Sidebar

24
setembro domingo

Na manhã desta quinta-feira (21), o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Demae), em parceria com a Secretaria de Meio-Ambiente e com o projeto "Amigos da Natureza", da Secretaria de Educação, realizou a 3ª etapa do projeto “Programa de Recuperação de Áreas Degradadas" e comemorou o dia mundial da árvore.
 
O evento teve como principal objetivo, comemorar o dia mundial da árvore e mostrar a importância da preservação da áreas verdes próximas a nascentes do município. A cerimônia de entrega das mudas contou com o prefeito da cidade, Evandro Magal (PP) e vereadores do município. Estiveram presentes também, os alunos da Escola Municipal Reginaldo Rispoli, com o projeto "Amigos da Natureza", 30 crianças realizaram o plantio de 500 mudas nativas, sob direção da Diretora Dirlene e coordenadora Kênia. O evento aconteceu na rua 28 do setor Estância Itaguaí, mais conhecido como "Campo do Brejão".  

“Ações como essa são extremamente benéficas para a cidade, pois preservar a natureza é pensar diretamente na saúde do planeta, além da conscientização das crianças sobre a preservação estamos plantando hoje para colher bons frutos em um futuro próximo”, enfatizou Milton Galvão.

  SUCESSO NA 6ª ETAPA DO CAMPEONATO GOIANO DE MOTOCROSS EM MORRINHOS
Com uma grande festa e a casa cheia o campeonato Goiano de Motocross, chegou a sua 6ª rodada na etapa de Morrinhos, no último fim de semana, sediando junto a 4ª etapa do Brasileiro da modalidade o que deu um brilho ainda maior ao evento, os melhores pilotos da América Latina, junto dos grandes nomes do estado do Goiás protagonizaram um verdadeiro espetáculo para o público que lotou arquibancadas, camarotes e todos os arredores do grande e belo circuito de Morrinhos. 

            Cerca de 290 pilotos estiveram inscritos nas 10 categorias concorridas pelo Goiano de MX, dentre eles grandes estrelas do cenário nacional se inscreveram não só pelo Brasileiro, mas também pelo Goiano para pontuarem no estadual e concorrerem a excelente premiação que o campeonato oferece. Nas categorias principais pilotos renomados e de fábrica venceram elevando ainda mais o nível do estadual, confira a seguir os resultados principais. 

            “Foi um fim de semana de sucesso no nosso estado, testamos essa ideia ano passado em Morrinhos mesmo, e ela foi abraçada pela CBM e repetida e concluída com sucesso mais uma vez nessa temporada. Precisamos de agradecer a prefeitura de Morrinhos e todos os seus responsáveis por nos dar total apoio para fazer esse evento possível. Agradeço também a todos os patrocinadores, público e pilotos que estiveram presentes na 6ª etapa do Goiano de Motocross válida pelo Campeonato Brasileiro e para finalizar parabenizo a toda nossa equipe FMG pelo empenho e compromisso com o trabalho!” – Disse Kurt Feichtenberger diretor de motocross e vice presidente da Federação de Motociclismo do estado do Goiás. 

            Para a FMG foi uma honra mais uma vez sediar e organizar essa festa de rodada dupla no estado, a prefeitura de Morrinhos GO, também se orgulhou do tamanho do evento. Que mais uma vez superou as expectativas de todos. A próxima etapa do Campeonato Goiano será em Edeia nos dias 07 e 08 de outubro. As inscrições já estão abertas através do site da FMG: www.fmg.esp.br 

            Durante o sábado além de todos os treinos classificatórios para as provas de domingo, aconteceram duas categorias válidas pelo Brasileiro e Goiano de Motocross, foram a MX3, vencida pelo Paranaense que disputou o Goiano, William Guimarães, seguido pelo piloto local Wolney Ferreira, em terceiro ficou João Batista. Na nacional quem levou a melhor pelo Goiano foi Gabriel Rocha, em segundo lugar ficou Vanderley Luiz seguido por Daniel Henrique. 

            No domingo as disputas foram abertas pela categoria Intermediária que foi vencida por Kelvin Zanini, o piloto superou o rápido Luis Adriano Zanotto e garantiu a vitória com Zanotto em segundo e Ricardo Tedeschi em terceiro. 

            Na MXF, categoria recente no Campeonato Goiano de MX a grande vencedora foi uma das pilotos ícone do cenário nacional, a jovem Lays Cazadini que foi seguida de perto por sua irmã Marcely Cazadini outra piloto também muito querida em todo país, elas que vieram do estado do Espírito Santo para participar da prova, na terceira colocação ficou Sarah Raquel líder do campeonato na classe.

