, questões relacionadas a precificação dos serviços, formação de pilotos, pesquisas de mercado, potencial do mercado de delivery e aplicações dos drones nos setores de segurança, agricultura, mapeamento, topografia e inspeção de obras.

A primeira e segunda edição do Fórum foram realizadas em março e outubro de 2016, respectivamente, sendo que o terceiro encontro foi em maio deste ano. O Fórum Empresarial de Drones foi idealizado por Emerson Granemann, fundador da MundoGEO e criador da feira DroneShow, como forma de integrar e manter os empresários do setor em constante contato via redes sociais. O foco do grupo é discutir legislação, mercado e boas práticas, com o objetivo de dar voz e fortalecer a cadeia produtiva do setor, priorizando a segurança e a qualidade nas atividades.

Nessa quarta edição o evento tem uma programação voltada a empresários e usuários desta tecnologia. O principal foco dos temas será a legislação e os resultados do uso da tecnologia para várias aplicações. São esperados no Fórum profissionais que já estão ou querem empreender no setor e também os contratantes dos serviços que desejam conhecer o potencial e as aplicações da tecnologia. Além disso, em paralelo ao Fórum, de 24 a 26 de outubro haverá 5 cursos e uma Mostra de Tecnologia Embarcada e Drones.

Confira a programação completa do IV Fórum de Empresários de Drones:

9h às 9h15 – Pesquisas de mercado elaboradas pela Plataforma Dronegócios – Palestrante: Emerson Granemann – Diretor da MundoGEO, idealizador da DroneShow e moderador do Fórum Empresarial DroneShow
9h15 às 10h45 – Avaliação dos primeiros meses após a regulamentação do setor – Palestrantes: Representantes da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil – e DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo
11h às 12h30 – Registro de empresas que usam drones para mapeamento no Ministério da Defesa – Palestrante: Representantes do Ministério da Defesa
14h às 14h30 – Fiscalização do uso de drones – Palestrante: Representante da Polícia Militar do Estado de São Paulo
14h30 às 15h – Resultados e potencial do uso de drones para inspeções de obras – Palestrantes: a serem definidos
15h às 15h30 – Resultados e potencial do uso de drones para segurança pública e privada – Palestrantes: a serem definidos
16h00 às 16h30 – Formação para pilotos BVLOS e acima de 120 metros – Palestrantes: a serem definidos
16h30 às 17h – Resultados e potencial do uso de drones para mapeamento – Palestrantes: a serem definidos
17h às 17h30h – Resultados e potencial do uso de drones no agronegócio – Palestrantes: a serem definidos

Conheça a programação detalhada do Fórum e dos 5 cursos que acontecem na mesma semana e local: www.droneshowla.com/forum. Importante: os cursos são presenciais, enquanto o Fórum Empresarial é presencial e também terá transmissão online para os inscritos.

Mais informações:
Email O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Telefone (41) 3338-7789 | (11) 4063-8848
WhatsApp: (41) 999 191 357


Sobre a MundoGEO

As feiras MundoGEO#Connect e DroneShow são uma realização anual da MundoGEO, empresa de mídia e comunicação fundada em 1998 e hoje líder na América Latina em seu segmento de atuação no setor geoespacial. A MundoGEO é uma plataforma de conexão de mais de 100 mil profissionais, através de vários canais, como revistas, portais de conteúdo, webinars e redes sociais. A empresa organiza desde 2011, anualmente, a maior e mais importante conferência e feira do setor, a MundoGEO#Connect LatinAmerica, que acontecerá em 2017 paralelamente ao evento DroneShow LatinAmerica. Faz parte do grupo MundoGEO o Instituto GEOeduc de educação online, fundado em 2014 e que já conta com mais de 70 cursos e 3 mil alunos.

