Sidebar

24
setembro domingo

Intitulada de Liberdade em Cores, exibição das obras fica aberta aa público até sábado (23) no 2º piso
O Buriti Shopping exibe até sábado (23) a exposição de pinturas Liberdade em Cores, da artista plástica e poetisa Carla Neves, no 2º piso, com entrada gratuita. Com telas compostas por cores vibrantes, suas obras têm forte expressão visual e se destacam por meio de texturas variadas, tendo uma forma criativa de promover a conscientização e preservação do meio ambiente, estabelecendo uma conexão entre os animais em formas de fragmentos.
Até encontrar sua identidade, a artista plástica utilizou várias técnicas de pintura, como colagens ultilizando materiais recicláveis e texturas diversas. Para Carla, “o mundo natural é a maior fonte de beleza visual e que as obras de arte inspiram pensamentos e ações, por isso são uma importante ferramenta para transmitir mensagens de consciência e sustentabilidade”.
Serviço
Exposição Liberdade em Cores
Quando: até sábado (23)
Horário: 10h às 22h.
Local: 2º piso do Buriti Shopping – Avenida Rio Verde, 102/104.
Entrada gratuita

A Leishmaniose Visceral Canina é uma doença que está espalhada pelas cinco regiões do país e é considerada a enfermidade mais negligenciada mundialmente e a zoonose mais emergente em grande parte do país, sem perspectivas de controle.


O I Encontro Goiano de Leishmaniose Visceral Canina aconteceu dia 31 de agosto, no auditório do CRMV-GO, com a participação de várias autoridades. O evento foi uma iniciativa da Comissão de Saúde Pública do CRMV-GO.  Goiás registra a média de 1 cão para cada 6 humanos, ou seja, são mais de 1 milhão de cachorros espalhados pelos 246 municípios goianos. A Leishmaniose Visceral Humana tem uma taxa de letalidade de 7,8% no Brasil. A doença está espalhada pelas cinco regiões do país e é considerada a enfermidade mais negligenciada mundialmente e a zoonose mais emergente em grande parte do país, sem perspectivas de controle.


Só em 2015, foram registrados mais de 3,2 mil casos em humanos no Brasil. Em 2017, a Secretaria Estadual de Saúde de Goiás registrou 37 casos de Leishmaniose Visceral Humana (LV) no Estado, inclusive um óbito. A LV, também conhecida como calazar, é uma zoonose de transmissão vetorial com ampla distribuição podendo ser fatal, quando não tratada.

Atualmente existe uma vacina antileishmaniose visceral canina em comercialização no Brasil pela Ceva. Já para tratamento do animal existe o Milteforan, da Virbac. É bom lembrar que não existe cura parasitológica estéril para a Leishmaniose Visceral Canina. O declínio da carga parasitária, com o Milteforan, reduzirá o potencial de infecção dos flebotomíneos e, consequentemente, a transmissibilidade da doença. Assim, a cada quatro meses, o animal em tratamento deverá retornar ao médico veterinário para uma reavaliação clínica, laboratorial (pelo proteinograma) e parasitológica (pelas citologias de linfonodo e medula óssea). Se necessário, um novo ciclo de tratamento deverá ser indicado.

A Méd. Vet. Sonaide Faria Ferreira Marques, Técnica da Coordenação de Zoonoses da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) e também uma das palestrantes do I Encontro Goiano de Leishmaniose Visceral, vai abordar o assunto com mais profundidade no Suplemento Técnico a ser veiculado na próxima edição do informativo oficial do CRMV-GO, o Quirão, edição de dezembro. Fique atento às orientações importantes sobre essa zoonose que atinge todo o país.

Os médicos veterinários, ao suspeitarem de um caso, especialmente nas clínicas veterinárias, devem informar imediatamente as autoridades de saúde pública de seu município ou Estado, lembrando que os casos de Leishmaniose Visceral Canina antecedem os casos de Leishmaniose Visceral Humana.

Esta comunicação deve ser feita aos Núcleos de Vigilância Epidemiológica das secretarias municipais de saúde, às Unidades Municipais de Vigilância de Zoonoses, antigamente denominados CCZs (Goiânia, Anápolis, Luziânia, Rio Verde, Itumbiara, Porangatu, Jataí e Aparecida de Goiânia) e à Coordenação Estadual de Zoonoses.


Para mais informações, os profissionais podem entrar em contato com a Coordenação Estadual de Zoonoses da SES-GO: Telefone (62) 3201-2683 ou O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

A Comissão de Educação aprovou, por unanimidade, nesta terça-feira, 19/9, projeto (PLS 210/2015) do senador Ronaldo Caiado (GO) que estabelece a inclusão de aulas de primeiros socorros para alunos dos ensinos médio e fundamental. Pela proposta, que teve como relator o senador Pedro Chaves (PSC-MS), as aulas poderão ser ministradas a partir de convênios das escolas com o corpo de bombeiros dos estados. O texto foi aprovado em caráter terminativo e agora será apreciado pela Câmara dos Deputados. 