           A 65cc também deu show na pista e quem venceu a bateria foi Felipe de Menezes seguido por Gustavo Rodrigues e Alexandre Galdino.

           A MX2 largou na sequência com a primeira bateria válida pelo Brasileiro e Goiano juntamente e pelo Goiano o vencedor foi o piloto oficial Honda, Gustavo Pessoa, em segundo ficou o piloto oficial Kawasaki, Pepê Bueno do Paraná e com a terceira colocação Caio Lopes. 

            Na MX1 o Equatoriano Jetro Salazar venceu nessa etapa do Goiano mostrando o nível do evento com o Português da Honda, Paulo Alberto em segundo, na terceira colocação o líder do Goiano Hector Assunção fechou os três primeiros da categoria principal. 

            No meio do dia a categoria 50cc encantou o grande público que lotava o local e mais uma vez Felipe de Menezes venceu com Bernardo Tiburcio em segundo, na terceira colocação ficou Renato Esteves. 

            Na categoria Junior o gaúcho Bruno Schmitz venceu no Goiano deixando com a segunda colocação Rodolfo Bicalho, em terceiro ficou Pedrinho Filho.

           Para fechar o fim de semana Morrinhos contou com a categoria Estreantes do Campeonato Goiano que após conferir de perto toda a participação dos pilotos profissionais os iniciantes tiveram a sua vez e a vitória foi de Felipe Bonfantti, seguido por Alef Marques e Filipe Chaves em terceiro. 

            O Campeonato Goiano de Motocross segue agora para o município de Edeia nos dias 07 e 08 de outubro para a realização da sétima etapa do estadual. 

            Para conferir todos os resultados e a classificação do campeonato, entre no site da federação: www.fmg.com.br.
           A prova com realização da Prefeitura Municipal teve a supervisão da Federação de Motociclismo de Goiás e CBM e organização do Moto Clube GP, com o patrocínio de Pneus Rinaldi, Honda, Yamaha, IMS Racing, apoio de Mobil, Circuit, Motogol/Honda, Belcar Motos/Yamaha, Avant Motos/Kawasaki, Protork, Cerveja Imperial Ouro,  Rapozão Racing, Cleidmar Racing, Moto Livre Shop, Pereira Distribuidora de Bebidas, Venon Conect, Fink Sistemas Automotivos, Morais Troféus, Goias Tendas, Compleite, Medcomerce, Proesporte, SEDUCE e Governo de Goias. Cobertura Oficial do site Show Radical.

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado, anunciou a liberação nesta quinta-feira (21/09) de R$ 9,8 milhões em recursos financeiros do Novo Mais Educação para Goiás, do Ministério da Educação (MEC), que serão aplicados em mais de mil unidades públicas de ensino fundamental e estadual. O ministro da Educação, Mendonça Filho (Democratas), fez questão de ligar para o senador para anunciar a boa notícia.

Ao todo serão mais de 382 mil alunos beneficiados com o programa, que tem a meta de melhorar a aprendizagem dos es dos estudantes do ensino fundamental em língua portuguesa e matemática, por meio da ampliação do número de vagas de educação em tempo integral. 

“O ministro Mendonça Filho tem feito a diferença na educação no Brasil. Isso é algo palpável. E fico ainda mais feliz em reconhecer que ele tem tido uma atenção toda especial com as demandas de Goiás, atendendo nossas solicitações no Ministério da Educação (MEC) sempre que necessário’, comemorou o senador. 

Para as escolas municipais de Goiás, o valor do repasse foi de R$ 5.734.266 para ser dividido por 674 unidades que atendem 252.848 alunos. Já para as escolas escolas estaduais o valor foi de R$ 4.160.458 para 490 escolas e 130.007 estudantes.

O repasse é referente à segunda parcela de 2016 e beneficia, em todo o Brasil, mais de 9 milhões de alunos em 31.011 escolas públicas. Segundo o ministro, é a primeira vez que o programa tem todo o seu ciclo pago dentro do mesmo exercício. Os recursos fazem parte do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e são enviados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC que coordena os repasses às redes de ensino. 

O Novo Mais Educação realiza o acompanhamento pedagógico em língua portuguesa e matemática e apoia o desenvolvimento de atividades nos campos de artes, cultura, esporte e lazer. A intenção é impulsionar a melhoria do desempenho educacional, ao complementar a carga horária em cinco ou 15 horas semanais no turno e contraturno das aulas.