Número de convocados neste ano atinge 3.535, o que corresponde a 80% dos aprovados

A Prefeitura de Goiânia convocou mais 1.457 aprovados no concurso público da Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME). Com o edital de convocação publicado no Diário Oficial de hoje, 19, o índice de convocados já chega a 80% dos aprovados, o que corresponde a 3.535 novos profissionais na rede municipal. A chamada, que estava prevista para setembro, foi antecipada e reflete o compromisso do Prefeito Iris Rezende em qualificar o quadro de servidores que atuam nas escolas e centros municipais de educação infantil da Capital.

A convocação de hoje contempla profissionais da Educação nas áreas de Artes Visuais, Música, Teatro, Dança, Geografia, História, Matemática, Ciências, Português, Inglês e Educação Física e, para os cargos da carreira administrativa como Assistente Administrativo Educacional, Auxiliar de Atividades Educativas e Agente de Apoio Educacional. Após agendamento on line, os aprovados têm o prazo máximo de 30 dias, contados a partir da data de publicação do Edital, para comparecer na Central de Atendimento ao Cidadão para apresentar a documentação exigida.

Após a análise dos documentos, os candidatos que não se enquadrarem nas vedações previstas em lei serão nomeados e terão prazo de 30 dias para apresentar os exames médicos e documentos específicos ao cargo.O Edital de Convocação nº 04/2017 está disponível na edição de hoje do Diário Oficial do Município. O certame foi homologado em no dia 29 de setembro de 2016 e aprovou candidatos para 4.725 vagas.



Daniela Rezende e Roseneide Ramalho, da editoria de Educação e Esporte – Secretaria Municipal de Comunicação

Prefeito disse que visita foi de cortesia, mas garantiu andamento de todos os projetos com o governo federal
 
O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, se encontrou na última quarta-feira, 18, com o presidente da República, Michel Temer, em Brasília. Acompanhado da primeira-dama, Íris Araújo, o prefeito foi recebido no gabinete do presidente, no Palácio do Planalto. A pauta da reunião, que durou mais de 50 minutos, girou em torno do apoio político de Iris Rezende ao governo Temer e do histórico político do prefeito e do presidente no MDB, agremiação que deu origem ao PMDB.
 
“Foi uma visita de cortesia. Eu e a Íris viemos reafirmar o nosso apoio ao presidente, pois o Brasil não pode sofrer um novo abalo na economia e na política”, disse. Na semana passada, o prefeito fez declarações públicas de apoio a Temer em entrevista coletiva durante vistoria de obras no Parque Cascavel. “Eu tenho feito uma força íntima para que não toquem no Michel. O que nós já estamos sofrendo hoje no país, se forem mudar de presidente para eleger outro daqui a um ano, aí que esse país vai entrar em uma anarquia. Estou torcendo para que o mundo político nacional tenha equilíbrio e não venha fazer politiquice no momento mais crítico da nação”, declarou o prefeito.
 
Sobre o risco de paralisação de obras federais em Goiânia, a exemplo do BRT Norte-Sul, o prefeito revelou que não aprofundou em assuntos específicos com o presidente Temer, pois tem acompanhado os secretários pessoalmente nas audiências com os ministros para dar celeridade às obras. “Todos os projetos do município com a União estão em andamento. Neste momento, estou me esforçando pessoalmente em Brasília para Goiânia garantir todos os recursos possíveis”, disse.
 
O presidente Michel Temer disse que tem acompanhado a movimentação política em Goiânia e reconhece que Iris é uma ponte de apoio ao governo federal. Ele agradeceu o prefeito e a primeira-dama, Iris Araújo, e disse que podem contar com o total apoio do governo federal.
 
 
Prefeitura e Governo Federal juntos em 13 obras na Capital
 
Em um esforço pessoal e liderando a equipe de auxiliares junto ao governo federal, Iris Rezende está em processo de viabilizar 13 grandes obras na Capital que já foram aprovadas por inúmeros ministérios. Cerca de R$ 100 milhões já foram liberados. O processo está em fase de apresentação de documentos e parte dos recursos serão liberados neste ano. Dentre as mais importantes está a aquisição de uma nova usina de asfalto para pavimentação e recuperação no valor de R$ 2 milhões. O projeto viabilizará a recuperação da canalização do córrego Botafogo (trecho Avenida Goiás Norte à Avenida Jamel Cecílio) no valor de R$ 35 milhões.
 