“A experiência brasileira tem demonstrado nas últimas duas décadas que o auxílio prestado por voluntários com experiência em resgate e emergência tem sido de grande valia no salvamento de vidas, aumentando a chance de sucesso do resgate pelo Corpo de Bombeiros. No mundo todo tem-se entendido sobre a necessidade de prestar treinamento na área de resgate de emergência e em ressuscitação cardiopulmonar, como forma de salvar vidas e evitar sequelas permanentes, inclusive iniciando-se este treinamento com crianças na fase compreendida entre 10 e 12 anos”, argumentou o líder do Democratas no Senado. 

O parlamentar explicou que o curso vai abranger aulas práticas e teóricas, incluindo treinamento de ressuscitação cardiopulmonar.

Será aberto oficialmente nesta quarta-feira (20/09), a partir das 09h00, no Parque de Exposições Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, o congresso "O Brasil Pecuário Acontece Aqui", uma parceria que une dois eventos com o objetivo de fortalecer a pecuária brasileira e mostrar  a força do setor em todo país: Interconf (Conferência Internacional de Pecuaristas) e Goiás Genética 2017. Várias autoridades políticas e do setor agropecuário estarão presentes.
Às 10h30 acontece palestra com os jornalistas Clayton Conservani e Carol Barcelos do programa Planeta Extremo da rede Globo.
O BRASIL PECUÁRIO, é um congresso de tecnologia, experiências e aptidões para produzir animais com eficiência. Um evento da Associação Goiana dos Criadores de Zebu (AGCZ) e Associação Nacional dos Confinadores (Assocon).


Serviço:  Projeto "O Brasil Pecuário Acontece Aqui"
Data: 16 a 23 de setembro de 2017 
Abertura Oficial: 20/09 - Quarta-feira - 09h00

Proposta leva diversão e serviços à população, que pode tirar dúvidas sobre programas sociais

No próximo sábado, 23, acontece o projeto Ação nos Bairros. A proposta da Secretaria de Ação Social e Melhor Idade busca levar atividades de interesse da população, aos bairros da cidade. A primeira edição foi no Setor Recanto de Caldas e ofereceu ações de assistência social e saúde às famílias. Também foi montado espaço onde crianças puderam se divertir e os pais e mãos de família cuidar da saúde e tirar dúvidas sobre programas municipais, estaduais e federais.
Mais de 200 pessoas estiveram presentes na primeira edição, que envolveu outros bairros como Holliday, Caminho do Lago, Recanto das Águas, Jardim Vitória e Jardim Tangará. “A ideia é fazer com que a ação visite diversas regiões do município, ofertando esse atendimento à população", explica a secretária de Ação Social e Melhor Idade, Flávia Lima.
Entre os serviços ofertados estavam orientações do CRAS/PAIF; CREAS; também sobre Cadastro Único/Bolsa Família; Passaporte idoso; Conselho Tutelar; Serviços de Saúde; corte Cabelo e Massagem.
A próxima edição 'Projeto Ação nos Bairros" será das 8 às 12 horas, na Rua 01, Qd 24, Lt 27 Vila Mutirão, na Praça da Vila Mutirão. Regiões próximas também participam. A programação completa você acessa no site: www.caldasnovas.go.gov.br

O promotor de Justiça em substituição Glauber Rocha Soares requisitou à Saneago a adoção de medidas emergenciais para evitar o abalo das laterais da barragem da antiga usina hidrelétrica do Rio Piracanjuba, atualmente parcialmente rompida. A obra fica em Bela Vista de Goiás, cuja população é abastecida pelo manancial. Segundo o promotor, um eventual solapamento poderá provocar o seu desmoronamento e a poluição hídrica com sedimentos de origens diversas e desconhecidas.

O MP requisitou da empresa também a elaboração e apresentação, em 30 dias, de um plano de recuperação de área degradada, com medidas de reparação do local do barramento do Piracanjuba, em especial onde há grande acúmulo de sedimentos, além de testes de qualidade da água.

Considerando a gravidade da situação e a importância da fonte de captação de água, o promotor também solicitou ao município medidas paliativas emergenciais para evitar maior contaminação da água pelos resíduos já acumulados, no prazo de dez dias. Em 30 dias, no entanto, a administração municipal deverá apresentar um cronograma de ações para a solução do problema.

Já o proprietário da área onde está localizado o barramento está sendo notificado para relatar a causas do rompimento, detalhando quais reparos foram feitos pelo particular ou se foram acionados órgãos ambientais para solucioná-los.