Vice-governador diz durante reunião ordinária da Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia) que área de 13 alqueires desapropriada e escriturada pelo Estado para implantação da segunda etapa do Distrito Agroindustrial (Daia 2) deve ser repassada ao município, conforme entendimento entre o governador Marconi Perillo e o prefeito Roberto Naves. Medida visa dar maior agilidade às obras de infraestrutura e assegurar disponibilização de terrenos para atração de empresas ainda no primeiro semestre de 2018
 
O vice-governador Zé Eliton informou, durante reunião ordinária da Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia), que a área de 13 alqueires desapropriada e escriturada pelo governo de Goiás para a implantação da segunda etapa do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia 2) deve ser repassada ao município, conforme entendimento entre o governador Marconi Perillo e o prefeito Roberto Naves.
 
“Estamos esperando apenas a formalização burocrática dessa questão para dar encaminhamento”, disse Zé Eliton. “Naturalmente, as procuradorias do estado e do município estão procurando o modelo jurídico para ultimar essa deliberação que foi uma decisão política tomada e acordada entre o prefeito e o governador”, destaca.
 
A parceria visa dar maior agilidade às obras de infraestrutura e assegurar a disponibilização das áreas aos interessados o mais rápido possível. “O prefeito está ultimando os estudos para licitar a infraestrutura e, com isso, deveremos estar com as áreas disponíveis já no primeiro semestre de 2018 para atrair novas empresas”, afirma o vice-governador.
 
Zé Eliton foi o convidado da Acia para falar sobre questões relacionadas ao Daia em reunião ordinária realizada na quarta-feira (20/09). Ao lado do presidente da entidade, Anastacios Apostolos, do prefeito de Anápolis, Roberto Naves, e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, entre outras autoridades, respondeu a questionamentos dos empresários sobre as novas etapas do Distrito Agroindustrial, infraestrutura e saneamento básico, além de temas como a segurança pública.
 
No encontro, que deu continuidade à reunião técnica realizada com os empresários no início de agosto, o vice-governador destacou a parceria entre o município de Anápolis e o governo de Goiás. “O governo tem uma parceria sólida com a cidade de Anápolis; temos a felicidade de ter um prefeito que é altamente qualificado, que é parceiro, que tem aberto as portas para conosco fazer a cidade crescer e se desenvolver”, acentua. “É um momento muito especial, é a junção do poder público estadual e municipal com a iniciativa privada na busca desse desenvolvimento sustentável e sólido”, destaca.
 
Um dos principais questionamentos feitos pelos diretores da Acia foi em relação à transferência da área do que chamam de Daia 2 para o município de Anápolis. “Queremos saber se isso facilita, se dá mais rapidez ao processo de expansão”, perguntou o empresário Baltazar José dos Santos. “Houve o entendimento firmado entre o prefeito Roberto Naves e o governador Marconi Perillo no sentido de que o encaminhamento mais adequado para a questão fosse a transferência da área para o município”, disse.
 
Na mesma reunião, o secretário de Desenvolvimento Econômico (SED), Francisco Pontes, diretor da Acia para assuntos do Daia, entregou ao prefeito Roberto Naves o pedido de documentos e a concordância da SED para a transferência da área, com cópia à Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan).
 
O prefeito Roberto Naves informou que, no momento em que a documentação estiver pronta, e até mesmo antes, a Prefeitura encomendará estudo topográfico da área para que, a partir do esboço do governo do estado, possa ser feito o projeto estrutural, as cotações e o procedimento para licitar a infraestrutura. Nesta fase, os investimentos são de até R$ 6 milhões. “Eu acredito que até janeiro, no máximo em fevereiro, serão iniciados os trabalhos de infraestrutura e, por volta de março, abril, já vai ter área para receber novos empresários”, destacou.
 
Zé Eliton também falou na sede da Acia sobre o trabalho que a Codego realiza no sentido de recuperar áreas do Daia. “Já conseguimos 27 de volta e outras 10 já foram pedidas na justiça; essa é uma ação ordinária e de governança que, obviamente, ao ter esses terrenos de volta, poderão ser disponibilizados a outros interessados”, disse.
 
“Além disso, estamos discutindo com o prefeito, com o município e com o setor privado, a construção da terceira etapa o Daia 3, aí sim, muito maior mas que envolve ainda alguns ajustes que o prefeito e a equipe técnica do governo estão fazendo”, observa o vice-governador. “Quando chegar o momento e essa proposta estiver madura, teremos a oportunidade de anunciar isso à população”, afirma.
 
Na reunião, Zé Eliton lembrou ter assumido com os empresários da Acia o compromisso de visitar Anápolis de dois em dois meses para debater os temas de interesse do setor produtivo e traçar caminhos para o desenvolvimento sustentável do município.
 
