Sidebar

24
julho segunda

Deputado Gustavo Sebba visita unidade para tratamento de câncer de mama

Typography
O deputado estadual Gustavo Sebba (PSDB) visitou o Centro Avançado de Diagnóstico da Mama (Cora), ligado ao Hospital das Clínicas (HC) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Como vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, o deputado foi recebido pelo Dr. Ruffo de Freitas Junior, coordenador do Programa de Mastologia do HC/UFG, e pela Márcia de Faria Veloso, psicóloga do Hospital das Clínicas e vice-presidente da Associação dos Portadores de Câncer de Mama (Apcam).

Durante a reunião foi discutido o fornecimento de equipamentos e de recursos financeiros para aprimorar o funcionamento do Centro de Mamotomia, inaugurado no final do ano passado e que é uma referência no diagnóstico e tratamento de câncer de mama, em Goiás. Outro ponto discutido diz respeito ao fornecimento do Kit de Agulhas, que custa mais de R$ 1.720 cada um, e que não são fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Gustavo Sebba já conversou com o secretário Estadual de Saúde, Leonardo Vilela, que se dispôs a viabilizar um convênio para o fornecimento dos kits. Mencionado pelos membros da unidade, o deputado se colocou a disposição para cobrar o cumprimento da Lei Municipal nº 8.395, de 28 de dezembro de 2005, que prevê repasses do município de Goiânia para a manutenção, por meio de convênio, do Programa de Mastologia do Hospital das Clínicas. O parlamentar pretende ainda analisar a possibilidade de apresentar projeto de lei semelhante na Assembleia Legislativa para que o Estado também possa disponibilizar recursos para ajudar no financiamento do Programa de Mastologia do HC.

Gustavo Sebba salientou a possibilidade de fornecimento de uma ambulância para o Centro Avançado de Diagnóstico da Mama e ainda a viabilidade de fornecer vale transporte para pacientes oncológicos. O parlamentar também orientou os representantes do Cora e da Apcam a procurarem as prefeituras municipais para a celebração de pactuação com os municípios de origem das pacientes em tratamento, o que poderia gerar receita financeira para a aplicação nas atividades desenvolvidas pelo Centro.

O deputado estadual já realizou audiências públicas para debater as necessidade da instituição e os impasses para tratamentos do câncer de mama. Desde então Gustavo Sebba se colocou a disposição para buscar as Parcerias Públicas Privadas (PPPS).