Promotores da região buscam saída 
A gravidade da situação fez com que o promotor local e a promotora de Piracanjuba, comarca vizinha, também afetada, promovessem uma reunião em busca de soluções, inclusive para minimizar os danos ambientais provocados e evitar maiores consequências ao meio ambiente.

Há cerca de 15 dias, compareceram ao encontro, além dos promotores, a procuradora do município de Bela Vista, Daniella Meireles; o secretário municipal de Meio Ambiente, Arthur Fernandes, além do analista ambiental do MP Juber Henrique Amaral.
Na reunião, foram propostas medidas a curto e longo prazos para reduzir o impacto dos danos causados pelo rompimento parcial da barragem.

(Texto:Assessoria de Comunicação Social do MP-GO )

O prefeito Rogério Troncoso acompanhado de assessores, amigos e vereadores participou na manhã desta segunda-feira, 18 de setembro, da posse da procuradora-geral da república, Raquel Dodge, que é filha de Morrinhos.

Na oportunidade, Rogério cumprimentou seus pais José Rodrigues  Ferreira e Ivone Elias Cândido Ferreira bem como os amigos, Alaor Barbosa e Manoel de Freitas, e outros participantes dessa importante cerimônia solene realizada em Brasília.

“Ao lado do governador Marconi Perillo e de diversas autoridades participamos da posse da conterrânea e procuradora-geral da República, Raquel Dodge. É um orgulho para todos nós morrinhenses! Em nome do Executivo morrinhense, desejamos êxito na busca pela promoção da justiça e na defesa da democracia”, registrou Rogério Troncoso.

Projeto especial La Bomba Latina abre agenda de shows do festival; durante toda a semana, casas noturnas, centros culturais e bares se vestem de amarelo para programação do evento

Ritmos incandescentes de diferentes regiões do País pautam a 16ª edição do Vaca Amarela, que começa hoje, 18, e vai até o domingo, com uma programação que envolve música, convergência cultural e discussões sobre a nova produção sonora brasileira. Até a quinta-feira, espaços culturais, casas noturnas e bares se vestem de amarelo e ´promovem shows e eventos integrados ao festival. Já no final de semana, o Palácio da Música do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON) abre seus portões para cantores e bandas numa maratona musical. 
Para hoje, na abertura do Vaca 2017, o projeto La Bomba Latina leva para os palcos do Centro Cultural UFG as bandas Muntchako e Max Capote. Promovido pela Fósforo Cultural desde 2010, o projeto propõe uma série de shows que também é intercâmbio entre artistas de países latinos. Com entrada franca e livre para todas as idades, o evento acontece às 20h, no Setor Universitário. “Queremos criar essa convergência musical de diversas sonoridades para abrir espaços para grupos que não teriam a oportunidade de se apresentarem anteriormente”, aponta o coordenador João Lucas Ribeiro. 
Já no final de semana, nomes como Curumin, que recentemente lançou o elogiado disco Boca, ou grupos como Djonga, Hell Oh! E Deb and the Mentals, dividem o palco com a sensação do momento Pablo Vittar, as brasilienses do Sapabonde ou as efervescentes Linn da Quebrada e MC Carol. Como uma janela para a apresentação de grupos regionais, o festival ainda promove shows das pratas da casa Ara Macao, Niela, Chell, Carne Doce, Bruna Mendez, Overfuzz, Lutre, Sótão, Frieza, entre outros. 
16 anos de Vaca Amarela
Rainha do rock dos festivais de música de Goiânia, o Vaca Amarela acontece ininterruptamente há 16 anos, como uma janela expoente para a produção musical, intercâmbio entre artistas, promoção e profissionalização cultural. O festival é promovido pela Fósforo Cultural, que há 11 anos promove de forma consciência e coletiva e se divide em ações de fomento e fruição de bens culturais, seja na produção de festivais de música, como o Vaca Amarela e o Grito Rock, seja na propagação e articulação de bandas regionais.

CONFIRA mais sobre as bandas que tocam hoje no La Bomba Latina especial Vaca Amarela: 
Muntchako: Muntch
O grupo vem de três vivências musicais completamente distintas, e que encontraram na linguagem instrumental seu ponto comum. Ritmos universais mesclados à batidas eletrônicas, guitarradas, sintetizadores e o bom humor dos instrumentistas experientes, fazem do Muntchako uma música instrumental rica, extrovertida e acessível. É som pra toda hora, se apropriando do melhor do gênero instrumental, sua universalidade. Integrado por Samuel Mota (guitarra, synths e programações), Rodrigo Barata (bateria e samplers) e Macaxeira Acioli (percussão e samplers).
Max Capote
Do Uruguai, Max capote bloqueou sua incrível banda nos grooves de um vinil, como um feitiço, eles tocam as músicas de seu último álbum "Chewing Gum" e a paixão visceral ardente. "Eu sempre quis ouvir minha banda e minhas músicas tocando de um vinil e cantar sobre isso me faz estremecer”, afirma. Com quatro discos lançados, o último Aperitivo de Moda foi divulgado em 2014. 
ANOTE
PROGRAMAÇÃO
SEGUNDA-FEIRA (18 de Setembro)
Centro Cultural UFG
Endereço: Av. Universitária, nº 1.533 - Setor Leste Universitário
Abertura do 16º Festival Vaca Amarela
Especial LA BOMBA LATINA - Primeiro show da terceira temporada da série de música que faz intercâmbio entre artistas da América Latina.
Shows:
Max Capote (URU)  e Muntchako
Horário: 20 horas
Entrada Livre
 