Participaram da reunião ordinária da Acia, entre outros, o secretário extraordinário da Habitação e ex-prefeito de Anápolis, João Gomes; o superintendente executivo da SED, Luiz Marorezi; o superintendente de Comércio Exterior da SED, Willian O’Dweyer; e o presidente da Companhia de Desenvolvimento do Estado de Goiás (Codego), Julio Vaz.
 
 

 Após ver o problema da erosão do bairro persistir por décadas, os moradores da Vila Brasília já respiram aliviados com a chegada da solução. A obra de recuperação e ampliação do sistema de captação e de drenagem da Avenida Anápolis se encontra em fase final e deverá ser concluída nos próximos 10 dias. Atendendo a um pedido feito pelo prefeito Gustavo Mendanha – que em sua campanha havia prometido resolver o problema histórico da região de forma definitiva – as máquinas da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) entraram em campo em julho deste ano e as equipes trabalham de sol a sol. “Trata-se de um projeto bastante arrojado, que vai solucionar o problema da captação das águas de toda a região, inclusive dos bairros de Goiânia que terminam descendo até aqui” – explica Mário Vilela, secretário de Infraestrutura.
 
“Até que enfim temos aqui uma obra consistente. Realmente parece coisa de primeiro mundo. Está ficando cem por cento” – comemora Antônio de Souza, morador da região há mais de 40 anos. Ele conta que viu seus imóveis desvalorizarem bastante por conta do problema mas que agora está confiante de que a solução chega para ficar. Além de modernizar o sistema de drenagem e de captação do bairro, o projeto também prevê a correta destinação das águas pluviais no leito do Córrego Pipa, com a construção de um bueiro celular e de um sistema de gabiões. Por fim, será refeita toda a pavimentação da Rua São Vicente, que corta a Avenida Anáplis e que teve seu asfalto totalmente tomado pela erosão do local.
 
“A pavimentação da Rua São vicente será muito útil para melhorar a interligação entre a Vila Brasília, a Vila Sul e o Parque Real” – lembra o morador. O engenheiro responsável por fiscalizar a obra, César Augusto Estrela, explica que o projeto se encontra em fase final. “Tanto a parte do sistema de gabiões e de dissipação da força das águas no córrego quanto a de implantação das galerias já estão em vias de serem concluídas. Na próxima semana já iniciaremos a fase de pavimentação da Rua São Vicente e, por fim, implantaremos 10 novas bocas de lobo para resolver de forma definitiva o problema da captação e da drenagem” – pontua o engenheiro.
 
A obra, que conta com recursos do Tesouro Municipal, tem custo aproximado de R$ 520 mil e está sendo realizada com pessoal próprio da Seinfra. “Está sendo feita uma super captação de águas desde a Avenida Anápolis, que é uma das principais da região e que acaba recebendo águas do Bairro Santo Antônio e demais bairros adjacentes de Goiânia. Por conta desse grande volume estamos fazendo uma super captação dessas águas pluviais, com tubulações que irão suportar tranquilamente essa demanda” – complementa Mário Vilela. Para isso, além dos tubos de 1000 milímetros que já existiam no local, a Seinfra está implantando outros 600 metros de galerias com tubos de 1500 milímetros, mais do que duplicando a vazão. Para solucionar o problema da captação, todas as bocas de lobo que serão instaladas terão abertura tripla, o suficiente para acabar com os alagamentos históricos da avenida durante os períodos chuvosos.

O movimento foi lançado em Goiás e reuniu cerca de 300 mulheres de vários segmentos no auditório do Sesi


Propor ações em temas ligados à educação, saúde, empreendedorismo, cota para mulheres e projetos sociais. Esses são alguns dos objetivos do Movimento Mulheres do Brasil, lançado oficialmente em Goiânia, nesta quarta-feira, 20 de setembro, no auditório do Sesi, pela fundadora do grupo, Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza.

Também participaram da iniciativa a empresária Helena Ribeiro, do grupo Empreza e a gerente de compliance e jurídico da BR Home Center, Maria Luiza Cavalcante Bueno, líderes do movimento no Estado. A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo prestigiou o evento.

O Movimento Mulheres do Brasil, fundado em outubro de 2013, em São Paulo possui mais de sete mil integrantes. Segundo Luiza Helena Trajano, o grupo é apartidário, não quer assumir cargos públicos e tem por objetivo apoiar projetos já existentes desenvolvidos por organizações não governamentais (ONGs). “A ideia não é reinventar a roda, mas participar ativamente de projetos já existentes sem se aliar a partidos políticos. Ficamos felizes com os projetos sociais desenvolvidos pelo Estado de Goiás, como o de apoio às jovens gestantes (Meninas de Luz) e de ações de proteção aos direitos da mulher (Patrulha Maria da Penha)”, destacou Luiza Trajano.