Outra grande demanda da Capital, o cruzamento da Avenida Jamel Cecílio com a Marginal Botafogo, será contemplado com dois viadutos que ligarão os bairros Jardim Goiás e Jardim Novo Mundo com investimento de R$ 43 milhões. O residencial Vale dos Sonhos II também garantiu R$ 4 milhões para pavimentação. A expectativa é de que a licitação seja aberta ainda neste segundo semestre.
 
No esporte, a construção de oito praças esportivas está em ritmo acelerado. As obras do Residencial Tempo Novo e Jardim Mariliza têm previsão de inauguração ainda em 2017. Outras seis novas praças esportivas no Jardim do Cerrado 4, Residencial Itaipu, Residencial Buena Vista III, Residencial Orlando de Moraes, Residencial Santa Fé e Residencial Morada do Sol já estão com obras de terraplanagem, com convênio em vigência de quase R$ 4 milhões e R$ 100 mil de contrapartida da Prefeitura de Goiânia.
 
NOTA A RESPEITO DO BRT
 
A Prefeitura de Goiânia informa que as obras do BRT foram paralisadas temporariamente em virtude de apontamentos de sobrepreço, realizados pelos órgãos de controle (TCU e CGU) em alguns itens da planilha contratual da obra. Esses questionamentos remetem ao orçamento da licitação, que ocorreu em 2014. As obras serão retomadas assim que os ajustes solicitados pelos órgãos de controle forem realizados. O prefeito Iris Rezende tem se empenhado pessoalmente para que qualquer vício de origem no processo seja resolvido com rapidez, visto que a obra é prioridade desta administração.

Um momento voltado para as tecnologias e inovações nos campos da cotonicultura
 
A Fazenda Pamplona - SLC Agrícola, no município de Cristalina -GO vai receber nesta sexta-feira, dia 21, representantes de vários setores que compõem a cadeia do algodão. São produtores, laboratórios, traders, pesquisadores, algodoeiros, beneficiadores, integrantes da indústria têxtil e de moda, estudantes e interessados em saber mais sobre como a produção goiana atingiu níveis de produtividade e qualidade nos mais altos padrões mundiais.

O Dia do Algodão 2017 vai oferecer ainda palestras técnicas nas estações temáticas, feira de expositores, demonstrações de técnicas de aplicação de defensivos, equipamentos móveis para cursos de capacitação nas fazendas, o Circuito de Tecnologia para Controle do Bicudo, novidades em sustentabilidade e muito mais! O objetivo é levar a todos os participantes os conhecimentos e inovações que geram resultados no campo. Os destaques nas estações temáticas são o “Desempenho de cultivares”; “Uso eficiente da adubação hidrogenada”; “Sistema de produção soja-milho-algodão”; e “Manejo padrão da Fazenda Pamplona”. O Dia do Algodão 2017 contará ainda com almoço com autoridades e referências da cotonicultura e do agronegócio. Participe do maior evento do universo do algodão em Goiás!


Evento: Dia do Algodão 2017
Local: Fazenda Pamplona - SLC Agrícola, Cristalina –GO
Data: sexta-feira, 21 de julho de 2017
Horário: 8 horas
Contato: 62-3241-0404

A Secretaria de Saúde de Aparecida, por meio da Escola Municipal de Saúde Pública do município, realiza a partir do dia 11 de agosto, a segunda edição do Curso Básico de Cuidados com a Pessoa Idosa. O curso será na modalidade EaD (Ensino à Distância) com dois encontros presenciais. Podem participar profissionais e familiares com níveis médio e fundamental, interessados em conhecer o processo de envelhecimento humano e as novas competências e posturas relacionadas à Pessoa Idosa.