TERÇA-FEIRA (19 de Setembro)
IMERSE
Endereço: Rua 115 nº 488, Q F36, L62 - St. Sul
Programação de música eletrônica
Horário: 21 horas
Entrada: R$15
QUARTA FEIRA (20 de Setembro)
HERMETO BAR
Endereço: R. T-30, nº 2655 - St. Bueno
Show com: Daniel Belleza acompanhado de Eristhal Luz
Horário: 20 horas
Entrada Livre
 
After:
Karaoke especial na ROXY GOIÂNIA
Endereço: R. 87, nº 536, Setor Sul
Horário: 23 horas
Entrada: 15 a 20 reais
 
QUINTA-FEIRA (21 de Setembro)
COMPLEXO PUB
Endereço: Rua 7, nº 475 - Centro
Showcase MILO RECS
Show:
Components
Caffeine Lullabies
Cat Vids(SP)
Discotecagem: Bruna Mendez e Clenon Ferreira
 
REPÚBLICA UNDERGROUND MUSIC (RUM) convida INFERNO CLUB
Endereço: Alameda Botafogo, nº 416 - St. Central
Shows:
Corazones Muertos (ARG/SP)
Mellow Buzzards
Templates
Molbones
Discotecagem: Johnny Suxxx e Leo Rockefeller
 
 
SEXTA-FEIRA (22 de setembro)
Centro Cultural Oscar Niemeyer
01:00 Pabllo Vittar (MA)
00:00 Carne Doce
23:00 Sapabonde(DF)
22:00 Bruna Mendez
21: 00 Deb and the Mentals(SP)
20:30 Niela
20:00 Chell
 
SÁBADO (23 de setembro)
Centro Cultural Oscar Niemeyer
01:00 MC Carol (RJ)
00:00 Curumin (SP)
23:00 Ara Macao
22:00 Linn da Quebrada (SP)
21:00 Djonga(BH)
19:45 Overfuzz
19:00 Hell Oh! (RJ)
18:15 Branda
17:30 Lutre
16:45 Sótão
16:00 Sixxen
 
DOMINGO (24 de setembro)
30 anos do césio - REPÚBLICA UNDERGROUND MUSIC (RUM)
Endereço: Alameda Botafogo, nº 416 - St. Central.
Shows:
Punch
HC 137
Frieza
Lobinho e os 3 porcão
Adax
 
Horário: 16 horas
Entrada: R$15
 
MIGS ESPECIAL VACA AMARELA - ROXY GOIÂNIA
Endereço: R. 87, nº 536, Setor Sul
Show:
Aretuza Lovi
Dj: Lipy. B.
Horário: 21 horas
Entrada: R$20
 
SERVIÇO
Festival Vaca Amarela
Data: 18 a 24 de setembro
Local: casas noturnas e Centro Cultural Oscar Niemeyer
Ingressos: www.sympla.com.br/vacaamarela
Entrada de menores de idade apenas acompanhados dos pais

Será realizado o plantio de 500 mudas de árvores nativas do cerrado às marges das nascentes

No próximo dia 21 de setembro, data em que se comemora o dia da Árvore, o Departamento Municipal de Água e Esgoto – Demae, em pareceria com a secretaria municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, vai realizar ação ambiental que faz parte do Programa de Recuperação de Áreas Degradadas.

Na ocasião serão plantadas 500 mudas de árvores nativas do cerrado na nascente do córrego do Açude, na região próxima à Rodoviária. As espécies são próprias para as veredas, que são áreas alagadas, típicas das nascentes.

Segundo informações da fiscal ambiental Viviane Rodrigues, este programa está sendo desenvolvido em etapas e busca resgatar áreas desmatadas, recuperando a cobertura vegetal e o equilíbrio dos ecossistemas.

A ação vai contar com a presença de alunos da rede pública municipal, com o objetivo de criar nos estudantes uma consciência ecológica. “A consciência ecológica, como processo, é um objetivo a ser conquistado dia-a-dia pelo cidadão, pela sociedade e pelos governos e exige a criação de novos valores e conhecimentos para transformar a realidade a partir da racionalidade dos bens ambientais e da prática do desenvolvimento sustentável”, afirma Viviane.