Valéria Perillo elogiou a iniciativa das empresárias que lideram o movimento pelo país. “Assumimos essa bandeira sendo a favor das mulheres, como deixa claro este Movimento, que ao assegurar direitos e cidadania promove o bem comum, com uma agenda positiva, atenta aos bons projetos sociais, de educação e estímulo ao empreendedorismo. Sabemos que juntas temos um grande poder de transformação”, pontuou.

A presidente de honra da OVG afirmou ainda que a administração estadual tem se empenhado em proporcionar condições para que a mulher possa estudar, conseguir emprego, nele permanecer e ser promovida. “As mulheres representam quase 70% dos beneficiados pela Bolsa Universitária, programa goiano destinado a estudantes que não têm condições de arcar com as mensalidades em instituições privadas de ensino superior”.

Valéria afirmou também que o Estado atua para dar apoio as pessoas em situações de maior vulnerabilidade, como o Meninas de Luz, desenvolvido pela OVG em parceria com o governo estadual. “Por meio de um atendimento multiprofissional, jovens de até 21 anos recebem assistência psicológica, social, odontológica. Após o nascimento da criança, a mãe e o bebê continuam recebendo orientação e apoio, por um ano”.

Áreas de atuação 
O projeto inicialmente traçou metas nas seguintes áreas para Goiás: Políticas Públicas, Educação, Combate à Violência Contra a Mulher, Empreendedorismo, Vozes (histórias de vida inspiradoras), Igualdade Racial, Cultura, Saúde e Meninas do Brasil (jovens conectando a realidade).

O Centro de Valorização à Mulher (Cevam) é a primeira instituição escolhida pelo grupo para receber apoio. A entidade já recebeu kits de higiene e saúde, palestra sobre a saúde da mulher e vai lançar em breve a cartilha “Na minha casa tem amor e não violência", da autora Mara Suassuna.

Medidas valem somente para o perímetro urbano do município

O Ministério Público Federal em Rio Verde (MPF), ao mediar reunião entre a Polícia Rodoviária Federal e o Município de Rio Verde, nesta quarta-feira, 20 de setembro, conseguiu ajustar cooperação entre as partes para solucionar o problema da presença de animais nas zonas contíguas às rodovias federais, que põem em risco os usuários dessas vias.

A providência se deu no âmbito do Inquérito Civil (IC – autos nº 1.18.003.000207/2017-11) instaurado pelo MPF para apurar a morte de dois cavalos pela PRF no último mês de maio.

De acordo com o procurador da República Jorge Medeiros, responsável pelo caso, ficou ajustado que a PRF, ao encontrar animais transitando nos acostamentos das rodovias federais (BR-060 e 452), no perímetro urbano municipal, acionará o Centro de Zoonoses do Município, que os recolherá e lhes dará a devida destinação, conforme legislação municipal. Por sua vez, a PRF se compromete a prestar todo o auxílio, como a interdição das vias e outras medidas logísticas necessárias, durante o recolhimento dos animais.

Participaram da reunião, pela PRF, os policiais rodoviários federais Venícius Ferreira de Oliveira e Alan Kardec Guimarães Souza, e, pelo Município de Rio Verde, o procurador do município, Vinícius Fonsêca Campos, e o diretor da Vigilância Sanitária, Leonardo Vieira Campos.

O Município de Rio Verde se comprometeu a apresentar, em 60 dias, as medidas adotadas para o início da cooperação ajustada.

Entenda – O MPF instaurou, no dia 24 de maio deste ano, Inquérito Civil com o objetivo de apurar possível ocorrência de abusos/irregularidades na conduta de agentes da PRF que mataram a tiros, na manhã do dia 23, dois cavalos que estavam às margens da BR-060, zona urbana do município de Rio Verde (GO).

O fato ocorreu após usuários da via acionarem a PRF comunicando a presença dos equinos no local. A morte dos animais causou comoção na população do município, especialmente por meio de manifestações promovidas nas redes sociais. O MPF, no exercício de controle externo da atividade policial, apura em que circunstâncias se deram os fatos.