Para se inscrever basta enviar um O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou ir pessoalmente na Escola de Saúde Pública, que fica na Avenida Vicente de Paula, n° 251, Centro, em Aparecida. A carga horária total do curso são 30 horas com certificado. Mais informações pelo telefone 3545-9998.

 

Assunto: Curso Básico de Cuidados com a Pessoa Idosa

Data: início 11 de agosto de 2017

Local: Escola Municipal de Saúde Pública - Avenida Vicente de Paula, n° 251, Centro, em Aparecida.

Inscrições e informações: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou pelo telefone 3545-9998

Passeio chama a atenção da sociedade para necessidade de respeito ao ciclista e compartilhamento seguro das vias
.
A bicicleta é um dos mais promissores meios de transporte. Além de limpo, é saudável para o ciclista, para o trânsito e o meio ambiente. Essas são apenas algumas das vantagens da bike, que foram divulgadas aos moradores e turistas em Caldas Novas no último domingo (16), quando cerca de mil ciclistas participaram do Pedal por um trânsito mais consciente, promovido pelo Detran-GO em parceria com a Record Goiás.

O passeio ciclístico teve como ponto de largada a Praça do Corretor e percorreu aproximadamente 14 quilômetros. Durante o trajeto, um trio elétrico foi divulgando mensagens sobre trânsito seguro como os riscos da combinação de álcool e direção, a importância do respeito ao ciclistas e do uso de equipamentos de segurança. Na chegada, foram realizados sorteios de brindes e seis bikes.

O Código de Trânsito Brasileiro estabelece que os veículos motorizados devem manter uma distância de 1,5 metros ao ultrapassar uma bicicleta. O espaço é necessário para garantir a segurança. Também destaca que os ciclistas devem transitar no mesmo sentido da via, sempre do lado direito, obedecendo a sinalização, inclusive, sinal de “Pare” e semáforos. Já nas rodovias, têm de circular no sentido contrário, pelo acostamento. Ciclistas devem usar capacete, luva, joelheira, cotoveleira e vestimentas que garantam sua visibilidade.

Balada Responsável educativa
     Para ir preparando os moradores e turistas para entrar no clima de um trânsito mais consciente, três dias antes do passeio, na quinta-feira (13), uma equipe de educadores de trânsito do Detran-GO desembarcou na capital das águas termais. Até o dia do evento, foram realizadas ações e blitzes educativas no município dentro da campanha Férias com segurança.


    Os educadores abordaram condutores, especialmente, turistas para reforçar a obrigatoriedade do o uso do farol aceso nas rodovias durante o dia. Deixar de cumprir a Lei do Farol é infração média, gera multa e prenotação de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Os motoristas também foram alertados para a importância do uso do cinto, do transporte seguro de crianças e, principalmente, para proteger vidas, não misturando álcool e direção.

Fonte: Ascom Detran

Com o objetivo de oferecer opções de entretenimento para a noite goianiense, o Mercure Goiânia realiza toda quinta-feira a Quinta Musical no Restaurante Coralina, projeto que reúne um time de peso da música instrumental local interpretando grandes canções do jazz, blues, MPB e bossa nova.
O evento, que começou apenas com jazz, agora oferece um repertório mais amplo ao público, mas com o mesmo time de músicos altamente qualificados: o baixista Bororó, que já se apresentou com grandes nomes da MPB como Gal Costa, Maria Bethânia e Milton Nascimento; Gennyson Ponce ao teclado, Fausto Baptista na bateria e a cantora Regiânea Costa nos vocais.
Além da Quinta Musical, o hotel deu início ao Projeto Homenagem, que mensalmente apresenta artistas locais dando voz a grandes nomes da música nacional e internacional. O gerente geral do Mercure Goiânia, Geraldo Oliveira, afirma que a formatação de eventos musicais de alta qualidade tem como objetivo oferecer uma opção diferente de entretenimento tanto para os hóspedes como para o público em geral. "Nosso intuito é dar uma alternativa bacana para a cidade", complementa.
Durante as noites musicais do Mercure, enquanto curte as apresentações o público também pode apreciar menu assinado pelo chef Humberto Marra, com petiscos e comida contemporânea focada em sua especialidade, a culinária goiana.  
 