Serviço
Ação Ambiental do Dia da Árvore - plantio de 500 mudas nativas do cerrado 
21 de setembro
A partir das 8 horas
Nascente do Córrego do Açude, próximo à Rodoviária.

A Campanha de Vacinação contra a Raiva  2017 ocorrerá no próximo dia 23 de setembro. A população canina e felina estimada no Estado de Goiás é de, aproximadamente, um milhão duzentos e trinta e sete mil (1.237.000) animais. O objetivo da Campanha é que 80% desses animais (cães e gatos) sejam imunizados, segundo o que preconiza o Ministério da Saúde.

A campanha está sendo organizada pela Coordenação Estadual de Zoonoses da Superintendência de Vigilância em Saúde (SUVISA/SES-GO) e teve início a partir do mês de agosto/2017, quando foram distribuídas as doses da vacina para aplicação nos animais (cães e gatos) da zona rural.

No dia "D" da Campanha de Vacinação Contra a Raiva  2017 (dia 23/09 - sábado) serão instalados postos de vacinação em centros de saúde, escolas estaduais e municipais, centros comunitários, pet shops, clínicas veterinárias, lojas de produtos agropecuários, entre outros pontos com grande fluxo de pessoas. A expectativa é que vinte mil profissionais das Secretarias Municipais e Estadual de Saúde trabalhem, direta ou indiretamente, na ação em todo o Estado. 

É importante ressaltar que a campanha visa prioritariamente prevenir a raiva humana, por intermédio da vacinação antirrábica dos cães e gatos. O controle da doença em cães e gatos é fundamental para a eliminação de casos em humanos, já que os animais estão entre os principais transmissores.

A última notificação da doença em humanos, transmitida pela variante 2 (canina), ocorreu em 2001 e o último caso de raiva canina, também transmitida pela variante 2 (canina), foi registrado em 2002.

 A doença

 A raiva humana é uma doença causada por um vírus, extremamente grave, com letalidade próxima a 100% que pode ser transmitida ao homem por meio de mordedura, lambedura ou arranhadura em mucosa ou pele lesionada. Além de cães e gatos, bovinos, equinos, suínos, macacos e morcegos, os animais silvestres também podem transmitir esta enfermidade sendo reservatório primário para a raiva na maior parte do mundo, mas os animais domésticos são as principais fontes de transmissão para os seres humanos. Nos animais de companhia está transmissão está controlada desde 2002. Observa-se o crescimento de acidentes diretos e indiretos envolvendo morcegos.

Os sinais e sintomas nos animais podem incluir alterações de comportamento, depressão ou agressão, dilatação da pupila, fotofobia, falta de coordenação muscular, mordidas no ar, salivação excessiva, dificuldade para engolir devido à paralisia da mandíbula, déficit múltiplo de nervos cranianos, falta de coordenação dos movimentos (ataxia) e perda dos movimentos dos músculos (paresia) dos membros posteriores progredindo para paralisia. Os sinais apresentados e a evolução da doença variam entre as espécies animais.

 

Dados:

 A população canina e felina estimada no estado de Goiás é de, aproximadamente, um milhão duzentos e trinta e sete mil (1.237.000) animais. Destes, cerca de 400 mil vivem na zona rural e começaram a ser imunizados a partir de agosto/2017.

Os demais 837 mil animais domésticos devem ser imunizados no sábado, 23 de setembro, Dia "D" da Campanha contra a Raiva na zona urbana.

 Foram recebidas 1.350.000 (um milhão trezentos e cinquenta mil) doses de vacina antirrábica para cães e gatos, sendo que 400.000 doses já foram entregues no início de agosto de 2017 e as outras 950.000 doses começaram a ser entregues no final do mês de agosto de 2017 e primeira quinzena de setembro de 2017.


 O Ministério da Saúde recomenda que pelo menos 80% dos cães e gatos sejam vacinados para afastar a possibilidade da raiva animal.

   Em todo o Estado cerca de 20 mil profissionais foram destacados para trabalhar na campanha.

  A última notificação da doença em humanos, transmitida pela variante 2 (cão), ocorreu em 2001 e o último caso de raiva canina, também transmitida pela variante 2 (cão), foi registrado em 2002.

 

 Números da Campanha de Vacinação contra a Raiva  -  Goiás/2017


1)      Meta de Vacinação (80% de cobertura vacinal)
População Animal no Estado  -  1.124.909 cães (meta 80% = 899.927 cães)   112.368 gatos (meta 80% = 89.894 gatos)

2)      Quantidade de Vacina Disponível: Doses -  1.350.000 

3)      Quantidade de Postos de Vacinação:

Estado - 6.000
4)      Quantidade de Pessoas Envolvidas na Campanha

Estado - 20 mil pessoas
5)      Horário de Atendimento nos Postos de Vacinação:

Abertura : 8:00 h
Encerramento : 17:00 h

O Tribunal do Júri condenou, na sexta-feira (15/9), Hélio Ferreira da Silva Júnior a 7 anos e 6 meses de reclusão pela morte de Jéssica Correia de Queiroz, atropelada por ele, que se encontrava embriagado, no dia 16 de abril do ano passado. A acusação foi feita pelo promotor de Justiça José Eduardo Veiga Braga Filho, em sessão presidida pelo juiz Eduardo Pio Mascarenhas de Silva.