Em entrevista à Agromundi, o executivo internacional da Zoetis, Paulo Loureiro, explicou como o novo procedimento pode auxiliar no cuidado com os animais
 
Aqueles que já possuem experiência com a pecuária moderna sabem que o bem-estar dos animais, sejam eles bovinos de corte ou leite, deve figurar entre os principais cuidados oferecidos ao rebanho. Conduzir o gado sem os cuidados necessários, seja para o pasto, transporte ou qualquer outro procedimento, pode acabar elevando o nível de estresse do animal, impactando diretamente na saúde dos mesmos e, consequentemente, afetando negativamente seu rendimento, desempenho e qualidade da carne.
Para garantir o melhor manejo dos animais e contribuir com uma mudança no cenário da pecuária nacional e mundial, uma nova técnica tem sido cada vez mais estudada e aplicada em diferentes rebanhos ao redor do mundo. Conhecida como “Nada nas Mãos”, o método consiste em uma forma de comunicação com o bovino, mais leve e sutil, utilizando apenas movimentos corporais. Em entrevista à Web Rádio Agromundi, o mestre em zootecnia e executivo internacional da Zoetis, Paulo Loureiro, que estuda o procedimento há vários anos, afirmou que a técnica, além de mais vantajosa financeiramente, também garante maior segurança ao trabalhador e mais saúde ao gado.
“O principal objetivo da técnica é, primeiramente, garantir maior bem-estar ao rebanho. Temos que começar a entender que apenas construir novas instalações não assegura a comodidade do animal. Tudo funciona como um ciclo, se o bovino não se sentir confortável com quem o maneja, ele não expressará todo seu potencial genético, pois seu organismo vai estar muito mais preocupado em se proteger do que ele considera como ameaça externa. Com mais conforto e um maior sentimento de segurança, o produtor consegue certificar, de forma muito mais fácil e rápida, a saúde dos animais”, garantiu Paulo.
Além de saúde e conforto, a técnica também apresenta consequências positivas para o aumento de renda das fazendas. “Por não ser necessário aplicar dinheiro em estruturas físicas, o produtor fica livre para investir em remédios, vacinas, rações, entre outros insumos. Com isso, é possível ver melhoras no ganho de peso, aumento na produção de bezerros e a redução no número de doenças. Meu objetivo é fazer com que os trabalhadores do campo entendam o quão importante é essa técnica. Ao tratar bem o bovino, ele trará um retorno muito rápido ao fazendeiro”, declarou Paulo.
Passo a passo
A técnica “Nada nas Mãos”, como o próprio nome sugere, consiste em conduzir os animais líderes utilizando apenas o olhar e os movimentos corporais, permanecendo sempre no campo de visão dos mesmos. Com isso, é possível convencê-los a ir para a direção desejada, e o restante do rebanho seguirá esse comando. “Quando essa técnica é utilizada, o profissional convida os animais para trabalharem com ele. Não é um comando, é um pedido”, explicou Paulo.
Para mais informações sobre a técnica “Nada nas Mãos” e ouvir a entrevista completa com o executivo internacional da Zoetis, Paulo Loureiro, basta acessar o portal Agromundi (http://www.agromundi.com.br/), e clicar na aba “Podcast”.
 
 

Governador entrega no município do Entorno o Itego Carmen Dutra de Araújo, que atenderá demandas locais do setor produtivo

O governador Marconi Perillo inaugura hoje (20/9) em Formosa a 18.ª unidade da Rede de Institutos Tecnológicos do Estado de Goiás (Rede Itego). O Itego Carmen Dutra de Araújo foi implantado está localizada na Rua 65, no setor Parque Lago, onde o governador também assinará convênio do Programa Goiás na Frente com o prefeito Ernesto Roller, do PMDB, para a liberação de R$ 5 milhões em recursos do Tesouro Estadual para o município.

O Itego Carmen Dutra de Araújo dará condições para oferta de cursos profissionalizantes, assim como também atender demandas para o desenvolvimento tecnológico do setor produtivo regional. Os recursos para estruturação dessa unidade, em Formosa, foram de aproximadamente R$ 1,1 milhão, em parceria do governo federal, pelo Ministério de Cidades, com o Governo de Goiás. A Rede Itego é gerida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SED), responsável pela política estadual de qualificação profissional e tecnológica, básica e superior.

Nesta nova unidade estão previstos 14 cursos profissionalizantes, dentre eles: informática básica; atendente de nutrição; auxiliar de cozinha; assistente de farmácia; arte de falar em público; gestão de resíduos sólidos; web design; oficina de redação; inglês instrumental; montagem e manutenção de computadores; oficina de redação; e frentista. Em breve estarão disponíveis os cursos de apicultura e também de implantação de apiário.