Sobre o Mercure

O Mercure Goiânia é um hotel da AccorHotels de categoria midscale, localizado em uma das áreas mais privilegiadas de Goiânia, a Avenida República do Líbano, no Setor Oeste. Dispõe de 177 apartamentos de alto padrão de conforto e conveniência, equipados com fechadura eletrônica, ar-condicionado, tratamento acústico, Wi-Fi, TV LCD 32’’ com canais a cabo, mesa de trabalho, cofre eletrônico e frigobar. Possui dois andares para fumantes e apartamentos adaptados para pessoas com necessidades especiais, além de salão de beleza, fitness center, sala de descanso e de massagem, sauna, vestiários, serviço de quarto e lobby bar. O hotel ainda disponibiliza para seus hóspedes os serviços do Kenkõ Spa, salão de beleza, restaurante Coralina e estrutura para eventos de grande porte com seis salas modulares, com capacidade para até 450 pessoas.
Serviço:
Quinta Musical
Quando: Todas as quintas-feiras
Horário: restaurante aberto a partir das 19h e show às 20h30
Onde: Restaurante Coralina: Avenida República do Líbano, 1.613, Setor Oeste.
Valor do Couvert: R$ 10
Mais informações e reservas: (62) 3605-7571 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Na sequência da maratona do programa Goiás na Frente pelo Entorno de Brasília e Nordeste goiano, o governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton estiveram hoje em Nova Roma, cidade do Vale do Paranã, para assinar convênio de R$ 2 milhões para obras de asfaltamento de vias urbanas.

Assim que chegou à quadra coberta do Escola Municipal Henrique Passos Pereira, o governador foi recebido e aplaudido de pé pela população local presente no evento. Marconi se emocionou ao abraçar um morador da cidade, Miguel, portador de necessidades especiais, que não perde sequer uma visita dele à cidade.

Disse ter se emocionado com as palavras da prefeita Mirian Leite (PSDB), porque se tem uma cidade que ele gosta de visitar em Goiás e é bem recebido, esta cidade é Nova Roma. Marconi explicou que os recursos do Goiás da Frente não exigem qualquer contrapartida dos municípios. No caso de Nova Roma, ele lembrou que se não fosse a ajuda de R$ 2 milhões, o município demoraria uns dez anos para juntar o dinheiro.

Ele anunciou um aditivo de R$ 1 milhão, para construção da praça e sugeriu à prefeita Mirian que R$ 500 mil sejam aplicados na conclusão das obras da praça e outros R$ 500 mil para reforçar o convênio de R$ 2 milhões para pavimentar as ruas da cidade. “Vou voltar aqui para ver toda a cidade asfaltada”, disse.

Marconi também falou dos investimentos do governo na área social e na Educação, como o recente pacote de matérias de valorização da carreira do magistério em Goiás. “Tenho certeza que vocês não perderam o tempo vindo aqui”, afirmou, explicando que as reuniões do Goiás na Frente não são comício, mas de prestação de contas. Encerrou discurso dando um “viva a Nova Roma”.

A prefeita Mirian lembrou que quando Marconi esteve em Nova Roma pela primeira vez a filha dela, que hoje é advogada, tinha apenas seis anos. A prefeita se emocionou e não se conteve em lágrimas ao narrar fatos que marcaram a trajetória pública de Marconi no Nordeste e especialmente em Nova Roma. “Se o Brasil tiver um governante como Marconi Perillo, eu tenho certeza que o Brasil tem jeito”, disse Mirian Leite, para quem existe um Nordeste goiano antes e um Nordeste goiano depois de Marconi.

Ela lembrou que hoje é possível ir de carro de Nova Roma a Goiânia “sem sujar o veículo”, porque Marconi foi o responsável pela construção da GO-112, que liga Nova Roma e Iaciara, ao custo de R$ 24 milhões. Com os R$ 2 milhões do convênio assinado hoje, a prefeita disse que mais de 90% das ruas da cidade serão pavimentadas.