Os jurados acolheram argumentação do MP, reconhecendo a materialidade das lesões sofridas pela vítima, atribuindo a autoria do delito ao réu. Os jurados entenderam que Hélio Ferreira da Silva Júnior assumiu o risco de produzir o resultado da morte. O promotor de Justiça havia requerido a condenação do réu pelo crime de homicídio, enquanto a defesa pediu a desclassificação do crime para homicídio culposo.

Homicídio 
De acordo com a denúncia do MP, no dia 16 de abril de 2016, por volta das 21 horas, Hélio conduzia seu veículo na Avenida 85, nas proximidades da sede do Goiás Esporte Clube. Na mesma avenida, a vítima pilotava uma moto, no sentido Serrinha-Centro. Ao se aproximar do cruzamento com a Rua T-60, onde há sinalização por semáforo, ela, que estava na faixa da esquerda, diminuiu a velocidade, uma vez que o sinal estava vermelho e já havia carros parados à frente. Hélio, que dirigia embriagado, no mesmo sentido e faixa, não freou o carro e, com essa conduta, assumiu o risco de matar qualquer pessoa que ali se encontrasse.

Assim, Hélio bateu violentamente a frente do seu carro com a parte traseira da moto de Jéssica que, com o impacto foi arremessada por muitos metros à frente, caindo já no meio do cruzamento entre as duas vias.
Em seguida a esse impacto inicial, Hélio ainda bateu seu carro na traseira direita de um outro veículo, que estava parado na faixa central aguardando a abertura do semáforo, tendo, depois, subido a calçada e batido na mureta da sede do clube e em uma árvore, parando, finalmente, atravessado na pista.

Segundo a denúncia, o Corpo de Bombeiros constatou a morte da vítima ainda no local, enquanto Hélio foi encaminhado ao Hospital Jardim América, sendo evidenciado, por teste de alcoolemia, o valor de 1,40 mg/L, razão pela qual foi preso em flagrante. A denúncia foi oferecida pelo promotor de Justiça Rodrigo Félix Bueno, no dia 29 de abril do ano passado.

(Texto: Assessoria de Comunicação Social do MP-GO )

No dia 24 de setembro, o Parque Flamboyant se transforma em palco para que a Orquestra Filarmônica de Goiás apresente clássicos de musicais e do pop. Também integram o repertório obras com características folclóricas e ainda clássicos da música orquestral. 

Sob a batuta do Regente Titular Neil Thomson, serão apresentadas as composições Protofonia, de Carlos Gomes; Farandole, de Bizet; Danças populares romenas, de Bartók; Cavalaria ligeira, de Suppé; Finlândia, de Sibelius; Seleções do filme Chicago compostas por Ebb e Kander; Um medley de James Bond, de Jonh Barry e para fechar com chave de ouro e com as energias lá no alto, Dancing Queen, do Abba.

A Filarmônica convida todos a reunirem a família e os amigos para realizarem um piquenique enquanto assistem ao concerto. Nada melhor do que compartilhar momentos e consolidar memórias em meio a natureza ouvindo boa música.

A apresentação tem início às 17h. A participação é gratuita! Basta levar uma toalha, lanche reforçado, boa companhia, que o resto é por conta da Orquestra.
 
Filarmônica no Parque Flamboyant
Data: 24/09 ( domingo)
Local: Parque Flamboyant – Jardim Goiás
Horário: 17h
Participação gratuita

Programa:
A. Carlos Gomes: Il Guarany: Protofonia
G. Bizet: L’Arlesienne: Farandole
B. Bartók: Danças populares romenas
F. Suppé: Cavalaria ligeira
J. Sibelius: Finlândia
F. Ebb e J. Kander: Seleções do filme “Chicago”
J. Barry (arr. P. Cambel): James Bond Medley
Abba (arr. P. Campbell): Dancing Queen

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado, foi recepcionado no último sábado (16/09) pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), em mais uma edição do Mutirão nos Bairros, realizado nesta sétima edição na Vila Rizzo, região Oeste de Goiânia. Para o peemedebista, o parlamentar é um grande companheiro de caminhada.

"Ronaldo Caiado é meu companheiro há muito tempo. Fizemos juntos a campanha em 2014 e juntos vamos caminhar por este mundo afora", garantiu o prefeito.