Até o final de 2018, o Governo de Goiás ampliará a Rede Itego para 30 institutos, com mais de 180 mil vagas de qualificação ofertados, atendendo ainda a demandas em todas as regiões do Estado por meio dos Colégios Tecnológicos (Cotec), unidades descentralizadas vinculadas à rede.

Foi uma semana movimentada no Hospital Ernestina Lopes Jaime (HEELJ), em Pirenópolis, com mais uma edição da Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho (SIPAT). A primeira ação foi uma aula de yoga na área verde do Hospital. Para a instrutora Renata Akashi, a experiência de levar a atividade para o ambiente de trabalho contribui, uma vez que a prática traz dá a sensação de bem-estar, com técnicas de respiração, postura e alongamentos. 

Segundo Aline Rose, que trabalha na área administrativa da unidade, participar da atividade foi muito positivo. “Já valeu a pena, esse momento do yoga permitiu sentir a respiração corretamente, e o melhor, refletir sobre o autocontrole e observação de mim mesma”, relatou.

Cinema
No segundo dia, um Cine Clube exibiu com filmes abordando temas sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e doenças psicológicas que podem ser causadas pelo ambiente de trabalho. Além disso, os doutores Luiz Fernando e Jairo Belém palestraram sobre estresse no trabalho e como combatê-lo. Rodas de conversa também foram organizadas.

Para finalizar o dia, foram realizadas blitze surpresas com a visita do técnico de segurança do trabalho junto ao médico do trabalho em diferentes departamentos. O objetivo era acompanhar, orientar e conscientizar os colaboradores da postura adequada.

Setembro Amarelo, mês da Prevenção ao Suicídio
Mês que marca a prevenção ao suicídio,  o Setembro Amarelo também foi tema de ação durante a SIPAT do do Hospital Ernestina Lopes Jaime (HEELJ). Os departamentos e as portas do Hospital foram decorados com balões amarelos, a iluminação da parte externa foi substituída pelas lâmpadas de cor amarela e foram distribuídas etiquetas pequenas e uma laço amarelo com o intuito de reforçar a prevenção.

De acordo com o gestor do RH e presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (CIPA), Marco Aurélio Mesquita Leite, “toda causa em prol da humanidade deve ser destacada e discutida entre as pessoas, fazendo com que a luta por uma vida melhor seja prioridade dentro e fora do campo profissional”. As ações pela promoção da saúde, segurança e bem-estar do corpo técnico e administrativo do hospital foram colocadas em prática nos dias 12 a 15 de setembro.

A partir das reuniões, diz, a equipe verificou o que mais acontece na unidade e quais as demandas pontuadas pelos colaboradores.  “Esta semana procuramos trabalhar de forma mais humanista, fugindo dos treinamentos exaustivos convencionais. Com práticas mais dinâmicas, trazendo proximidade e união para os colaboradores”, garantiu Marco Aurélio.

A SIPAT é importante para acompanhar e conduzir os colaboradores do hospital para práticas corretas dentro do ambiente de trabalho, evitando acidentes e doenças e promovendo o resgate de valores esquecidos na correria do dia-a-dia.

Amanhã, às 9h30, o Detran-GO e o Corpo de Bombeiros irão promover a simulação de um acidente de trânsito com resgate de vítimas e primeiros socorros, na Praça Cívica. A ação, que será feita simultaneamente com uma blitz educativa, que terá início às 8h30, busca chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes no trânsito, estimulando a adoção de comportamentos seguros.

A simulação de acidente faz parte da programação da Semana Nacional de Trânsito, que neste ano aborda o tema: Minha escolha faz a diferença. Por isso, de 18 a 25 de setembro, o Detran-GO em parceria com SMTs, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros têm intensificado as ações de educação e de fiscalização, com a finalidade de sensibilizar condutores, ciclistas e pedestres para o respeito à vida e às leis de trânsito.

Mortes
Levantamento realizado com dados preliminares do Datasus, de janeiro a 23 de agosto de 2017, frente ao mesmo período de 2017, mostra que caiu o número mortos em acidentes de trânsito no Estado. A redução foi de 3,41%, saindo de 674 mortes em 2016 para 651 mortes em 2017.

O recuo é considerado pequeno, mas confirma a tendência de queda já apontada pelo Programa Goiás Mais Competitivo e Inovador, que divulgou, no primeiro semestre, que Goiás é um dos estados brasileiros que mais reduziram o número de mortos no trânsito. O índice saiu de 32,5 mortos por 100 mil habitantes em 2014 para 27,9 mil mortos a cada 100 mil habitantes no levantamento de 2015. O recuo alcançado (4,5 pontos percentuais) foi o quarto maior do país.