O vice-governador José Eliton explicou que o Goiás na Frente contempla obras e benefícios que vão impactar positivamente no desenvolvimento de Goiás. Adiantou que, segundo determinação do governador, serão recuperadas todas as rodovias não-pavimentadas na região. Ele destacou os investimentos do governo do Estado no Nordeste goiano, como a construção do Hospital de Regional de Posse, com investimentos superiores a R$ 8 milhões. Na área social, destacou, ainda, muitos programas que estão em andamento, como a construção de 30 mil moradias no Estado no biênio 2017/2018, cujo projeto ser deve ser lançado na próxima quinta-feira. “Pouquíssimos políticos vêm ao Nordeste. O governador vem aqui em Nova Roma para apoiar a prefeita”, disse José Eliton, ao adiantar a retomada das obras de construção da principal praça da cidade.

Integraram a comitiva do governador a Nova Roma o secretário Sérgio Cardoso (Articulação Política), o deputado estadual Iso Moreira (PSDB), ex-prefeitos da cidade, vereadores e lideranças políticas locais.

 

A Prefeitura de Valparaíso de Goiás lançou o Programa de Recuperação Fiscal (REFIS) de créditos tributários ou não tributários, uma grande oportunidade para quitar os débitos e ficar com as contas em dia com a Fazenda Municipal.
 
Para aderir aos descontos, o contribuinte que tem débitos de qualquer natureza da Fazenda Municipal (IPTU; Issqn; Alvará de funcionamento; Parcelamentos atrasados; Multas; Taxa de vigilância sanitária; ISS de obras; Taxas de Contribuição de Melhoria; Licença Ambiental; ITBI; Taxa de ocupação de área pública), inscritos ou não em dívida ativa, inclusive aqueles em fase de execução fiscal já ajuizada, ou que tenha sido objeto de parcelamento anterior não integralmente liquidado, ou cancelado por falta de pagamento, poderão a critério do Poder Executivo, ser pagos parceladamente.
 
A Adesão ao Refis vai até o dia 29 de dezembro de 2017, segundo a Lei número 1,185, de 19 de junho de 2017. O contribuinte deve formalizar o pedido diretamente na Dívida Ativa, que fica no prédio do Fórum e apresentar as seguintes documentações (original e cópia): RG, CPF e documento que comprove propriedade, posse ou domínio útil do imóvel. Para Pessoa Jurídica, além dos documentos descritos, deve conter ainda os Atos Constitutivos e documentos pessoais dos sócios.
 
O contribuinte que aderir ao programa terá oportunidade de obter descontos no valor das multas e juros. No caso de pagamento à vista, será possível abater até 95%, ou até 60% para pagamento de duas a quatro parcelas; até 40% para pagamento de cinco a sete parcelas; até 30% para pagamento de oito a dez parcelas.

A Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e Execução Penal do Estado de Goiás, sob presidência da desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, lançou na última segunda-feira (17) uma cartilha para ser distribuída aos profissionais que lidam, diretamente, com as vítimas de crimes incursos na Lei Maria da Penha. O material foi entregue ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Gilberto Marques Filho, que elogiou e recebeu com entusiasmo a iniciativa.

Ainda neste mês, magistrados que atuam nos Juizados Especiais da Mulher devem começar a receber o informativo, denominado Programa Rede Mulher em Paz. A intenção é explanar o atendimento holístico que deve ser feito às mulheres que buscam auxílio da Justiça após sofrer violência doméstica, segundo destaca a desembargadora.

“Os processos incursos na Lei Maria da Penha têm uma tramitação especifica – não é apenas um rito comum, como nos demais, no qual o juiz apenas despacha e faz audiência. É necessário dar atendimento psicológico à mulher, aos filhos, caso houver, e ao ofensor. Essa cartilha traz, então, um resumo do que pode ser feito”, conta a coordenadora, em referências às determinações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Além de juízes, delegados, promotores de Justiça e outros profissionais que atuam na rede de enfrentamento à violência doméstica também vão receber a cartilha. “Outros Estados também já entraram em contato conosco para ter acesso ao informativo”, conta Sandra Regina.