A fala foi durante coletiva, quando a imprensa questionou os dois sobre a unidade para 2018. O senador lembrou que a luta pela união é prioridade.

"O processo será consolidado. Estamos fazendo algo diferente dos anos anteriores, com vários encontros regionais. Não chegaremos em 2018 de improviso, mas com uma chapa bem montada", disse.

Aprovação

Esta é a terceira edição que conta com a participação do senador. Nos últimos dois meses o democrata acompanhou as atividades junto ao prefeito nas regiões Leste e Sul de Goiânia. Para o parlamentar, a adesão da população é um claro sinal de que ela aprova a administração do prefeito Iris Rezende.

"É sempre uma surpresa positiva ver a participação dos goianienses nos mutirões da Prefeitura. Hoje estive na 7ª edição e vi como os cidadãos participam ativamente quando são recepcionados de maneira séria e competente pela administração pública. O prefeito Iris Rezende sempre mostrou ao Brasil que é preciso ir às ruas conversar com as pessoas. Política não se faz em gabinete", afirmou.

No evento de hoje, moradores da região fizeram questão de tirar fotos com o senador e manifestar apoio ao trabalho no Senado. O mutirão também foi uma oportunidade de encontros com a ex-deputada Íris Araújo (PMDB); o presidente da Câmara de Goiânia, Andrey Azeredo; o deputado estadual Wagner Siqueira (PMDB); vereadores da capital e o advogado Djalma Rezende.

Após retorno da missão comercial que liderou ao Cone Sul, governador avalia resultado da intensa agenda de trabalho no Uruguai, na Argentina e no Paraguai

O governador Marconi Perillo afirmou neste domingo, ao avaliar os resultados da Missão Comercial do Governo de Goiás para o Cone Sul, que a agenda permanente de apresentação das potencialidades e oportunidades econômicas do Estado ao redor do mundo fortalece o mercado local e antecipa possibilidades de novos negócios. "As missões fortalecem a economia de Goiás, na medida em que internacionalizam nosso mercado e ampliam as possibilidades de fazermos novos negócios", disse o governador, que liderou delegação de empresários goianos em agenda comercial no Uruguai, na Argentina e no Paraguai entre os dias 7 e 13 deste mês.

Marconi disse que o momento atual da economia, marcado pelos sinais de superação da crise nacional, é ainda mais estratégico para a prospecção de novos negócios e oportunidades. "O Brasil está começando a efetivamente virar a página da crise econômica e este é o momento para falarmos do futuro, da retomada do crescimento. Quem aproveitou esta fase vai sair na frente. Quem não é visto, não é lembrado", disse. "Não tenha dúvida. Goiás não cresce e gera empregos acima da média nacional à toa, por geração espontânea. Isso é resultado dos investimentos públicos, dos incentivos fiscais, da parceria com o setor produtivo e das missões", afirmou.

O governador afirma que os resultados das missões aparecem em diversos recortes dos números da economia do Estado, do anúncio de novos investimentos privados nos últimos meses, mesmo em meio à crise econômica nacional, passando pelo saldo da balança comercial, e na geração de empregos. "Os números mostram a efetividade das missões. O total de países para os quais Goiás exporta seus produtos cresceu duas vezes e meia; de cerca de 50, em 1998, para 152 nações em 2017. China, Holanda, Índia, Rússia, Coreia do Sul, Irã, Estados Unidos, Hong Kong, Vietnã e Itália são os principais destinos das mercadorias de Goiás; exatamente os países priorizados pelas principais missões comerciais empreendidas", disse.

"O saldo da balança comercial é positivo para Goiás, com os valores exportados superando o total de importações, evidenciando a força da economia do Estado e o resultado do estímulo do Governo de Goiás à promoção do comércio exterior. Entre os maiores investimentos estrangeiros anunciados para o Estado nos últimos meses estão Heineken, Caracal, Gerresheimer, Orinoco Gold, Anglo e Heinz", exemplificou o governador. "Todos resultados das missões comerciais realizadas pelo Governo de Goiás. É o caso também de Hyundai, Suzuki e da ampliação da Mitsubishi, para lembrar alguns casos", disse.

Marconi afirma que o crescimento econômico é resultado de estímulos em diversas direções, com destaque para os investimentos públicos em obras de infraestrutura social e econômica, para os incentivos fiscais no caso dos Estados em desenvolvimento, e para a divulgação das oportunidades de negócios em outras unidades da federação e no exterior. "Sempre impulsionamos o crescimento em diversas frentes, e agora estamos atacando a crise por todos os lados. Em 18 anos, o PIB cresceu dez vezes, de R$ 17,4 bilhões, em 1998, para uma projeção de R$ 200 bilhões, em 2017. O saldo da balança comercial cresceu de US$ 1,093 bilhão para US$ 2,515 bilhões, nesse período", disse. "As crises representam excelentes oportunidades, quando bem aproveitadas", afirmou.