Aparecida de Goiânia
Também será realizada, às 8h, blitz educativa em parceria com a SMTA de Aparecida de Goiânia. O município é o segundo do estado com maior número de mortes no trânsito. A ação será realizada na Av. Rio Verde, em frente à Fonte TV, e contará com a participação de artistas circenses.


Serviço:

Simulação de acidente de trânsito com resgate, primeiros socorros e blitz educativa– Detran e Bombeiros

Data: 21/09 – Quinta-feira

Horário: 9h30

Local: Praça Cívica - Centro



Blitz educativa com artistas circenses

Data: 21/09 – Quinta-feira

Horário: 8h30

Local: Av. Rio Verde, Setor Faiçalville.


 

Como Negociar com os Países Árabes é o tema da palestra com o diretor-geral da entidade, Michel Alaby, em Goiânia

A palestra que o diretor-geral da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Michel Alaby, faria na Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), em Goiânia, foi adiada do dia 24 de agosto para 20 de setembro por causa de viagem do palestrante ao exterior esta semana. O tema da apresentação será Como Negociar com os Países Árabes.
O evento é voltado para empresários de Goiás e da Região Centro-Oeste do Brasil. Alaby irá apresentar informações gerais sobre os 22 países árabes, dados estatísticos sobre o comércio e as economias daquelas nações, oportunidades de negócios e dicas sobre negociações com os empresários árabes.
Segundo o executivo, o foco principal será a agroindústria, que é bastante forte em Goiás, mas ele pretende falar também sobre oportunidades em outros setores, como o de produtos farmacêuticos, igualmente importante no Estado.
As exportações de Goiás para países árabes somaram US$ 234,7 milhões de janeiro a julho deste ano. As principais mercadorias embarcadas foram frango, açúcar, carne bovina, soja e milho, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Argélia são os maiores mercados.
No mesmo período, Goiás importou o equivalente a US$ 67,2 milhões das nações árabes. Os principais itens comprados foram fertilizantes, tendo como fornecedores Catar, Emirados, Arábia Saudita, Argélia, Marrocos, Omã, Bahrein, Egito e Kuwait.
 
SERVIÇO
Palestra Como Negociar com os Países Árabes
DATA: 20 de setembro (quarta-feira)
HORÁRIO: 14h30 às 17 horas
LOCAL: Casa da Indústria
INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES: (62) 3501-0044 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Entrada gratuita

Em ação movida pelo Ministério Público de Goiás, o juiz Sebastião José da Silva determinou a imediata interdição judicial do imóvel onde está instalada a Delegacia de Polícia de Pirenópolis, devendo o Estado providenciar sua desocupação e transferência dos servidores para local adequado, a fim de que eles possam exercer suas funções. A administração estadual deverá fazer o escoramento da estrutura e, posteriormente, a adequação do imóvel aos padrões de segurança da construção civil.

No início deste mês, o promotor de Justiça Bernardo Boclin acionou o Estado em razão da precariedade das instalações da delegacia, conforme apontado por visita técnica do MP para fins de controle externo da atividade policial e garantia da plena efetividade das repartições policiais, como determina o Conselho Nacional do Ministério Público. Essa visita foi realizada em maio deste ano.

Durante a visita, constatou-se que o prédio não oferece condições para o exercício da função policial, uma vez que a estrutura do imóvel está em estado precário, com rachaduras nas paredes e piso, infiltrações e danos na forração do teto.

O promotor relata ainda que, pouco tempo depois, no início de julho, foi noticiado sobre o risco de desmoronamento do prédio, porque houve a colisão de um veículo no muro externo do imóvel. Imediatamente, foi realizada uma diligência do MP no local, constatando, além dos problemas anteriormente já levantados, que a colisão prejudicou ainda mais a situação, aumentando as rachaduras e causando outras, afetando toda e fachada do prédio, com trincas na base da parede atingida e em toda a sua extensão.

Nessa mesma época, a equipe de engenharia do município vistoriou o imóvel com o objetivo de identificar a estrutura, classificando como de grau de risco crítico a edificação e indicando como necessária a intervenção imediata para sanar as irregularidades descritas em seu relatório. Parecer técnico do Corpo de Bombeiros também concluiu que a obra não possui nenhuma das medidas de segurança exigidas em lei, situações todas confirmadas pelos funcionários lotados no local, que ainda descreveram outras situações de insalubridade e periculosidade, tais como a existência de pontos de mofo, pouca iluminação, presença de insetos e animais peçonhentos, alagamento de cômodos, problemas em partes hidráulica e elétrica, entre outros.

(Texto: Ascom MP-GO)