Nas páginas da cartilha, há informações sobre o alinhamento estratégico do programa, a metodologia e a execução de projetos já realizados nas comarcas, como Jataí e Rio Verde. Contribuíram com a execução do material as servidoras Daniela de Pádua Rezende e Lucelma Messias de Jesus, na equipe da Coordenadoria, e, com o texto, o juiz de Jataí Rodrigo de Castro Ferreira, que atuou, também na Coordenação Executiva, e os servidores Adriano José da Silva Santos e Eunice Machado Nogueira.

(Fonte: Centro de Comunicação Social do TJGO)

Reunião aconteceu na sede do MP-GO, em Goiânia

Em reunião realizada na última sexta-feira (14/7), o Ministério Público de Goiás buscou definições quanto à efetividade do cumprimento de decisão judicial que obriga a Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) a assumir a cadeia pública de Maurilândia. A decisão liminar acolheu pedido feito em ação civil pública proposta pelo promotor de Justiça Lúcio Cândido de Oliveira Júnior contra o Estado de Goiás e a Seap. 

Conforme sustentado pelo MP-GO na ação, é de conhecimento público que a cadeia não atende às mínimas condições legais para a manutenção de presos provisórios e do regime fechado, uma vez que possui espaço insuficiente para a demanda, com superlotação de presos do município e de distritos judiciários. Na inicial, proposta no mês passado, o promotor exigiu a imediata interdição total e definitiva da cadeia pública de Maurilândia e que o Estado fosse obrigado a assumir a gestão, direção e fiscalização da unidade prisional, via Seap, estruturando o serviço administrativo relativo à execução penal e lotando permanentemente agentes penitenciários na unidade prisional. 

Na reunião, realizada na sede do MP-GO, em Goiânia, o promotor Augusto Henrique Moreno Alves, que está atuando em substituição na comarca, reiterou que a Polícia Militar está atuando em desvio de função na gestão da unidade. Ele acrescentou que atualmente a cadeia está com 32 presos em quatro celas e não possui ala feminina. Além disso, a unidade está localizada no centro da cidade, não possui identificação de presídio e tem muros baixos. 

Ainda de acordo com o promotor, o município tem três policiais na cidade, sendo que um fica em plantão no presídio e às terças e quintas-feiras, dias de audiência, não há policiamento na cidade, o que tem ocasionado o aumento da criminalidade.

Encaminhamentos 
Durante o encontro, a prefeita de Maurilândia, Edjane Alves, reiterou que o município tem interesse em apoiar a estruturação da unidade prisional local, tendo em vista que a cidade é rota de tráfico de drogas. De acordo com o superintendente executivo da Seap, coronel Victor Dragalzew Júnior, a ajuda da comunidade para reforma ou construção de nova unidade é um facilitador, uma vez que o Estado esbarra na liberação de recursos, o que precisaria passar por aprovação de vários órgãos. 

Ele acrescenta ainda que outro complicador é a falta de recursos humanos, já que houve um concurso para a contratação de servidores, que agora aguarda o chamamento do cadastro de reserva. Segundo esclarecido pelo superintendente, já foi apresentado um plano de reestruturação do sistema prisional, com a previsão de que algumas unidades irão absorver outras de pequeno porte.


Participaram ainda da reunião, pelo MP-GO, a coordenadora do Centro de Apoio Operacional Criminal (em substituição), Patrícia Otoni, e o promotor Paulo Eduardo Penna Prado, que atua em auxílio ao CAO Criminal. Estiveram também presentes o secretário de Finanças, Junio Cleiber da Silva, e Arlete Moraes Costa, a presidente do Conselho da Comunidade da Comarca de Maurilândia.

(Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MP-GO )