Leia, abaixo, a íntegra da avaliação do governador Marconi Perillo sobre os resultados das missões comerciais:

"As missões comerciais geram empregos"
As missões fortalecem a economia de Goiás, na medida em que internacionalizam nosso mercado e ampliam as possibilidades de fazermos novos negócios. Aumentar o comércio bilateral entre Goiás e os três países, e estreitar laços na educação, na cultura e na inovação tecnológica. Na economia, temos muito espaço para crescer. Ainda não há nenhum país sul-americano na relação das 10 nações com as quais Goiás tem maior intercâmbio comercial. Nos acompanham empresários interessados em ampliar seus negócios com os países visitados, principalmente. No caso desta missão, o foco maior é o agronegócio e agroindústria. Importante lembrar que os empresários são convidados e viajam com recursos próprios. Fizemos reuniões muito produtivas com empresários e autoridades locais, na apresentação das potencialidades e oportunidades de Goiás. Diversos empresários que compõem a delegação já fecharam ou deixaram negócios bem encaminhados nos três países, nos diferentes setores representados na delegação.

"As crises representam excelentes oportunidades, quando bem aproveitadas"
Imprescindível. O Brasil está começando a efetivamente virar a página da crise econômica e este é o momento para falarmos do futuro, da retomada do crescimento. Quem aproveitou esta fase vai sair na frente. Quem não é visto, não é lembrado. Não tenha dúvida. Goiás não cresce e gera empregos acima da média nacional à toa, por geração espontânea. Isso é resultado dos investimentos públicos, dos incentivos fiscais, da parceria com o setor produtivo e das missões. Sempre impulsionamos o crescimento em diversas frentes, e agora estamos atacando a crise por todos os lados. Em 18 anos, o PIB cresceu dez vezes, de R$ 17,4 bilhões, em 1998, para uma projeção de R$ 200 bilhões, em 2017. O saldo da balança comercial cresceu de US$ 1,093 bilhão para US$ 2,515 bilhões, nesse período. As crises representam excelentes oportunidades, quando bem aproveitadas.

"Aumentamos nosso comércio justamente com os países que foram pauta das missões"
Os números mostram a efetividade das missões. O total de países para os quais Goiás exporta seus produtos cresceu duas vezes e meia; de cerca de 50, em 1998, para 152 nações em 2017. China, Holanda, Índia, Rússia, Coreia do Sul, Irã, Estados Unidos, Hong Kong, Vietnã e Itália são os principais destinos das mercadorias de Goiás; exatamente os países priorizados pelas principais missões comerciais empreendidas. O saldo da balança comercial é positivo para Goiás, com os valores exportados superando o total de importações, evidenciando a força da economia do Estado e o resultado do estímulo do Governo de Goiás à promoção do comércio exterior. Entre os maiores investimentos estrangeiros anunciados para o Estado nos últimos meses estão Heineken, Caracal, Gerresheimer, Orinoco Gold, Anglo e Heinz. Todos resultados das missões comerciais realizadas pelo Governo de Goiás. É o caso também de Hyundai, Suzuki e da ampliação da Mitsubishi, para lembrar alguns casos.

"Estamos mostrando ao mundo nossa força econômica e social"
O aumento da pauta exportadora, com mais empresas goianas vendendo para fora do Estado e do País, balança comercial mais robusta em decorrência disso, e integração entre Goiás e esses países, com reflexos no turismo, no comércio e nos serviços; além da atração de investimentos industriais e produtivos. A missão ao Cone Sul é um grande sucesso, quer pela qualidade e conteúdo das agendas bilaterais, ou pela representatividade da delegação empresarial que me acompanhou. Estas missões são a grande e única oportunidade para apresentarmos o Estado de Goiás ao mundo, revelando suas potencialidades, sua força econômica, consumidora, além de intercambiar nas áreas do agronegócio, educacional e cultural, dentre outras. 

"Goiás ganhou relevância no cenário político e econômico interno e externo após as missões"
A principal evidência acerca da importância da liderança política e econômica de nosso Estado se mostra na excelência da agenda que desenvolvemos: encontro com o presidente do Paraguai, reuniões com os ministros de Relações Exteriores dos três países visitados, reunião com o presidente do Senado da Argentina, encontros de trabalho com ministros e empresários, seminários e rodadas de negócios no Uruguai, Argentina e Paraguai; e a outorga do diploma de hóspede de honra de Buenos Aires, concedida pela unanimidade dos deputados portenhos. As agendas foram rigorosamente definidas pelos competentes embaixadores do Brasil acreditados naqueles países, contando com o apoio dos embaixadores que representam os três países em Brasília.  Não há dúvida de que é uma excelente iniciativa que promove a internacionalização de Goiás.